Edição do dia 24/01/2020

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Brigada Militar prende suspeito com animal abatido
POLÍCIA
Saboreares: opção de qualidade o ano inteiro
EMPRESARIAL
Mecânica do Fernando: há nove anos prestando serviços de qualidade
EMPRESARIAL
Sabores deliciosos é na CremoLatto Sorvetes
EMPRESARIAL
O que você precisa saber sobre vagas para idosos e deficientes
GERAL
Cepru Unisc: Inscrições para Instrutor de Trânsito estão abertas
GERAL
Vegetação na Av. do Imigrante obstrui visão de motoristas
GERAL - Apesar de todo embelezamento, cidadãos reclamam que plantas prejudicam o trânsito
Mais seis escolas da rede municipal estão sendo revitalizadas
EDUCAÇÃO - Pintura interna e externa, aquisição de mobiliário, reforma nas quadras esportivas, instalação de playground, entre outros serviços estão sendo realizados
Vestibular solidário da Uninter ajuda escolas carentes
GERAL
Exposição fotográfica do Capsia está sendo realizada no Shopping Santa Cruz
VARIEDADES
O que o Novo Cemai terá de diferente?
SAÚDE
Campanha visa arrecadar material escolar
GERAL - Criada por um grupo de torcedores do Inter, ação se estende até o dia 15 de fevereiro
Brinqmania realiza festa beneficente para Juju
GERAL
Segunda edição do Bailinho da Borges está confirmada
VARIEDADES - O evento será realizado dia 15 de fevereiro, na Rua Borges do Medeiros
Literatura Brasileira dos Catarinenses
OPINIÃO
MP denuncia mais um vereador por 'rachadinha'
POLÍTICA - Alceu Crestani (PSDB) também teria mantido um funcionário fantasma em Monte Alverne
Aproveite seu verão no Park Nativo
GERAL
Novo valor da passagem gera controvérsia
ECONOMIA - Promotor de Defesa Comunitária vê espaço para cálculo com tarifa menor

A vida é curta para ser pequena

Um Passo a Mais - João Pedro Schmidt - 19/04/2014

Inauguro esta coluna do Riovale, aos sábados, com a alegria de quem começa uma tarefa nova e o friozinho na barriga que acompanha as empreitadas que oferecem riscos. O risco, no caso, é de não estar à altura dos leitores, que buscarei superar com bastante transpiração e alguma inspiração.
Aceitei o honroso convite do diretor André Dreher para ocupar este espaço pela convicção de ter algo a dizer sobre temas de interesse público, de poder contribuir um pouquinho para avaliação crítica da enorme carga de informações que todos recebemos diariamente. “Ter algo a dizer” não significa “ser dono da verdade”, mas apresentar uma opinião bem embasada. O fato de atuar na universidade proporciona condições para essa tarefa, preservada a humildade socrática de quem sabe que pouco sabe.
A opinião crítica aqui emitida por vezes confrontará o senso comum criado pela grande mídia e repercutida localmente, especialmente acerca de assuntos da seara política. Outras vezes buscará ampliar ideias e questões novas que a mídia traz. Ou temas que não são abordados. Uso a palavra “crítica” no seu sentido original, derivada do termo grego “krinein”, que significa “julgar”. O pensamento crítico é avaliativo, emite julgamentos e se preocupa com boa fundamentação e boa argumentação, não sendo necessariamente “do contra”.
Como estamos festejando a Páscoa, a festa cristã da ressurreição, resolvi intitular o primeiro artigo da coluna “Passo à frente” com a frase do político e escritor britânico Benjamin Disraeli. Vida breve não é o mesmo que vida pequena. A vida humana individual é relativamente breve, se consideramos, por exemplo, a longa jornada de 6 milhões de anos da vida no nosso planeta, ou o desejo de imortalidade que nos acompanha. Mas, é uma brevidade que hoje não é “tão breve” assim. Há estimativas de que no tempo de Jesus a expectativa de vida estava em torno de 30 a 40 anos. Atualmente no Brasil é de cerca de 75 anos. Estamos vivendo mais, embora a sensação de brevidade possa até ser maior.
A questão de fundo continua sendo a vida pequena, acomodada, ensimesmada, sem coragem de romper com a mesmice, de dar passos corajosos, de arriscar o novo. O que cada um de nós precisa responder cotidianamente é se estamos fazendo a vida valer a pena, se ela é grande ou pequena em termos dos valores que a impulsionam. Daqui a algumas décadas a esperança de vida ao nascer superará 100 anos, depois irá além, bem além. E a questão permanecerá.
Para todos, mesmo para quem não é cristão, a ressurreição é uma metáfora preciosa sobre o sentido da vida: como ressurgir sempre de novo face à tentação da vida pequena?