Edição do dia 15/10/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Shows tradicionalistas são atração desta quarta-feira na 35ª Oktoberfest
GERAL - Festa da Alegria terá apresentações do Grupo Fandangaço, às 20h, e Os Serranos, às 22h30, no Lonão
Dia do Professor: educação para a erradicação do trabalho infantil
GERAL - Conheça a história de dois profissionais que estão na linha de frente do programa ARISE, iniciativa que muda a realidade de crianças e adolescentes
Praça da Cultura levará o nome de José Paulo Rauber Filho
GERAL - Inauguração do local ocorreu no sábado, 12 e contou com a presença da família do homenageado
Terça-feira será de ponto facultativo nas escolas
GERAL - Além das escolas municipais e estaduais, algumas particulares também não terão aula neste dia
Dia do Eletricista é nesta quinta-feira
GERAL - Data marca a importância do profissional habilitado
Inscrições abertas para a Escola de Educação Infantil
GERAL - Há vagas gratuitas e pagas para crianças de 4 e 5 anos
Rodrigo Solda é o novo presidente
GERAL - Além dele, outros prefeitos foram empossados para a diretoria e conselho fiscal do biênio 2020/2021
Evento discute problemas do contrabando e a pirataria
GERAL - Palestra apresentou dados sobre as ameaças do mercado ilegal para a economia
Sicredi Vale do Rio Pardo enaltece o cooperativismo durante o desfile da 35ª Oktoberfest
GERAL
Quase 17 milhões já foram emprestados pelo município
GERAL
Primeiros dias de Oktoberfest superam 54,6 mil pessoas pagantes
GERAL - Semana segue repleta de atrações
Fala, professor!
EDUCAÇÃO - Especial Dia do Professor
Histórico da data
EDUCAÇÃO - Especial Dia do Professor
O profissional que dedica a sua vida a ensinar
EDUCAÇÃO - Especial Dia do Professor
O big bang é o Operacional Divino
OPINIÃO
Permitir não é obrigar
OPINIÃO
Caspary conta a sua história (parte II)
OPINIÃO
Terminou a primeira rodada da segunda fase
ESPORTES - Bom Jesus, São José e Formosa saíram na frente

Focando no Esporte

Terça-feira

Focando no Esporte - Júlio Mello - 24/06/2014

Parabéns aos campeões

O Bairro Faxinal está em festa pela conquista da Copa Cidade. Eu particularmente conheço muitos dos jogadores e dos dirigentes do time do SER Faxinal. O técnico Edson Correia é uma grande pessoa e muito disciplinador. Para quem não conhece, ele é o Cabo Edson. O Mauricio Marques é um dos principais dirigentes da equipe e tem feito esporte de gente grande no Bairro. A equipe como um todo merece todos os elogios. Fizeram uma grande campanha e souberam chegar respeitando todo mundo. Esta sem dúvida foi uma grande conquista.Valeu Faxinal.

Um grande campeonato

Não tenho motivos para torcer contra este ou aquele cidadão ou mesmo contra esta ou aquela instituição. Este ano as minhas tarefas com o Avenida e com a Assaf não me permitiram acompanhar o nosso amador. Não olhei nenhum jogo do Monte Alverne, Lifasc e nem da nossa Copa Cidade. Portanto, não é nem porque gosto menos ou mais deste ou daquele. Infelizmente nem no Clube União eu pude acompanhar o meu time, o Sparta. De qualquer forma, a Copa Cidade foi bem organizada e contou com o apoio do poder público. Pessoas comprometidas com a organização e com a disciplina estiveram à frente da diretoria. A Copa Cidade é um acerto e deverá continuar com o mesmo espírito esportivo entre as equipes.

Mudando para melhor

Creio que as rusgas maiores tenham ficado para trás entre os torcedores dos bairros. O esporte tem que ser levado a sério, mas com respeito ao adversário e principalmente com reconhecimento. Sou do tempo em que se jogava e era difícil sair de certos campos de futebol. Sou do tempo do Expressinho Vitória do seu Dilmo Dantas. Um dos que mais fizeram por este esporte em Santa Cruz. Igual a ele ninguém. Todos os domingos haviam um ou dois ônibus para viajar e fazer amistosos pelas cidades do Vale do Rio Pardo. Pântano Grande, Encruzilhada,Rio Pardo, Candelária,Venâncio Aires, Vera Cruz, Sinimbu, Vale do Sol e tantos outros locais. Onde eu mais gostava de jogar era contra o Santos em Venâncio, no Nacional de Dona Josefa,no Juventude de Linha Henrique Davila, no Juventude de Candelária, no Esperança em Rio Pardo e no Trombudo de Vale do Sol. Locais onde eu sempre deixava uma bola na rede. De falta como sempre, pois de pênalti eu não gostava muito. Na verdade eu sempre errava quando batia. Bom, mas enfim, quero dizer que no passado as pessoas não tinham muita paciência e o futebol era mais rude. Uns 14 anos atrás o campeonato Citadino acabou justamente pelo destempero de alguns torcedores e a falta de liderança entre os finalistas. O Estádio dos Plátanos foi o palco na época. Muita quebradeira e um fim melancólico. Coisa do passado graças a Deus. Agora é outra época e outras lideranças, ou seja, mudou para melhor.

Jogadores guerreiros

Jogar futsal pela Assaf não tem sido fácil nos últimos anos. Muitos problemas fora de quadra têm tirado o sono de muita gente. Em 2014, algumas rusgas ainda acontecem, mas os jogadores têm sabido levar na boa. O grupo reduzido deste ano tem feito por merecer. Se entregam de corpo e alma contra os adversários e tem triunfado na maioria dos jogos dentro e fora do Poliesportivo. Uma disposição incrível de vencer e ser um vencedor. Demonstrando que nem sempre o dinheiro fala mais alto no esporte.