Edição do dia 19/06/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Copa CFC Celso tem rodada em Alto Linha Santa Cruz, no domingo
ESPORTES - Líder João Alves encara o Rio Pardinho na primeira partida da tarde
Mundial Unisc de futsal feminino ocorre neste final de semana
ESPORTES
Copa Cidade: Esmeralda vence o Unidos da Villa
ESPORTES - Jogo aconteceu no estádio da Timbaúva, no Arroio Grande
Portaria amplia setores com trabalho permanente no domingo e feriado
GERAL - A portaria está publicada no Diário Oficial desta quarta-feira
Brasil empata com a Venezuela pela Copa América: 0 a 0
ESPORTES - Líder do Grupo A, Canarinho volta a campo sábado (22), contra o Peru
'Joga Pouco, Ajuda Muito' acontece nesta quinta
ESPORTES
Segundona Gaúcha: Presidente do Galo lamenta desclassificação
ESPORTES
Série D do Brasileiro: Avenida segue forte
ESPORTES - Direção espera estádio lotado para decidir vaga no segundo jogo, em casa, contra o Caxias
Computação Desplugada é realidade em escolas públicas de Santa Cruz do Sul
EDUCAÇÃO - Material didático do projeto Computação na Educação foi lançado na tarde desta terça-feira, 18, na Unisc
Ensino das escolas é discutido em todo o país
EDUCAÇÃO
Thiago Porto: enaltecendo a cultura santa-cruzense
VARIEDADES - Com mais de um milhão de visualizações no YouTube músico se prepara para mais um lançamento
Restaurante Mafalda: há 18 anos servindo gastronomia de qualidade
GERAL - O estabelecimento conta com buffet tradicional e buffet para viandas
Oficina de Apoio às Famílias será na próxima terça-feira
GERAL - O Riovale Jornal entrevistou a advogada Dra. Andjanete L. Mess Hashimoto, que explica o procedimento das atividades
Câmara aprova projeto de segurança
GERAL
Mercur chega aos 95 anos com livro publicado
EMPRESARIAL - Curso para inspirar um mundo mais colaborativo também foi disponibilizado
Corpus Christi: Fé e arte para celebrar a data
RELIGIÃO - Celebração inicia às 9 horas com missa na Catedral São João Batista e após procissão segue pelas principais ruas
Quem é contra a reforma da Previdência Social não é contra o Brasil
OPINIÃO
Um novo INSS
OPINIÃO

Focando no Esporte com Júlio Mello

Júlio Mello trata de Avenida na sua coluna de hoje

Focando no Esporte - Júlio Mello - 31/03/2015

Vida que segue
Jogar futebol, ou participar dele, é estar envolvido no meio esportivo. O esporte faz parte das nossas vidas e principalmente daqueles que fazem alguma coisa por ele. O Avenida caiu, é verdade, e alguns comentaristas de resultados estão falando em falta de estrutura e profissionalismo. Contudo, com todo respeito, não concordo com isso. Falo com toda certeza de que isso não faltou ao Avenida. Todos os jogadores ganharam moradia, alimentação todos os dias no Estádio, viagem um dia antes para todos os jogos e hotel de primeira qualidade. E para fechar, os salários em dia. Falta mais alguma coisa? Portanto, entendo que a direção fez para os jogadores tudo que estava ao alcance. Vou citar o Juventude, de Caxias, que está com três meses de salários atrasados e está classificado para a próxima fase se o campeonato tivesse terminado hoje. Portanto, não me falem em falta de estrutura para fazer valer alguns comentários que não sejam em cima dos resultados de campo. Para este colunista, o que vale são os resultados dentro das quatro linhas e eles não aconteceram. Para fechar, quero dizer que tudo isso é apenas esporte e nada mais que isso, e no esporte tem derrotas também. O momento é negativo, mas logo num futuro próximo ele poderá ser positivo.

Sorte e liga
Tem gente que diz que sorte e liga não acontecem na bola. Mas eu acho que tem sim alguma coisa em si. Tem clube que monta um time de qualidade e não chega e em outros casos tem times com menos valor agregado e conseguem resultados melhores. No meio do esporte a gente fala que o time deu liga e contou com um pouco de sorte. Posso dizer que o Avenida não teve nem um e nem o outro, ou seja, sem sorte e nem liga. A bola realmente não quis entrar de jeito nenhum.
 
Falam e nada fazem para ajudar
O momento é de cobranças de todos os lados e algumas desmedidas. Vendo pelas redes sociais, onde todo mundo se acha no direito de criticar e criticar as pessoas sem ao menos ter um respaldo para isso, vejo que alguns querem a saída da família Eich. Todos têm direito de protestar e criticar aquilo que entendem não estar certo. Faz parte, é do jogo e concordo com esta democracia. Agora é preciso raciocinar perante aos fatos que são colocados. Ei que o momento é triste para os torcedores, contudo, a família Eich tem feito de tudo para manter o Avenida vivo e participando dos campeonatos. Será que o Jair Eich não estaria cansado de tudo isso e também gostaria de parar um pouco? Tirar férias como todos fazem ou descansar a cabeça por um tempo? Como ficaria sem a sua presença no clube? Teria time de futebol? Não é nenhum tipo de terror, apenas estou questionando os críticos.
 
Quem seria o cara ideal?
Partindo da saída do Jair Eich do Avenida (como alguns gostariam), alguém poderia apontar um nome que reúna condições para tocar o futebol do clube? Estou pedindo apenas um nome e não é muito, apenas um nome que possa fazer futebol e arcar com os custos de manter um time ativo e sem sequer participar de algum campeonato?