Edição do dia 15/11/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

CTG Tiarayu é o grande campeão do Enart
VARIEDADES - Candeeiro da Amizade, de Vera Cruz, venceu a força B
CTG Lanceiros evidencia os direitos da Mulher
VARIEDADES
Inicia mais um Enart
GERAL - A 34ª edição do evento reúne em Santa Cruz do Sul os apaixonados pela cultura gaúcha
ACI: Gabriel Borba é aclamado presidente
GERAL - Ele estará à frente da entidade junto com o vice, César Cechinato, para o biênio 2020-2021
Copa Lisaruth 20 anos tem segunda rodada
ESPORTES
Cestinha Sesi/Unisc disputa o 2º turno das semifinais
ESPORTES
O Avenida ainda não confirmou a sua participação na Divisão de Acesso
ESPORTES
Dia de confirmar classificação
ESPORTES
Regional 2019: Fim de semana tem clássico em Vale do Sol
ESPORTES
Solled Energia ganha o principal prêmio brasileiro do setor
EMPRESARIAL
Secult abre novo prazo para cadastro de entes culturais
VARIEDADES
Marista São Luís é destaque e traz prêmios a Santa Cruz Do Sul
ESPORTES - Somente no Maristão, realizado em Porto Alegre, Colégio conquistou sete premiações
Excelsior: Casa do Cliente foi inaugurada
EMPRESARIAL
Por mês, operação do Rapidinho gera 94 mil advertências
GERAL - Valores ficam pendentes no sistema e precisam ser regularizados pelos usuários
Disputa das finais inicia neste sábado
ESPORTES - Campeões serão conhecidos após jogos de ida e volta nas categorias veterano, feminino e livre
Saúde recebe R$ 150 mil da Câmara
SAÚDE
Mostra do Cerest tem trabalho desenvolvido em Novo Cabrais
GERAL
Palestra debate o Direito sucessório do cônjuge e da união estável
GERAL

"Não concordo com a fusão" - Focando no Esporte com Júlio Mello

Júlio Mello trata de fusão entre a dupla Ave-Cruz, Avenida no Gauchão 2015 e Assaf na sua coluna de hoje

Focando no Esporte - Júlio Mello - 06/04/2012

Não concordo com fusão
Os mais incrédulos dizem que está tudo acabado e que teria que ter uma fusão de equipes em Santa Cruz. Uma ideia que só podia partir de quem não conhece a história e muito menos a real situação das equipes e daqueles que realmente fazem o esporte nesta terra. Não se pode fazer uma terra arrasada a cada desclassificação de uma equipe, isso faz parte do esporte. Se fosse assim, Inter e Grêmio deveriam se fundir a cada perda de campeonato. E outra, os mesmos que falam este tipo de coisa não contribuem com nada diretamente nos clubes da nossa cidade. Falo da Assaf, Avenida, Santa Cruz e Corinthians que estão penando para sobreviver e ainda bem que temos alguns gladiadores seguindo lutando contra os críticos e parte da imprensa de Santa Cruz, que se acha profissional demais e não consegue conviver com os altos e baixos dos nossos clubes. Aliás, na hora de pedir patrocínios são bons, afáveis, conciliadores, conselheiros e até mesmo amigos dos presidentes, e depois, é só pedra sobre pedra. Mas para tudo existe um limite. Avenida, Assaf, Corinthians e Galo devem continuar seguindo e trabalhando, mesmo que aconteça algum contratempo em seus caminhos. Fusão não é uma boa.

Avenida segue sua vida

O Avenida está de volta para a Divisão de Acesso e não existe nenhum pudor quando a isso. Até porque é apenas uma partida de futebol, ninguém morreu e ninguém vai morrer por isso. Derrotas, empates e vitória fazem parte do cotidiano esportivo. No ano que vem teremos o Periquito de novo atuando pelos campos do nosso estado e representando bem a nossa cidade, mesmo com os amargurados da vida dando pitaco errado e com alguns torcedores achando que os jogos devem ter ingressos a pão de ló. Ou seja, a troco de nada. Todo mundo se acha no direito de dar pitaco e até mesmo agredir os dirigentes de futebol pela internet, mas até hoje não vi, e dificilmente vou ver, um destes torcedores criados em apartamentos se dirigir ao clube e questionar a diretoria de quanto é gasto com folha de pagamento, deslocamentos, alimentação, hotel, empregados, arbitragens e compromissos com os fornecedores. Não só para saber o real gasto disso tudo, mas também para dizer que poderia contribuir com alguma coisa além de pagar o seu ingresso. Por outro lado, estes mesmos que criticam o sobe e desce do Avenida, deveriam se associar ao clube e parar com esta choradeira de valores de ingressos. Se amam tanto assim o Avenida, é só chegar na secretaria e se associar. Ajudaria muito mais assim do que ficar chiando pelas redes sociais. E outra, se são tão durões assim, porque não pedem uma reunião com a direção do clube para saber os custos e benefícios de jogar um campeonato Gaúcho. Cara a cara é a melhor coisa a se fazer.

Gostei e os jogadores também

Não gosto de defender com unhas e dentes alguns nomes para treinar o Avenida ou o Santa Cruz, mas de fato, acho que o Titi fez um bom trabalho nos dias em que eu convivi com ele. Quando falo em trabalho eu não analiso somente os jogos e sim o dia a dia. Coisa que poucos representantes da imprensa acompanham. Acho que o Titi tem tudo para continuar no Periquito ano que vem. Tem bom relacionamento com todos da diretoria e comissão técnica do clube. Sabe se portar como comandante de uma comissão técnica e gosta de trabalhar com todos que estiverem a sua disposição.

O que fazer?

A Assaf não vive bom momento neste início de temporada, bem diferente de outros anos, quando os jogadores largaram bem na Copa dos Vales e fizeram um início de Série Ouro brilhante. Os problemas só apareciam depois no meio do ano. Agora parece que tudo começou ao mesmo tempo. Problemas extra quadra e o time mau dentro dela. O que fazer? Esta é a pergunta que se faz neste momento? Mas para quem mesmo vamos perguntar?