Edição do dia 14/06/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Com dois jogadores a menos, Avenida arranca empate em Caxias
ESPORTES - Periquito decidirá mata-mata dentro dos Eucaliptos
Santa Cruz empata e está fora da Segundona
ESPORTES - Galo ficou no 0 a 0 com o Guarany, em Bagé
Endurance Brasil: Xandy e Xandinho Negrão continuam líderes
ESPORTES - Pai e filho fecham a terceira etapa de Santa Cruz do Sul com pódio e mantêm a liderança na geral e na categoria GT3
Pinheiral leva o bicampeonato no Futebol Sete Master da Lifasc
ESPORTES - Equipe derrotou o Linha Santa Cruz na decisão, por 4x3 de virada, em partida eletrizante
De camisa branca, o Brasil vence na estreia
ESPORTES - Seleção fez 3 a 0 sobre a Bolívia pela Copa América
Brique da Praça completa 10 anos de atividades
GERAL
Luizinho Ruas ingressa com projeto que declara Coomcat de utilidade pública
GERAL
Copa Cidade Miller Supermercados tem dois jogos no domingo
ESPORTES - Partidas são válidas pela primeira fase do certame
Santa Cruz do Sul está em estado de alerta
SAÚDE - Com 62 notificações da doença, município realiza ações intensas de combate ao mosquito, mas, a colaboração da população é fundamental
Residencial Bem-Viver: um sonho para a terceira idade
GERAL - Para finalizar as obras do complexo a ajuda de parceiros é necessária
Qualidade e bom atendimento em novo endereço
GERAL
Inscrições para representantes encerram dia 19 de junho
GERAL
Unisc desenvolve atividades na escola José Mânica
GERAL
Florais Quânticos são o tema de curso neste final de semana
GERAL
Predilar: Há 32 anos tornando seu sonho realidade
GERAL
Sincotec-Varp realiza curso intensivo
GERAL
Atitude humana
EDITORIAL
Ter metas desafiadoras é um estímulo para potencializar a gestão do negócio
GERAL

Torneio na zona sul

Focando no Esporte - Júlio Mello - 18/08/2015

Torneio na zona sul
 
A direção do Boca Junior realizou no final de semana um torneio de futsal e teve sucesso no evento. Participaram do torneio 10 equipes, onde foram jogadas 24 partidas. Um bom público prestigiou a organização. Eu estive lá para conferir de perto os boleiros de final de semana. A premiação quem ofereceu foi a Rauber Joalheiros do meu amigo Rafael Rauber, que é meu parceiro desde os tempos em que a loja dele ficava na Tenente Coronel Brito. Hoje já tem três anos que a Rauber Joalheiros está na Ramiro Barcelos, em frente ao Miller Supermercados. Uma empresa de tradição em nossa cidade. Um muito obrigado pela parceria.
 
Preparação física é fraca
 
Estou falando que a preparação do Inter é muito deficitária já tem um dois meses ou mais. Os jogadores colorados praticamente se arrastam em campo. Não tem força, explosão e muito menos velocidade. Ou seja, nenhum quesito para jogar futebol. Nem para campeonato curto e nem longo. Na semana passada, logo depois da saída do técnico Diego Aguirre, que para mim foi tarde, um diretor do Inter, como se descobrisse um ovo de colombo, disse que a preparação física estava ruim. Ora, meu amigo, se sabia desta condição, esperou o time perder uma Libertadores e ficar fora da disputa do Brasileirão para daí ver o que estava dando errado? Aí é estar contra a própria instituição. Ainda tem tempo para recuperar os jogadores e fazer o time jogar como um verdadeiro clube de primeira divisão.
 
Novo comando no Inter

A troca da comissão técnica do Inter se fazia necessária. Isso era uma obviedade, contudo o momento não foi oportuno. Creio que o Vitório Piffero se precipitou e atuou na hora errada. Contudo, para este colunista, time de futebol tem que ter ritmo e entrosamento e ninguém me tira isso da cabeça. Sempre que falei de futebol com técnicos e presidentes, o que se pede é exatamente isso, entrosamento e ritmo. Justamente o que não tinha no Inter de Aguirre. Portanto, não tinha como o Inter ganhar alguma coisa. Vamos ver se Argel consegue entrosar um time até o final do Brasileirão.

Técnico e time

Diferente do Inter, o Grêmio de Roger está jogando mais e melhor porque tem uma diferença bem pontual. Eu explico: no Grêmio, todos sabem o time titular e não tem nenhum diretor ou membro de diretoria se intrometendo na escalação deste ou aquele jogador. Alguém lembra quem é o diretor de futebol do Grêmio ou o seu vice de futebol? O leitor certamente ficou penando um bom tempo para lembrar. No Grêmio, só o treinador fala sobre o time e o que se fala são coisas dentro das quatro linhas. Isso é futebol, quando dirigente começa a falar demais é porque tem algo errado. O que vem acontecendo no Inter: tem diretor falando demais e time jogando de menos.