Edição do dia 19/06/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Copa CFC Celso tem rodada em Alto Linha Santa Cruz, no domingo
ESPORTES - Líder João Alves encara o Rio Pardinho na primeira partida da tarde
Mundial Unisc de futsal feminino ocorre neste final de semana
ESPORTES
Copa Cidade: Esmeralda vence o Unidos da Villa
ESPORTES - Jogo aconteceu no estádio da Timbaúva, no Arroio Grande
Portaria amplia setores com trabalho permanente no domingo e feriado
GERAL - A portaria está publicada no Diário Oficial desta quarta-feira
Brasil empata com a Venezuela pela Copa América: 0 a 0
ESPORTES - Líder do Grupo A, Canarinho volta a campo sábado (22), contra o Peru
'Joga Pouco, Ajuda Muito' acontece nesta quinta
ESPORTES
Segundona Gaúcha: Presidente do Galo lamenta desclassificação
ESPORTES
Série D do Brasileiro: Avenida segue forte
ESPORTES - Direção espera estádio lotado para decidir vaga no segundo jogo, em casa, contra o Caxias
Computação Desplugada é realidade em escolas públicas de Santa Cruz do Sul
EDUCAÇÃO - Material didático do projeto Computação na Educação foi lançado na tarde desta terça-feira, 18, na Unisc
Ensino das escolas é discutido em todo o país
EDUCAÇÃO
Thiago Porto: enaltecendo a cultura santa-cruzense
VARIEDADES - Com mais de um milhão de visualizações no YouTube músico se prepara para mais um lançamento
Restaurante Mafalda: há 18 anos servindo gastronomia de qualidade
GERAL - O estabelecimento conta com buffet tradicional e buffet para viandas
Oficina de Apoio às Famílias será na próxima terça-feira
GERAL - O Riovale Jornal entrevistou a advogada Dra. Andjanete L. Mess Hashimoto, que explica o procedimento das atividades
Câmara aprova projeto de segurança
GERAL
Mercur chega aos 95 anos com livro publicado
EMPRESARIAL - Curso para inspirar um mundo mais colaborativo também foi disponibilizado
Corpus Christi: Fé e arte para celebrar a data
RELIGIÃO - Celebração inicia às 9 horas com missa na Catedral São João Batista e após procissão segue pelas principais ruas
Quem é contra a reforma da Previdência Social não é contra o Brasil
OPINIÃO
Um novo INSS
OPINIÃO

O país continua melhor que antes

Um Passo a Mais - João Pedro Schmidt - 04/07/2015

O Brasil atravessa uma fase de retração econômica e uma severa crise política. O pessimismo contaminou parcela da população quanto ao quadro nacional dos dias atuais e às expectativas acerca do futuro próximo. 
Para os bem jovens é difícil saber o tamanho dos problemas atuais. Quem não viveu a dureza e as agruras sociais da ditadura e dos governos Sarney, Collor, Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso tende a pensar que o momento atual é dos piores que o país viveu nas últimas décadas. É um claro engano, induzido por má fé ou por desconhecimento. O país continua muito melhor para os brasileiros do que no início do século. 
Melhor ou pior é, em parte, uma questão de ótica pessoal. Mas, os indicadores de políticas públicas nos ajudam a avaliar as entre o período de Lula e Dilma e o período anterior, do governo FHC. Dados apresentados em matéria do Blog da Cidadania (29/06/2015) e de outras fontes oficiais permitem comparar aspectos de antes e de agora em termos de economia e do quadro social. Vejamos.
- Produto Interno Bruto:2002 – R$ 1,48 trilhões; 2014 – R$ 5,52 trilhões.
- PIB per capita:2002 – R$ 7,6 mil; 2014 – R$ 24,1 mil.
- Dívida líquida do setor público:2002 – 60% do PIB; 2013 – 36,7% do PIB.
- Lucro do BNDES:2002 – R$ 550 milhões; 2014 – R$ 8,5 bilhões.
- Lucro do Banco do Brasil:2002 – R$ 2 bilhões; 2013 – R$ 11,2 bilhões. 
- Lucro da Caixa Econômica Federal:2002 – R$ 1,1 bilhões; 2014 – R$ 7,1 bilhões.
- Produção de veículos:2002 – 1,8 milhões; 2014 – 3,1 milhões.
- Investimento estrangeiro direto:2002 – 16,6 bilhões de dólares; 
2014 – 42 bilhões de dólares.
- Reservas internacionais:2002 – 37 bilhões de dólares; 2014 – 363 bilhões de dólares.
- Índice Bovespa:2002 – 11.268 pontos; 2014 – 50.007 pontos.
- Empregos gerados:governo FHC – 627 mil/ano; governos Lula e Dilma – 1,79 milhões/ano. 
- Taxa de desemprego:2002 – 12,2%; 1º trimestre de 2015 – 7,9%.
- Valor de mercado da Petrobras:2002 – R$ 15,5 bilhões; maio 2015 – R$ 44,4 bilhões.
- Falências requeridas em média/ano:governo FHC – 25.587; governos Lula e Dilma – 5.795.
- Salário mínimo:2002 – R$ 200 (1,42 cestas básicas); 2014 – R$ 724 (2,24 cestas básicas).
- Posição entre as economias do mundo:2002 – 13ª; 2014 – 7ª posição.
- Passagens aéreas vendidas:2002 – 33 milhões; 2013 – 100 milhões.
- Exportações:2002 – 60,3 bilhões de dólares; 2014 – 225,1 bilhões de dólares.
- Desigualdade Social:Governo FHC – Queda de 2,2%; Governo PT – Queda de 11,4%.
- Taxa de pobreza:2002 – 34%; 2013 – 11,2%.
- Taxa de extrema pobreza:2003 – 15%; 2013 – 5,9%. 
- Taxa de mortalidade infantil:2002 – 25,3 em 1000 nascidos vivos; 2014 – 14,4 em 1000 nascidos vivos.
- Número de estudantes no ensino superior:2003 – 3,5 milhões; 2013 – 7,3 milhões. 
Esses dados não expressam toda a complexa realidade do país. São, todavia, suficientes para evidenciar o quanto avançamos na economia e no plano social. E servem de alerta: não podemos retroceder!