Edição do dia 20/08/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Lançamento da 32ª edição acontece hoje à noite
VARIEDADES - Com o tema Literatura em Rede, a Feira do Livro ocorre entre os dias 4 a 10 de setembro na Praça Getúlio Vargas
Aula inaugural marca início da primeira turma da Escola de Gestão
GERAL
Missão em Israel é tema de aula inaugural na Unisc
ECONOMIA
1º Seminário Desafios do Empreendedor ocorre em Santa Cruz do Sul
GERAL - O evento será realizado dia 29 de agosto, no Hotel Charrua
Santa Cruz receberá desafio de carros superesportivos
GERAL - Encontro ocorre no feriado, de 7 de setembro, no Aeroporto Luiz Beck da Silva, em Linha Santa Cruz. Provas reunião carros superesportivos de alto desempenho
Professor da Unisc lança documentário sobre cicloviagem na Carretera Austral
GERAL
Entenda a guerra contra o cigarro no Brasil
GERAL - Tentativas frustradas de favorecer o setor e impasses judiciais têm causado preocupação
Hidroginástica: Sesc oferece aulas em parceria com a Raia 7 Centro Aquático
GERAL
Copa HB20: Sena Jr. vence e Roncen chega em 7º
ESPORTES
MB Challenge: Correndo em casa, Fernando Jr. conquista pódio
ESPORTES
Lifasc: Semifinalistas definidos
ESPORTES
Assaf sofre derrota em Venâncio Aires
ESPORTES
Avenida chega na semana de estreia na Copinha
ESPORTES
Cras Integrar do Bairro Bom Jesus realizou formatura de inglês
EDUCAÇÃO
Abertas inscrições para Reunião sobre Plantas Bioativas
GERAL
Palavra puxa Palavra é tema de evento
GERAL
Mais de 900 mil reais serão investidos
GERAL - Valor será aplicado em livros e praça de brinquedos
Rodada aborda a Lei de Proteção de Dados
GERAL

O país continua melhor que antes

Um Passo a Mais - João Pedro Schmidt - 04/07/2015

O Brasil atravessa uma fase de retração econômica e uma severa crise política. O pessimismo contaminou parcela da população quanto ao quadro nacional dos dias atuais e às expectativas acerca do futuro próximo. 
Para os bem jovens é difícil saber o tamanho dos problemas atuais. Quem não viveu a dureza e as agruras sociais da ditadura e dos governos Sarney, Collor, Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso tende a pensar que o momento atual é dos piores que o país viveu nas últimas décadas. É um claro engano, induzido por má fé ou por desconhecimento. O país continua muito melhor para os brasileiros do que no início do século. 
Melhor ou pior é, em parte, uma questão de ótica pessoal. Mas, os indicadores de políticas públicas nos ajudam a avaliar as entre o período de Lula e Dilma e o período anterior, do governo FHC. Dados apresentados em matéria do Blog da Cidadania (29/06/2015) e de outras fontes oficiais permitem comparar aspectos de antes e de agora em termos de economia e do quadro social. Vejamos.
- Produto Interno Bruto:2002 – R$ 1,48 trilhões; 2014 – R$ 5,52 trilhões.
- PIB per capita:2002 – R$ 7,6 mil; 2014 – R$ 24,1 mil.
- Dívida líquida do setor público:2002 – 60% do PIB; 2013 – 36,7% do PIB.
- Lucro do BNDES:2002 – R$ 550 milhões; 2014 – R$ 8,5 bilhões.
- Lucro do Banco do Brasil:2002 – R$ 2 bilhões; 2013 – R$ 11,2 bilhões. 
- Lucro da Caixa Econômica Federal:2002 – R$ 1,1 bilhões; 2014 – R$ 7,1 bilhões.
- Produção de veículos:2002 – 1,8 milhões; 2014 – 3,1 milhões.
- Investimento estrangeiro direto:2002 – 16,6 bilhões de dólares; 
2014 – 42 bilhões de dólares.
- Reservas internacionais:2002 – 37 bilhões de dólares; 2014 – 363 bilhões de dólares.
- Índice Bovespa:2002 – 11.268 pontos; 2014 – 50.007 pontos.
- Empregos gerados:governo FHC – 627 mil/ano; governos Lula e Dilma – 1,79 milhões/ano. 
- Taxa de desemprego:2002 – 12,2%; 1º trimestre de 2015 – 7,9%.
- Valor de mercado da Petrobras:2002 – R$ 15,5 bilhões; maio 2015 – R$ 44,4 bilhões.
- Falências requeridas em média/ano:governo FHC – 25.587; governos Lula e Dilma – 5.795.
- Salário mínimo:2002 – R$ 200 (1,42 cestas básicas); 2014 – R$ 724 (2,24 cestas básicas).
- Posição entre as economias do mundo:2002 – 13ª; 2014 – 7ª posição.
- Passagens aéreas vendidas:2002 – 33 milhões; 2013 – 100 milhões.
- Exportações:2002 – 60,3 bilhões de dólares; 2014 – 225,1 bilhões de dólares.
- Desigualdade Social:Governo FHC – Queda de 2,2%; Governo PT – Queda de 11,4%.
- Taxa de pobreza:2002 – 34%; 2013 – 11,2%.
- Taxa de extrema pobreza:2003 – 15%; 2013 – 5,9%. 
- Taxa de mortalidade infantil:2002 – 25,3 em 1000 nascidos vivos; 2014 – 14,4 em 1000 nascidos vivos.
- Número de estudantes no ensino superior:2003 – 3,5 milhões; 2013 – 7,3 milhões. 
Esses dados não expressam toda a complexa realidade do país. São, todavia, suficientes para evidenciar o quanto avançamos na economia e no plano social. E servem de alerta: não podemos retroceder!