Edição do dia 20/08/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Lançamento da 32ª edição acontece hoje à noite
VARIEDADES - Com o tema Literatura em Rede, a Feira do Livro ocorre entre os dias 4 a 10 de setembro na Praça Getúlio Vargas
Aula inaugural marca início da primeira turma da Escola de Gestão
GERAL
Missão em Israel é tema de aula inaugural na Unisc
ECONOMIA
1º Seminário Desafios do Empreendedor ocorre em Santa Cruz do Sul
GERAL - O evento será realizado dia 29 de agosto, no Hotel Charrua
Santa Cruz receberá desafio de carros superesportivos
GERAL - Encontro ocorre no feriado, de 7 de setembro, no Aeroporto Luiz Beck da Silva, em Linha Santa Cruz. Provas reunião carros superesportivos de alto desempenho
Professor da Unisc lança documentário sobre cicloviagem na Carretera Austral
GERAL
Entenda a guerra contra o cigarro no Brasil
GERAL - Tentativas frustradas de favorecer o setor e impasses judiciais têm causado preocupação
Hidroginástica: Sesc oferece aulas em parceria com a Raia 7 Centro Aquático
GERAL
Copa HB20: Sena Jr. vence e Roncen chega em 7º
ESPORTES
MB Challenge: Correndo em casa, Fernando Jr. conquista pódio
ESPORTES
Lifasc: Semifinalistas definidos
ESPORTES
Assaf sofre derrota em Venâncio Aires
ESPORTES
Avenida chega na semana de estreia na Copinha
ESPORTES
Cras Integrar do Bairro Bom Jesus realizou formatura de inglês
EDUCAÇÃO
Abertas inscrições para Reunião sobre Plantas Bioativas
GERAL
Palavra puxa Palavra é tema de evento
GERAL
Mais de 900 mil reais serão investidos
GERAL - Valor será aplicado em livros e praça de brinquedos
Rodada aborda a Lei de Proteção de Dados
GERAL

Sindicato das instituições comunitárias

Um Passo a Mais - João Pedro Schmidt - 12/09/2015

Tem importante significado a iniciativa das universidades comunitárias do Rio Grande do Sul em criar um sindicato patronal próprio, separando-se das instituições privadas. Pode ser o prenúncio de um movimento mais amplo: o da organização das entidades do terceiro setor em fóruns de representação específicos, distintos dos fóruns das empresas privadas. 
A iniciativa de criar um sindicato patronal de Mantenedoras de Instituições Comunitárias de Ensino Superior está legitimada pela Lei das Instituições Comunitárias de Educação Superior - Lei 12.881/2013, que dispõe sobre a definição, qualificação, prerrogativas e condições de cooperação dessas instituições com o poder público. É uma lei inovadora, conquistada após anos de luta, que rompe no âmbito da educação superior com um traço tacanho da nossa cultura política e jurídica: o de considerar “privadas” as organizações criadas pela sociedade para atender finalidades públicas, coletivas. Essas organizações devem ser vistas como “terceiro setor”, diferentes do “primeiro setor” (setor público estatal) e do “segundo setor” (setor privado).
Pela Lei 12.881/2013, as universidades comunitárias não são privadas. Elas constituem um segmento social e econômico específico. Por isso, é coerente que as comunitárias tenham seu sindicato patronal próprio, separado do SINEPE/RS – Sindicato do Ensino Privado, instituição filiada à FENEP - Federação Nacional das Escolas Particulares.
A mistura entre entidades privadas e entidades comunitárias prejudica a compreensão do povo acerca do que é próprio de umas e de outras. A mistura favorece a confusão e dificulta um discurso próprio de cada qual. Aliás, falando de modo genérico, tem muito dirigente de entidade sem fins lucrativos que usa a mesma retórica das entidades privadas lucrativas.
A distinção é nítida. As entidades privadas (particulares) são aquelas que têm proprietário(s) particular(es), que visam lucro, a ser apropriado pelo(s) proprietário(s). As entidades comunitárias são associações ou fundações que pertencem à sociedade civil e visam finalidades coletivas (educação, saúde, cultura e outras), com reinvestimento do resultado econômico na própria organização. 
A separação de comunitárias e privadas em fóruns representativos próprios não se apoia em nenhum julgamento moral do tipo umas são “boas” e outras são “más”. O terceiro setor não é “melhor” que o setor privado. Eles se diferenciam por suas características e razões de ser.
A criação do Sindicato das Comunitárias, portanto, deve ser vista como inovação de um setor que busca uma identidade pública própria, que não quer mais ser confundido com o setor privado. Se o novo sindicato vai tratar os empregados (professores) das universidades comunitárias de um modo “melhor” que o Sinepe, isso é algo que o tempo mostrará. 
Há uma polêmica envolvendo a criação do novo sindicato, que não prejudica o argumento apresentado até aqui. A polêmica envolve a inclusão na nova entidade sindical das mantenedoras de instituições “sem fins lucrativos”. Esse termo (sem fins lucrativos) é mais amplo e abrange as escolas, que não estão regradas pela Lei 12.881/2013. O aspecto legal dessa junção é discutível, mas conceitualmente ela se justifica: as comunitárias e as organizações sem fins lucrativos fazem parte do terceiro setor.