Edição do dia 18/02/2020

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

RGE na Praça estará em Santa Cruz nesta terça-feira
GERAL
Lixo eletrônico será recolhido nos bairros
GERAL
Avenida já projeta amistoso contra o Passo Fundo
ESPORTES - Treinador quer diminuir os erros visando a estreia em março
Terreiro realiza festa de Yemanjá
RELIGIÃO
Mantenedora do CVV em Santa Cruz necessita de doações
SAÚDE
Quantas famílias são beneficiadas com aluguel social?
GERAL
Projeto também chega ao CRAS Beatriz
GERAL
Inscrições abertas para a oficina de costura
GERAL
Campanha incentiva doação de órgãos
SAÚDE
HSC abre edital para 2ª chamada da residência médica
SAÚDE
Corte a gordura, não corte os músculos
OPINIÃO
O Imposto do pecado (parte 2)
OPINIÃO
A vida é irônica
EDITORIAL
Amigos do Cinema retorna nesta terça-feira
VARIEDADES
Bailinho da Borges reúne 12 mil foliões
GERAL - Realizado no último sábado, 15, grande público marcou presença com fantasias e adereços carnavalescos
Concurso da prefeitura movimenta Santa Cruz
GERAL - Certame gerou grande fluxo de pessoas e focos de congestionamentos na cidade
NPOR incorpora novos alunos
GERAL - Cerimônia foi realizada na manhã de ontem no Pátio Duque de Caxias
Sinprom projeta ano letivo da categoria
EDUCAÇÃO

Focando No Esporte

Focando no Esporte - Júlio Mello - 31/03/2017

O  jogo pela Vida

Estive no meio da semana no Hospital Ana Nery para conferir o lançamento do projeto da entidade de realizar uma partida e futebol, denominada: “Vida e esperança em Santa Cruz do Sul”. Será no Estádio dos Plátanos com a presença de craques do passado e alguns bem recentes. O Bolívar, por exemplo, parou de jogar não faz muito tempo. Ainda teremos Marcelo Rosa, Fabiano, Almir, Nildo, Magno, Flávio Conceição, Alex Xavier, Rivarola e Rivelino. Fui recebido pelo diretor-executivo do Hospital, Gilberto Gobbi, e a jovial Vanessa Müller. No dia 6 de maio, a partir das 13h30min, o Hospital Ana Nery promoverá o evento beneficente Futebol Pela Vida. Na programação, uma partida de futebol feminino, atração musical e a disputa entre ex-jogadores profissionais e atletas amadores. A programação está prevista para começar às 15h30min.

Gilberto Gobbi e Jaime Rothmund, do Hospital Ana NeryGilberto Gobbi e Jaime Rothmund, do Hospital Ana Nery Crédito: Julio Mello

 


 

Experiente Marciel volta ao time amanhãExperiente Marciel volta ao time amanhã Crédito: Julio MelloAs estrelas jogam contra quem?

O time da comunidade será formado por atletas amadores, acima de 40 anos, que deverão adquirir o fardamento, antecipadamente, pelo valor de R$ 250 (serão comercializados 30 fardamentos). Ele pode ser adquirido com representantes do FC Santa Cruz no Estádio dos Plátanos. Portanto, se o leitor tiver interesse, corra até os Plátanos e compre o seu fardamento. Uma baita jogada da direção do Hospital, parabéns pela ideia.

Ingressos onde?

Os ingressos estarão à venda pelo site: portal.superingresso.com.br a R$ 20 (inteiro) e R$ 10 (meio ingresso). O Futebol Pela Vida conta com patrocinadores Ouro (Afubra, Miller Supermercados, Cigha e Gasima) e com patrocinadores Prata (GAM, Belfactus e Associação dos Funcionários do Hospital Ana Nery). 

Objetivo?

A campanha Pela Vida, do Hospital Ana Nery, tem como objetivo arrecadar valores para o Centro de Oncologia Integrado. Através da iniciativa, melhoras significativas na estrutura da instituição foram realizadas, como a conclusão das obras do COI - Ambulatório. O espaço, atualmente, conta com consultórios clínicos e cirúrgicos de diversas especialidades médicas ligadas ao tratamento de câncer. Toda esta qualificação nos espaços físicos reflete diretamente no atendimento prestado aos pacientes. Os recursos são obtidos através da venda de produtos personalizados e da promoção de eventos beneficentes.

Perfeu em casa

Fui acompanhar o jogo do Galo contra o Aimoré e cheguei cedo ao Estádio dos Plátanos. Acompanhei a euforia dos torcedores em querer vencer o adversário e buscar a liderança. Contudo, o bom time do Aimoré jogou um balde de água fria logo no primeiro minuto de jogo fazendo 1x0. Ao final deu 3x0, e o Santa Cruz perdeu um pênalti com o Allan. O Santa Cruz estava intranquilo e o tal do Irapuan Júnior jogou demais. O torcedor berrou contra o zagueiro Sandro e o técnico Lúcio Collet.

Marciel ainda deve jogar

Não tenho nada contra nenhum jogador do Santa Cruz. Mas tenho que dizer que o sistema defensivo do Galo precisa melhorar, e muito. O veterano Marciel, que não jogou contra o Aimoré, é um dos poucos que ainda podem jogar. Ele usa a experiência a seu favor e, com certeza, orienta os demais. Não possui mais força e vitalidade para correr atrás dos atacantes, mas tem o atalho ao seu lado. Nenhum dos zagueiros no plantel possui o seu perfil. Neste time, o Mano é titular sempre.

 


 

Atacante Willian Ribeiro, em grande fase, deverá voltar ao time domingoAtacante Willian Ribeiro, em grande fase, deverá voltar ao time domingo Crédito: Julio MelloFechou a lenha no vestiário

O que aconteceu no final do jogo contra o Aimoré, no vestiário do Santa Cruz, já havia ocorrido antes. Contudo, desta vez foi pesado. Sapé e o Guilherme Santos se pegaram e, segundo uma fonte, não trocaram apenas elogios. Neste episódio, apenas o volante acertou a sua saída. Situações como estas dentro do vestiário não são boas para o ambiente. 

A culpa é dos jogadores?

O técnico Lúcio Collet direcionou os erros pela derrota do seu time para o Aimoré diretamente aos seus comandados. Ele deu nome aos bois e disse que um dos principais foi o ala Padel. Não sei se este posicionamento é o ideal para um comandante. Contudo, a pressão é grande, e certamente o momento é de afastar qualquer nuvem negra para o seu lado. 

Avenida em campo

O Avenida precisa da vitória neste domingo contra o Guarani de Venâncio Aires, às 16h, nos Eucaliptos. O Avenida continua com 9 pontos na tabela e precisa pontuar em casa. A Divisão de Acesso deste ano está muito parelha, e qualquer ponto perdido dentro de casa certamente fará falta no final.

A campanha é boa

No domingo passado, o torcedor do Inter de Santa Maria fez a sua parte. Ou seja, entendeu que a sua equipe estava fazendo uma boa campanha e compareceu ao estádio em grande número. Da mesma forma, aqui em Santa Cruz, deveria ocorrer a mesma coisa. Pois, o Avenida está entre os primeiros, e uma vitória neste domingo é muito valiosa para a classificação. Ainda mais que está tudo embolado. Certamente é um dos campeonatos mais emblemáticos dos últimos anos. Atenção, torcedor, este é o momento de mostrar força e ir ao estádio. 

 


 

Não precisa agradecer

Quando falei aqui neste espaço que a muvuca ocorrida no Bairro Arroio Grande no último domingo, ao lado do Campo do Flamengo, não tinha nada a ver com a Copa Cidade, eu estava afirmando na certeza de que a organização é boa, e certamente nada ocorreu dentro de campo. Falei não para ser diferente ou para receber elogios como foram feitos por membros da direção da Afasc, e sim por conhecer o trabalho de todos. Fui presidente do antigo Citadino e sei bem quem gosta de denegrir os nossos bairros. No ano passado, um técnico de uma das equipes do Municipal foi agredido, e nada foi falado. Independente disso, o espaço nos foi dado para falar a verdade e não iludir o nosso leitor.

Até quando?

Para quem me conhece, sabe que falei bem antes que este cidadão chamado Antônio Carlos não é treinador para o Inter. O futebol é simples e não tem que inventar nada. Nós já temos quatro meses, e o cara ainda não tem time definido. Como o Inter quer ser grande time se não ganha do Cruzeiro? Como vai subir se não demonstra um grande time? Como a entidade sempre será grande e como time? Não vi nada ainda para ser um dos que irão figurar na elite em 2018. Com esse treinador, não dá.