Edição do dia 18/02/2020

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

RGE na Praça estará em Santa Cruz nesta terça-feira
GERAL
Lixo eletrônico será recolhido nos bairros
GERAL
Avenida já projeta amistoso contra o Passo Fundo
ESPORTES - Treinador quer diminuir os erros visando a estreia em março
Terreiro realiza festa de Yemanjá
RELIGIÃO
Mantenedora do CVV em Santa Cruz necessita de doações
SAÚDE
Quantas famílias são beneficiadas com aluguel social?
GERAL
Projeto também chega ao CRAS Beatriz
GERAL
Inscrições abertas para a oficina de costura
GERAL
Campanha incentiva doação de órgãos
SAÚDE
HSC abre edital para 2ª chamada da residência médica
SAÚDE
Corte a gordura, não corte os músculos
OPINIÃO
O Imposto do pecado (parte 2)
OPINIÃO
A vida é irônica
EDITORIAL
Amigos do Cinema retorna nesta terça-feira
VARIEDADES
Bailinho da Borges reúne 12 mil foliões
GERAL - Realizado no último sábado, 15, grande público marcou presença com fantasias e adereços carnavalescos
Concurso da prefeitura movimenta Santa Cruz
GERAL - Certame gerou grande fluxo de pessoas e focos de congestionamentos na cidade
NPOR incorpora novos alunos
GERAL - Cerimônia foi realizada na manhã de ontem no Pátio Duque de Caxias
Sinprom projeta ano letivo da categoria
EDUCAÇÃO

Focando no Esporte

Focando no Esporte - Júlio Mello - 21/04/2017

Clássico, quem vence?

Se eu soubesse quem vence no domingo, eu jogaria na Mega Sena. Portanto, como diz um amigo meu: “Clássico é clássico”. Baita frase. Bom, falando sério, na verdade não existe ninguém favorito quando se joga um jogo como este. É totalmente diferente de jogar qualquer outro jogo. Envolve paixão, sentimento, torcedor, ego e tudo mais. Trata-se do jogo mais importante do ano e fica para sempre na cabeça do torcedor mais fanático. Quem ganhar vai ficar um bom tempo curtindo e falando. O que perder não vai querer nem falar de futebol. É assim e não adianta dizer que não.

Estádio lotado?

Seria bom ter um estádio lotado e cada um torcendo pelo seu time sem problema. Tudo na boa. Mas reconheço que será difícil ainda mais se tratando de Santa Cruz do Sul. Quando vem Inter ou Grêmio, lotam os estádios e aí, quando é para apoiar o time da casa, são poucos gatos pingados. Vejam a situação do Novo Hamburgo, semifinalista da Série A, disputando com o Grêmio uma vaga para jogar a final do nosso maior campeonato, e com apenas não mais que dois mil torcedores. O time do Beto Campos liderou de ponta a ponta o certame e nunca teve o estádio lotado. Aí fica difícil de fazer futebol mesmo. Sinceramente não sei como tem ainda alguns guerreiros fazendo futebol. Meu Deus, vamos ao estádio, torcedor.
 
Sempre feliz

Já falei aqui, neste espaço, o quanto está de bem com a vida o atacante Hyantony, do Avenida. Escrevi antes de ele virar goleador da Divisão de Acesso e alcançar o sucesso com as redes. Hoje o Periquito tem o melhor ataque da competição com 20 gols, e o Hyantony sozinho tem 11 gols. O cara está laureado mesmo. Sempre falo para os jogadores: quando se entra em campo, o jogador deve estar de alma lavada, de bem com o corpo, sorridente, confiante e sem mau humor. Sempre com pensamento leve e positivo. Daí sim as coisas acontecem. Por isso, Hyantony é o sucesso do momento.

Atacante sempre confianteAtacante sempre confiante Crédito: Julio Mello

 


 

Presença ilustre na Assaf

Na tarde da última terça-feira, o presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Lersch, PT, esteve visitando o treino da Assaf no Poliesportivo. O técnico Cleber Pereira e o presidente Cezar Silveira agradeceram pela visita. Paulo Lersch, por sua vez, salientou o esforço feito em prol do esporte: "Temos que valorizar o trabalho que está sendo feito. Sempre é importante apoiar a prata da casa". No final, afirmou que vai fazer de tudo para fortalecer o Projeto Pés no Chão, da Assaf. O Tricolor estreia dia 28 na Série Prata em casa contra o time de Salto do Jacuí.

Presidente compareceu no treinoPresidente compareceu no treino Crédito: Julio Mello

 


 

O Inter passou, mas...

 

Sinceramente achei que não passava. Tinha quase certeza de que o Inter deste técnico chamado Antônio Zago não passava pelo Timão em São Paulo. E não é que passou? Não gosto deste treinador, e acho o time do Inter muito comum para voltar para a Série A e, sem D’Alessandro, fica complicado. Na minha opinião falta um zagueiro, um lateral-esquerdo, mais um volante, um meia e dois atacantes de verdade. O Nico ainda pode ficar, mas o resto é de doer. O tal do Roberson, então, nem se fala. Assim como está, não volta para a Série A.

Os passos do pai

Se o filho seguir os passos do pai, vai se dar muito bem no mundo da bola. Estou falando do pequeno João Souza, filho do Geferson de Souza, muito conhecido por Redondo. Meu amigo de longa data e possui uma estrela do tamanho da China. No nosso futebol amador, dificilmente alguém vai encontrar um campo que não tenha a sua marca. O filho está no Inter, e tomara que fique para sempre. Estamos aqui na torcida. Os dois merecem.

João Souza é filho do RedondoJoão Souza é filho do Redondo Crédito: Divulgação/RJ

 


 

Liga de Basquete

O campeonato será promovido, organizado e coordenado pela Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Sul, através da Secretaria Municipal de Segurança, Cidadania, Defesa Civil e Esporte, em parceria com o União Corinthians e a Unisc. As inscrições já estão abertas e vão até o dia 5 de maio. Cada equipe poderá inscrever, no máximo, 15 atletas e, na segunda fase, cada equipe poderá acrescentar 3 atletas novos.

Tem Monte Alverne hoje e amanhã

Os confrontos das semifinais continuam. No sábado, 22, em Linha Araçá, Flor de Maio e São José se enfrentam na primeira partida da semifinal dos aspirantes. Já no domingo, 23, em Quarta Linha Nova Alta, o União recebe o Saraiva no jogo de ida dos titulares. Os jogos iniciam às 15h30.

Tem Copa Cidade também

Neste sábado jogam Faxinal x Amigos do Marcão, Belvedere x Menino Deus. No domingo tem Margarida x Esmeralda e Juventus x Bela Vista. Os jogos serão no campo do Flamengo no Arroio Grande.