Edição do dia 19/06/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Copa CFC Celso tem rodada em Alto Linha Santa Cruz, no domingo
ESPORTES - Líder João Alves encara o Rio Pardinho na primeira partida da tarde
Mundial Unisc de futsal feminino ocorre neste final de semana
ESPORTES
Copa Cidade: Esmeralda vence o Unidos da Villa
ESPORTES - Jogo aconteceu no estádio da Timbaúva, no Arroio Grande
Portaria amplia setores com trabalho permanente no domingo e feriado
GERAL - A portaria está publicada no Diário Oficial desta quarta-feira
Brasil empata com a Venezuela pela Copa América: 0 a 0
ESPORTES - Líder do Grupo A, Canarinho volta a campo sábado (22), contra o Peru
'Joga Pouco, Ajuda Muito' acontece nesta quinta
ESPORTES
Segundona Gaúcha: Presidente do Galo lamenta desclassificação
ESPORTES
Série D do Brasileiro: Avenida segue forte
ESPORTES - Direção espera estádio lotado para decidir vaga no segundo jogo, em casa, contra o Caxias
Computação Desplugada é realidade em escolas públicas de Santa Cruz do Sul
EDUCAÇÃO - Material didático do projeto Computação na Educação foi lançado na tarde desta terça-feira, 18, na Unisc
Ensino das escolas é discutido em todo o país
EDUCAÇÃO
Thiago Porto: enaltecendo a cultura santa-cruzense
VARIEDADES - Com mais de um milhão de visualizações no YouTube músico se prepara para mais um lançamento
Restaurante Mafalda: há 18 anos servindo gastronomia de qualidade
GERAL - O estabelecimento conta com buffet tradicional e buffet para viandas
Oficina de Apoio às Famílias será na próxima terça-feira
GERAL - O Riovale Jornal entrevistou a advogada Dra. Andjanete L. Mess Hashimoto, que explica o procedimento das atividades
Câmara aprova projeto de segurança
GERAL
Mercur chega aos 95 anos com livro publicado
EMPRESARIAL - Curso para inspirar um mundo mais colaborativo também foi disponibilizado
Corpus Christi: Fé e arte para celebrar a data
RELIGIÃO - Celebração inicia às 9 horas com missa na Catedral São João Batista e após procissão segue pelas principais ruas
Quem é contra a reforma da Previdência Social não é contra o Brasil
OPINIÃO
Um novo INSS
OPINIÃO

Focando no Esporte

Focando no Esporte - Júlio Mello - 09/05/2017

Ganhou o melhor

Não tenho dúvida alguma que o melhor levou a taça para casa. O Novo Hamburgo é o representante do nosso interior e representou todos os clubes. Foi merecedor de todos os elogios feitos ao clube, direção comissão técnica e jogadores. Jogaram como campeões. Jamais tiveram medo de jogar. Na final de domingo, os jogadores marcaram a saída de bola do Inter, fazendo com que este tivesse sérias dificuldades em sair jogando. O Nóia atacava em bloco e se defendia do mesmo modo. Com jogadores rodados e todos com boa estatura, eles tiveram imposição física e mental para encarar o Juventude, Caxias, Grêmio e Inter em igualdade de condições. Em nenhum momento se apequenou por ser uma equipe de interior. Demonstrou ao mundo da bola, que dentro das quatro linhas o negócio é diferente. Só jogando para ganhar. Ninguém ganha na véspera.
 
Um técnico laureado

Beto Campos é um daqueles caras que não gostam e não forçam situações para aparecer na mídia. Tranquilo e sereno como os grandes fazem. Não é marrento, pelo contrário é simples, humilde e bem paciencioso. Portanto, sabe muito bem onde pisa. Começou sua carreira praticamente como técnico do Avenida em 2007 e, de lá para cá, só teve êxitos em seus trabalhos. Como treinador este ano no Novo Hamburgo, teve vitórias importantes sobre Grêmio e Inter que valorizaram ainda mais a sua conquista. Foi o campeonato mais valorizado dos últimos tempos. O Grêmio poupou jogadores na Libertadores para jogar com força máxima contra o Nóia e acabou sendo eliminado. Contra o Inter, sempre esteve ganhando no Beira-Rio e, no jogo de volta, saiu ganhando de novo. Beto deu um banho tático no primeiro tempo em seu adversário Antônio Zago, que embora tenha jogado em grandes times, ainda não assimilou esta grandeza como treinador.

Darley Costa, Julio Mello, Beto Campos e Ivan Textor. Beto Campos, sempre que vem a Santa Cruz, visita o AvenidaDarley Costa, Julio Mello, Beto Campos e Ivan Textor. Beto Campos, sempre que vem a Santa Cruz, visita o Avenida Crédito: Divulgação/RJ

 


 

A causa era nobre

O Estádio dos Plátanos teve um jogo para matar saudades dos bons tempos do nosso futebol. Grandes estrelas desfilaram pelo gramado por uma causa bem justa. Angariar recursos para o Centro de Quimioterapia do Hospital Ana Nery. Estavam presentes jogadores da dupla Gre-Nal e até mesmo ex-atletas do próprio Santa Cruz. Entre eles estavam o ‘general’ Bolívar, ex-Inter, e o goleiro Danrlei, ex-Grêmio. Gilmar Iser, um dos grandes zagueiros que o Galo teve, também fez parte do evento. Enfim, uma boa ideia de reunir todos os grandes nomes do passado para uma partida amistosa.

Feminino também

Além das feras de antigamente, teve ainda o confronto entre o time feminino do Inter contra o Santa Cruz. A zagueira Claudinha, que era do Galo e que agora é contratada pelo Inter, foi uma das atrações. Claudinha conseguiu passar na peneira que teve no CT do Inter e hoje é uma das componentes da equipe colorada. Parabéns para a Claudinha, que está conseguindo realizar o seu sonho.

Visita ilustre no Avenida

Na tarde de ontem, o goleiro Tiago Volpi, 25 anos, atualmente no Querétaro do México, esteve no Estádio dos Eucaliptos visitando alguns dos seus amigos. Entre eles, o volante Thiago Bocão e o ala Roger. Volpi tem uma história interessante.  Em 2012, ele não jogava pelo Figueirense e soube que o então técnico Adilson Batista pediu a contratação de um goleiro e ele então resolveu agir: “Cheguei nele e pedi para falar com ele depois do treino e disse que precisava de uma chance. Uma oportunidade de ser titular em um jogo”.

Segundo ele, Batista prometeu pensar no assunto e depois iria lhe responder: “Depois das férias realmente a direção contratou o goleiro Neneca e o Adilson falou que o goleiro viria para ser o titular”. Volpi falou que num jogo contra o Botafogo pela Copa do Brasil, o goleiro Neneca não podia atuar, pois já havia jogado por outra equipe. Daí veio a tão sonhada oportunidade, ele entrou e fechou o gol. Depois disso, ele não saiu mais do gol e foi escolhido o melhor goleiro daquele ano na Série B. Subiu o Figueirense e se tornou um dos grandes do futebol mundial.

Volpi é catarinense de Blumenau, mas sua esposa é daqui de Santa Cruz e está de férias. Em 2005, ele jogou no Periquito e em 2006 no Santa Cruz, passou pelas categorias de base do Fluminense e do Esporte Clube São José, de São José dos Campos, onde se profissionalizou. Depois, passou pela Luverdense, em 2011, antes de chegar ao Figueirense e brilhar pelo clube da capital do seu estado natal. Uma bela história deste jovem. Fica a dica, não desista nunca de seus sonhos.

Rodrigo, Tiago Volpi e VillaRodrigo, Tiago Volpi e Villa Crédito: Julio Mello