Edição do dia 16/08/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Candidatas a soberanas da 35ª Oktoberfest participam de uma caminhada no centro
VARIEDADES
Gérson Vargas, Mauri Frantz e Jeferson Redondo aderem ao PSD
POLÍTICA
CDL Santa Cruz divulga vencedores do Dia dos Pais
GERAL - Promoção CDL Presente com Você fez o sorteio no final da tarde desta sexta-feira, dia 16, na Praça Getúlio Vargas
Mais uma edição do Brique da Praça acontece neste domingo
GERAL
Inscrições para o desfile cívico-militar encerram no dia 24
GERAL
Fogo simbólico chega nesta segunda-feira
GERAL
Santa Cruz agora tem uma Escola de Gestão
ESPORTES
Avenida perde jogo-treino, antes da Copinha
ESPORTES
Finalistas serão conhecidos no sábado
ESPORTES
Semifinalistas serão definidos em Rio Pardinho
ESPORTES
Tênis Clube Santa Cruz ganha reconhecimento
ESPORTES
Clássico do Vale do Rio Pardo é neste sábado
ESPORTES
Copa Truck: Santa Cruz do Sul abre terceira fase
ESPORTES
Fernando Jr. defenderá liderança correndo em casa
ESPORTES - Também haverá a Copa Truck e a Hyundai Copa HB20 movimentando o Autódromo
Dia do Escritor na Escola: um incentivo à educação
EDUCAÇÃO - Instituição realizou mais uma edição do projeto anual com escritoras santa-cruzenses
Semana da Pátria é tema de concurso nas escolas
EDUCAÇÃO
PPPs: O futuro dos serviços públicos?
GERAL - Workshop realizado na Unisc falou sobre a tendência das parcerias público-privadas
CDL Santa Cruz: Sorteio será nesta sexta
GERAL - Atividade ocorre às 17h, na Casa da CDL, na Praça da Getúlio Vargas

Focando no Esporte

Focando no Esporte - Júlio Mello - 16/05/2017

Não posso acreditar no mal

Não quero e não posso acreditar que tenha coisa preparada para este ou aquele subir de Divisão no futebol gaúcho. Nem posso pensar que possa existir este tipo de coisa. Não e não. Eu acredito no esporte limpo. Não posso acreditar em alguma coisa preparada para time A ou B nesta Divisão de Acesso. Todavia, alguns acontecimentos nos deixam com o pé atrás. O árbitro do jogo de Avenida x Esportivo lá em Bento, foi o Francisco Neto, um dos mais sérios que eu já conheci. Contudo, o segundo pênalti dado para a equipe da casa foi muito duvidoso. Um lance para ser discutido uma vida inteira. Se foi como o Francisco explicou para o repórter Adriano Júnior, de que ele viu o volante Reinaldo bloquear o adversário para não cabecear a bola, ele vai ter que dar 30 pênaltis por jogo.

Conversei com o jogador e, de forma bastante tranquila e lúcida, o atleta deixou claro que não fez falta de forma alguma. Levando em conta o que falou o jogador e o árbitro e também pelo que vejo em todos os jogos, só posso acreditar em soberba do árbitro e não em maldade. Só acho estranho que contra o Avenida alguém dá um tipo de pênalti deste porte. Quero ficar apenas no campo da incredulidade e na penumbra dos acontecimentos e não na certeza de que foi por orientação deste ou aquele dirigente. Estranho porque algumas faltas bem claras dentro da área em favor do Avenida não são marcadas e não foram marcadas durante todo o campeonato, e agora na reta final faltas inexistentes são marcadas contra.

Vejam bem, meus caros leitores. Não estou afirmando nada de forma alguma, apenas fazendo algumas conjecturas e volto a afirmar: o árbitro do jogo sempre foi um cara sério e, por sinal, meu conhecido. Tanto que recebi no final do jogo os cartões que ele utilizou durante a partida. Mas me desculpa, meu caro Francisco Neto, foi estranho demais a marcação do segundo pênalti. Com um detalhe, nem os jogadores do Esportivo acreditaram que era pênalti para eles.

Ainda está vivo

Mesmo tendo dois pênaltis contra e perdendo por 2x1, o Avenida está vivo na Divisão de Acesso e com todas as condições de passar para as semifinais da Divisão de Acesso. Um simples 1x0 já basta para o clube tentar uma das duas vagas para a primeira divisão do nosso futebol. Com todo respeito ao clube adversário, este colunista não viu nada de outro mundo no time deles. O Esportivo não possui nenhum jogador que possa desequilibrar uma partida. O atacante Zulu fez dois de pênalti, mas foi bem marcado pela zaga.
 
Não gosto de falar sobre Inter e Grêmio

Não gosto de falar sobre o futebol de Grêmio e Inter. Justamente por ter que fazer de forma superficial e somente sobre os jogos que vejo e nada mais. Não moro em Porto Alegre e nunca fui setorista de nenhum deles. Quando falei do Inter aqui neste espaço, foi devido ao fato de ele estar nas finais do Campeonato Gaúcho e o Grêmio não. Não sou fanático torcedor de nenhum time de futebol. Trabalho no esporte e sempre trabalhei de forma séria e objetiva. Já estive em todos os cantos do estado para transmitir jogos do Santa Cruz, Avenida, Corinthians e Assaf, e jamais vibrei com um gol de ambos ou cesta de dois ou três pontos do tricolor externamente. Sempre me contive nas minhas transmissões e só obtive amizades ao longo dos anos no meio esportivo. Quando apenas falei de Inter, não foi porque sou colorado, mas pela simplicidade da coisa. O Inter estava na final e o Grêmio não. Só por isso. Outra coisa, na última coluna apenas dei seguimento à minha opinião sobre o treinador colorado, que entendo que não serve. Contudo, ele segue no comando.
 
Falar o que do Grêmio?

O que tinha para falar do Grêmio? Dizer que o Grêmio estava de folga e que o Renato foi para a praia no Rio de Janeiro?  Agora com o começo do Brasileiro tem o que falar. Posso dizer, e tenho certeza disso, o Grêmio é o melhor time do Rio Grande do Sul. Por vários motivos. O primeiro porque é o único na primeira divisão. Segundo porque tem um time qualificado e reforçado. Tem no gol um cara que é seleção brasileira, uma dupla de zaga saudada por todos. Dois grandes alas na direita, Edilson e Léo Moura. Na esquerda tem o Marcelo Oliveira, que não é uma Brastemp, mas é regular. Um meio-campo que faz tempo que joga junto e no ataque Luan, campeão olímpico, e o Lucas Barrios, que nem precisa de apresentação. Portanto, gente, acalmem os corações, não sou apaixonado por Grêmio e Inter, e sim pelo meu povo do esporte aqui de Santa Cruz. Preciso é falar mesmo da Assaf, Avenida, Santa Cruz, Copa Cidade, Monte Alverne, Lifasc, futebol americano, do Big Castilho, da patinação, do atletismo, enfim de tantos outros esportes que temos em nossa cidade. A dupla de Porto Alegre, só em último caso. Abraço aos colorados e gremistas de todas as querências.
 
Tricolor joga em casa esta semana

Com muitas dificuldades, inclusive no dia a dia de treinos, a Assaf está dando seguimento ao Projeto Pés no Chão. Acreditando na prata da casa e principalmente na sobrevivência do futsal em nossa cidade. O técnico Cleber Pereira está empolgado com a chance que está tendo de comandar um grupo de jogadores feitos em casa. O projeto certamente não é para vingar imediatamente, e sim daqui a um tempo. Dar um ou dois passos para três era necessário, para que logo ali na frente se possa retomar o caminho das vitórias. Parabéns para quem acredita no esporte.

Não teve clássico na cidade

Ainda bem que choveu no final de semana. Pelo menos para este colunista. Já que eu gostaria de ver Boca x Bom Jesus pela Copa Cidade, que devido às chuvas foi cancelado. Provavelmente vai ocorrer no próximo final de semana.

Monte Alverne também não

Pelo mesmo motivo que não saíram os jogos da Copa Cidade. Em Monte Alverne as chuvas também atrapalharam os planos do departamento. São José x União nos titulares e São José x Monterrey nos aspirantes começam no próximo final de semana.

Stocksport mesmo com chuva

Pelo menos no stocksport, a chuva não atrapalhou no final de semana passado. Tivemos em Santa Cruz a segunda etapa do 11ª Campeonato Gaúcho de Stocksport – Taça Engenheiro Francisco Tamar Knak. A competição, organizada pela Federação Gaúcha Desportiva de Eisstocksport (FGDE), foi realizada no fim de semana do Dia das Mães. Os jogos reuniram atletas dos quatro clubes do Rio Grande do Sul, nas quadras do Centro Cultural 25 de Julho, no Parque da Oktoberfest, em Santa Cruz do Sul. No individual masculino o destaque foi Eduardo Schuster, em primeiro lugar com 595 pontos. No Individual feminino, em 1º lugar, ficou Nelsi Reis, com 511 pontos. Já na disputa por equipes, no feminino, em primeiro lugar ficou o CCA Lajeado e, em segundo, o CC 25 Julho 2. No masculino, deu o CC 25 Julho 1 em primeiro e em segundo, outra equipe do CC 25 Julho 2. Agora a competição para nos meses de junho e julho, para a realização das eliminatórias e da 7ª Copa América, marcada para os dias 27 a 30 de julho.

Família Knak recebeu homenagem no Gaúcho de StocksportFamília Knak recebeu homenagem no Gaúcho de Stocksport Crédito: Divulgação/RJ