Edição do dia 24/01/2020

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Brigada Militar prende suspeito com animal abatido
POLÍCIA
Saboreares: opção de qualidade o ano inteiro
EMPRESARIAL
Mecânica do Fernando: há nove anos prestando serviços de qualidade
EMPRESARIAL
Sabores deliciosos é na CremoLatto Sorvetes
EMPRESARIAL
O que você precisa saber sobre vagas para idosos e deficientes
GERAL
Cepru Unisc: Inscrições para Instrutor de Trânsito estão abertas
GERAL
Vegetação na Av. do Imigrante obstrui visão de motoristas
GERAL - Apesar de todo embelezamento, cidadãos reclamam que plantas prejudicam o trânsito
Mais seis escolas da rede municipal estão sendo revitalizadas
EDUCAÇÃO - Pintura interna e externa, aquisição de mobiliário, reforma nas quadras esportivas, instalação de playground, entre outros serviços estão sendo realizados
Vestibular solidário da Uninter ajuda escolas carentes
GERAL
Exposição fotográfica do Capsia está sendo realizada no Shopping Santa Cruz
VARIEDADES
O que o Novo Cemai terá de diferente?
SAÚDE
Campanha visa arrecadar material escolar
GERAL - Criada por um grupo de torcedores do Inter, ação se estende até o dia 15 de fevereiro
Brinqmania realiza festa beneficente para Juju
GERAL
Segunda edição do Bailinho da Borges está confirmada
VARIEDADES - O evento será realizado dia 15 de fevereiro, na Rua Borges do Medeiros
Literatura Brasileira dos Catarinenses
OPINIÃO
MP denuncia mais um vereador por 'rachadinha'
POLÍTICA - Alceu Crestani (PSDB) também teria mantido um funcionário fantasma em Monte Alverne
Aproveite seu verão no Park Nativo
GERAL
Novo valor da passagem gera controvérsia
ECONOMIA - Promotor de Defesa Comunitária vê espaço para cálculo com tarifa menor

O legado da carreira política

Um Passo a Mais - João Pedro Schmidt - 02/06/2017

A "aposentadoria eleitoral" é um fenômeno constante. Lideranças nascem, crescem e se aposentam (ou são aposentadas). Quando isso acontece costuma vir a pergunta sobre o seu legado. O que fica quando uma liderança sai de cena? O que deixa para o futuro? 

Uma forma de ver o legado da liderança política é olhar as obras que coordenou ou ajudou a realizar: edificações públicas, equipamentos de saúde ou esporte, alguma nova estrada ou ponte, asfaltamentos. Outra é observar se impulsionou ou contribuiu para a boa gestão: modernização de processos burocráticos, capacitação e boas condições de trabalho aos funcionários, zelo pela eficácia da administração, entre outros aspectos. 

Esse olhar usual é válido e relevante. A ação política precisa ser mensurada pelos resultados, mais do que pelos discursos e intenções. Mas, observar os resultados é insuficiente e pode ser enganoso. Sabemos que muitas obras inauguradas numa administração foram preparadas na administração anterior ou viabilizadas por condições financeiras criadas anteriormente. E parte deles se beneficia do que foi feito no passado sem preparar o terreno para os que vêm depois.

Mas há um elemento mais relevante: o legado de ideias, valores, princípios que devem nortear a política. Lideranças não deveriam bloquear boas iniciativas, nem apoiar retrocessos. Deveriam semear o futuro, inspirar os mais jovens, cultivar os sucessores e deixar-lhes uma herança moral-espiritual. 

Não é simples deixar uma herança moral-espiritual respeitável. Mais que de discursos depende de prática continuada e de instituir projetos voltados ao amanhã, sustentáveis, assentados na responsabilidade social. Esse legado deve incluir a noção de que o político eleito é um servidor do povo, que os assuntos públicos são de responsabilidade coletiva, o fortalecimento das comunidades, o empoderamento do cidadão comum, a opção preferencial pelos mais pobres e mais fracos, a justiça social.

Muitos políticos pouco têm a legar ao futuro. Seu horizonte é a eleição seguinte e depois a próxima. Seu personalismo fragiliza os partidos. Quando saem de cena, pouco resta. Não é por aí. Necessitamos de partidos sólidos, com linha programática clara, comprometidos com ideias duradouras mais do que com carreiras individuais. A vida de cada liderança é breve. O que fica são as instituições e elas são os veículos dos valores de que se alimenta a política.