Edição do dia 20/08/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Professor Nestor Raschen recebe o título de Cidadão Honorário
GERAL
Lançamento da 32ª edição acontece hoje à noite
VARIEDADES - Com o tema Literatura em Rede, a Feira do Livro ocorre entre os dias 4 a 10 de setembro na Praça Getúlio Vargas
Aula inaugural marca início da primeira turma da Escola de Gestão
GERAL
Missão em Israel é tema de aula inaugural na Unisc
ECONOMIA
1º Seminário Desafios do Empreendedor ocorre em Santa Cruz do Sul
GERAL - O evento será realizado dia 29 de agosto, no Hotel Charrua
Santa Cruz receberá desafio de carros superesportivos
GERAL - Encontro ocorre no feriado, de 7 de setembro, no Aeroporto Luiz Beck da Silva, em Linha Santa Cruz. Provas reunião carros superesportivos de alto desempenho
Professor da Unisc lança documentário sobre cicloviagem na Carretera Austral
GERAL
Entenda a guerra contra o cigarro no Brasil
GERAL - Tentativas frustradas de favorecer o setor e impasses judiciais têm causado preocupação
Hidroginástica: Sesc oferece aulas em parceria com a Raia 7 Centro Aquático
GERAL
Copa HB20: Sena Jr. vence e Roncen chega em 7º
ESPORTES
MB Challenge: Correndo em casa, Fernando Jr. conquista pódio
ESPORTES
Lifasc: Semifinalistas definidos
ESPORTES
Assaf sofre derrota em Venâncio Aires
ESPORTES
Avenida chega na semana de estreia na Copinha
ESPORTES
Cras Integrar do Bairro Bom Jesus realizou formatura de inglês
EDUCAÇÃO
Abertas inscrições para Reunião sobre Plantas Bioativas
GERAL
Palavra puxa Palavra é tema de evento
GERAL
Mais de 900 mil reais serão investidos
GERAL - Valor será aplicado em livros e praça de brinquedos

Bem-vindo ao passado!

Um Passo a Mais - João Pedro Schmidt - 14/07/2017

Os sinais de retrocesso no mundo do trabalho já estavam claros com a lei da terceirização ampla, aprovada pelo Congresso, em março último. Agora piorou, com a aprovação da “deforma trabalhista” do governo Temer.

Estamos rumo ao passado. Veja algumas mudanças, destacadas por especialistas em direito do trabalho.

1. Férias podem ser parceladas em até três períodos. Três períodos! 

2. Acabou o princípio da equiparação salarial para as mesmas funções, o que vai legalizar situações de remuneração diferente para negros e brancos, mulheres e homens.

3. Se recorrer à Justiça, o trabalhador terá que pagar as custas do advogado e também da perícia. Se precisar de um exame médico para provar uma lesão por trabalho, terá que pagar pelo laudo. 

4. Se faltar a uma audiência na Justiça do Trabalho, mesmo que o motivo seja justo, o trabalhador terá que pagar as custas judiciais e honorários do advogado da empresa.

5. O trabalhador pode ser contratado como pessoa jurídica. Isso permite toda sorte de sonegação de impostos, contribuições sociais, férias, 13º, FGTS, DSR, horas extras, sem direito a reclamar na Justiça.

6. A contratação por trabalho intermitente (descontínuo) vai favorecer a substituição do salário mínimo mensal pela remuneração ocasional, por dia, por tarefa.

7. O sindicato vai ficar mais fraco, mas o que ele acordar com o patronal terá que ser aceito, pois o acordo coletivo prevalecerá sobre a convenção coletiva e a lei.

8. A homologação da rescisão poderá ser feita na própria empresa, sem a presença do sindicato. Já imaginou a dificuldade de discutir valores da rescisão?

9. E olha só isto: a mulher gestante poderá trabalhar em ambiente insalubre, sob ruído, sol, poeira, desde que um médico subscreva autorização. Já pensou na sua mãe, sua irmã, sua esposa, nesta situação?

Nenhum governo, nem a ditadura militar, havia esfaqueado a CLT ao longo de 74 anos, desde sua implantação por Getúlio Vargas. O atual retrocesso é impressionante, graças ao voto de senadores como os gaúchos Lasier Martins e Ana Amélia Lemos. O que mais virá? O retorno oficial da escravidão?