Edição do dia 22/01/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Avenida empata pela segunda vez no Gauchão
ESPORTES - Periquito cedeu igualdade para o Brasil de Pelotas. Próximo jogo é domingo contra o Caxias, fora
Unisc divulga listão dos aprovados no curso de Medicina
GERAL
Secretaria de Esporte promove 1º Santa Cruz Kangoo Fest
ESPORTES
Seminário Internacional com inscrições abertas
EDUCAÇÃO
Centro de Cultura será revitalizado
VARIEDADES
Estão abertas as inscrições de produções audiovisuais de todo o RS para o 6º CineSerra
VARIEDADES
RS pede a suspensão de reajuste de juízes, promotores e defensores
POLÍTICA - Governador faz reunião de emergência e detalha crise financeira
Desenvolvimento Regional
GERAL - Unisc e Unitau promovem Doutorado Interinstitucional
Processos de cassação do direito de dirigir cresceram em 2018 no RS
GERAL
Denúncias aumentam entre dezembro e março
GERAL - Fiscalização já emitiu mais de 100 notificações sobre terrenos baldios em janeiro
As tensões na agenda
OPINIÃO
A educomunicação, o jornal e a sala de aula
OPINIÃO
Produção e difusão do conhecimento: estratégia propulsora para inovação
OPINIÃO
Dia do Aposentado: Passo a passo, a evolução da Previdência
ESPECIAIS
Apopesc investe para atrair novos associados
ESPECIAIS
Santa Cruz já pode ter cemitérios privados para animais
GERAL - A partir de agora cabe a empresas interessadas abraçar a causa
Gauchão 2019: Avenida recebe o Brasil de Pelotas
ESPORTES - Periquito, que vem de empate na primeira rodada em Veranópolis, enfrenta Xavante hoje à noite, nos Eucaliptos
Crítica à perpetuação no poder
EDITORIAL - O caso da Venezuela evidencia as consequências da ditadura

Símbolos ou palavras

Osvino Toillier - 21/07/2017

A tecnologia está trazendo incontáveis benefícios para a humanidade, a ponto de encurtar distâncias, facilitar operações, incrementar o resultado dos empreendimentos, mas também está trazendo riscos aos bons hábitos das pessoas, entre os quais, a linguagem, que foi uma conquista marcante do ser humano.

Tornamo-nos civilização a partir do momento em que dominamos a escrita e registramos tudo para a posteridade. A revelação dos hieróglifos pelo egiptólogo francês Champollion em 1822 descortinou a cultura do Egito antigo e revelou os segredos da Pedra de Roseta.

O estudo da língua materna é um desafio desde a mais tenra idade, constitutivo da própria nacionalidade, razão por que a língua portuguesa tem sempre prioridade no currículo oficial do país, sem fechar as portas para as línguas estrangeiras, em razão da conectividade planetária.

A leitura é fundamental para o domínio da língua portuguesa e melhorar o domínio do vocabulário. Só se tem condições de melhorar a expressão das ideias à medida que se aperfeiçoar o vocabulário e a sintaxe, que é a articulação das palavras. Este conjunto vai se constituir no estilo de quem escreve.

Estranhamente, porém, estamos empobrecendo, substituindo palavras e frases por símbolos em nossas comunicações, principalmente, pelo Whatsapp, onde proliferam sinais de positivo, aplausos e inúmeras opções, que remontam à época anterior ao domínio da escrita, quando nos comunicávamos por grunhidos ou algo parecido.

O mais incrível quando você pergunta pela condição de saúde de um familiar, a resposta se traduz num polegar levantado, informando, suponho, que está bem. Eu não respondo mais a este tipo de pobreza da linguagem, porque dediquei minha vida a ensinar as pessoas a dominarem a capacidade da escrita.