Edição do dia 15/11/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

CTG Tiarayu é o grande campeão do Enart
VARIEDADES - Candeeiro da Amizade, de Vera Cruz, venceu a força B
CTG Lanceiros evidencia os direitos da Mulher
VARIEDADES
Inicia mais um Enart
GERAL - A 34ª edição do evento reúne em Santa Cruz do Sul os apaixonados pela cultura gaúcha
ACI: Gabriel Borba é aclamado presidente
GERAL - Ele estará à frente da entidade junto com o vice, César Cechinato, para o biênio 2020-2021
Copa Lisaruth 20 anos tem segunda rodada
ESPORTES
Cestinha Sesi/Unisc disputa o 2º turno das semifinais
ESPORTES
O Avenida ainda não confirmou a sua participação na Divisão de Acesso
ESPORTES
Dia de confirmar classificação
ESPORTES
Regional 2019: Fim de semana tem clássico em Vale do Sol
ESPORTES
Solled Energia ganha o principal prêmio brasileiro do setor
EMPRESARIAL
Secult abre novo prazo para cadastro de entes culturais
VARIEDADES
Marista São Luís é destaque e traz prêmios a Santa Cruz Do Sul
ESPORTES - Somente no Maristão, realizado em Porto Alegre, Colégio conquistou sete premiações
Excelsior: Casa do Cliente foi inaugurada
EMPRESARIAL
Por mês, operação do Rapidinho gera 94 mil advertências
GERAL - Valores ficam pendentes no sistema e precisam ser regularizados pelos usuários
Disputa das finais inicia neste sábado
ESPORTES - Campeões serão conhecidos após jogos de ida e volta nas categorias veterano, feminino e livre
Saúde recebe R$ 150 mil da Câmara
SAÚDE
Mostra do Cerest tem trabalho desenvolvido em Novo Cabrais
GERAL
Palestra debate o Direito sucessório do cônjuge e da união estável
GERAL

Vida é para se Viver

Valério Garcia - 21/07/2017

Fomos educados somente para a vida, embora saibamos que a única coisa realmente certa para nós, é a morte. Como prepararmo-nos para isso? Será que existe entendimento e aceitação para a morte? A palavra “morte” já nos causa espanto e apreensão. Mas um dia ela chegará; de diferentes formas; em dias não pensados ou calculados.

As religiões têm suas explicações para este fenômeno, sejam elas quais forem. O tamanho de nossa fé e a credulidade que ela nos passa é que fará a diferença em nossa crença. O intrigante é o mistério já que, cientificamente, não se tem provas concretas sobre o que acontece após a morte; se é que acontece algo..

Acredito que teremos outras missões, em outros planos, outras oportunidades para acertos, outras oportunidades para melhorarmos em favor do bem e de outros semelhantes que habitaram o plano físico, assim como nós. Seria mais uma oportunidade para reparar algum mal que tenhamos feito. Aqui não somos perfeitos e com nossos erros devemos aprender cada vez mais, repassando aos nossos pequenos o conhecimento adquirido, para que eles não venham cometer esses mesmos erros num futuro próximo. Mas isto é apenas minha opinião pessoal. 

Mas antes da morte vem a Vida! E o que estamos fazendo para bem vivê-la? Tenho me perguntado isso todos os dias. Principalmente quando vejo o que ocorre em nosso mundo. Por incrível que pareça, tem gente que se aproveita dos infortúnios alheios para tirar proveito. Parece mentira, mas é verdade. A desgraça de muitos pode ser especulada para vantagens de alguns. A que ponto chegou o ser humano para minimizar a vida? Muitas pessoas só pensam em prejudicar seu semelhante para, com isso, ter um benefício próprio. Não medem esforços e não têm escrúpulos para conseguirem o que desejam, seja por bem ou por mal. O problema é que o egoísmo está sempre de mãos dadas com a falsidade e a maldade. Para algum tipo de gente o que interessa mais é a derrota de outros, do que a sua própria vitória. Quantos fatos marcantes já se passaram na vida de muita gente e que não serviu para melhorar, em nada, seus comportamentos. Nos conflitos pessoais, as pessoas deviam colocar-se no lugar do outro antes de tomarem qualquer tipo de decisão, antes de executarem qualquer tipo de atitude. A maior pobreza do ser humano, é a pobreza de espírito!

“É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã... é preciso saber viver...” são refrões de algumas músicas que merecem uma análise mais profunda. Devemos procurar o caminho do bem todo segundo, todo minuto, melhorar sempre que possível pois nunca sabemos quanto tempo ainda nos resta por aqui. O amanhã não nos pertence, o ontem não nos pertence mais, mas o hoje, ah..este sim é nosso, por isso ele é chamado de presente. Vamos valorizá-lo da melhor maneira possível, com as pessoas que estão ao nosso redor e nos querem bem. A vida é muito boa; a gente que, muitas vezes, teima em maltratá-la.

Bom final de semana.