Edição do dia 15/02/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Antes de enfrentar o Corinthians, Avenida perde em Ijuí
ESPORTES - Periquito perdeu para o São Luiz neste sábado e, na próxima quarta, tentará façanha pela Copa do Brasil
Santa Cruz goleia por 5 a 0 no primeiro amistoso
ESPORTES - Vitória sobre o Nova Prata ocorreu no Estádio dos Plátanos
Seminário aborda educação e computação
EDUCAÇÃO - Conscientização de entidades do município para a implementação de computação na educação básica foi o foco
Jornada Pedagógica abre o ano letivo
EDUCAÇÃO - Início das aulas para os alunos está marcado para segunda-feira, 18 de fevereiro
Vale admite que monitoramento em Brumadinho não funcionou
GERAL
Solled Energia projeta crescimento de 70%
EMPRESARIAL
Tampinha Legal lança ação para coleta de canudinhos
GERAL
Sala de espera foi inaugurada
SAÚDE - Com 7,5 mil procedimentos por ano, espaço qualifica o atendimento
Horário de verão chega ao fim
GERAL - Relógios devem ser atrasados em uma hora na virada de sábado para domingo
Obras do Complexo Lago Dourado avançam
GERAL - Nova etapa do projeto consiste na duplicação e ampliação da pista no entorno do espelho d
Fabiano Vencato é diretor de eventos do MTG
VARIEDADES
Negociações da Havan se intensificam
GERAL - Após o presidente da empresa solicitar apoio da comunidade nas redes sociais, entidades e instituições se mobilizam
Comandante Regional realiza visita a Prefeitura de Sinimbu
POLÍCIA
Brigada Militar prende indivíduo por Furto em Santa Cruz do Sul
POLÍCIA
KangoozeirasTop participam de rústica em Arvorezinha
ESPORTES - Débora Hesse Machado e Daniela Chagas Leotte representam a equipe no evento
Um sábado para o torcedor do Galo
ESPORTES - Santa Cruz enfrenta o Nova Prata em amistoso no Estádio dos Plátanos
A complexidade da reforma
EDITORIAL - É preciso pensar nas consequências da reforma da Previdência para a classe média e os mais pobres
Sinduscon-RS Vale do Rio Pardo prepara demandas para revisão do Plano Diretor
GERAL - Comissões estão trabalhando para sugerir alterações consideradas importantes para o crescimento do município

Primeiro: Direitos ou Deveres?

Valério Garcia - 14/07/2017

Na minha infância humilde e de morador do campo, sempre vi em meus familiares a importância do trabalho na formação de um homem. Sou do tempo que as crianças ajudavam seus pais durante o tempo que podiam ou tinham disponibilidade. E as tarefas eram múltiplas: ajudar a limpar o pátio, dar comida para a criação de galinhas, porcos e todos os animais domésticos, juntar gravetos e lenha para o fogão, limpar o galpão, entre outros. Quando chovia as atividades eram aquelas permitidas dentro de casa ou no galpão como debulhar milho, limpeza de ferramentas e utensílios. Mas e a Escola? Todos iam na Escola no turno que estavam matriculados, sem problemas. Sei que parece um pouco engraçado para alguns este assunto, mas era a realidade da época e ainda temos muito disso aqui no interior do nosso Estado. Eram os nossos deveres que vinham antes dos nossos direitos, aliás confundiam-se direitos e deveres, ambos eram nossa obrigação. 

Tínhamos nossos direitos como todos: direito à casa, alimentação, educação, brincávamos e éramos muito felizes. O respeito aos mais velhos era evidenciado e cultuado no nosso dia a dia. Nossa liberdade era plena, sabendo-se que ela terminava quando começava a do outro. A Família era o juiz e promotor ao mesmo tempo, e ela era incontestável. 

O que vemos hoje?  A família cada vez mais fragmentada no cumprimento de seus deveres e os jovens tendo cada vez mais direitos. A idade obrigatória de ingresso na Escola diminuiu de 7 para 4 anos, com várias justificativas e estudos que tentam consolidar e nos convencer desta ideia. Confunde-se a educação dos filhos, esquecendo-se que a Escola é para dar formação e conhecimento, lapidando os valores trazidos e exemplificados pela família. Quem primeiro educa deve ser a família, a Escola é para dar formação, conhecimento, incentivando e mediando o jovempara um futuro promissor! 

Essa inversão de valores está materializada nas atitudes das pessoas. É o que vemos hoje na classe política de nosso país. Pessoas que legislam pensando em si, e não no bem da coletividade. Pessoas que não tem culpa de nada, que não fizeram nada e a culpa é sempre dos outros. Quando digo isto, é para TODOS os partidos políticos, não somente para alguns, que segmentos de mídia tendenciosa, tenta desmoralizar. Se alguém fez algo de errado, que assuma e arque com as consequências, mas que essa sentença seja para todos, e não apenas para alguns.

Quero acreditar que a máxima de muitos jovens e adultos de hoje: ... “não dá nada”... , esteja com os dias contados.
Com o pensamento de nosso grande mestre Ruy Barbosa, encerro minha contribuição, desejando um futuro promissor para todos nós brasileiros: “A justiça, cega para um dos dois lados, já não é justiça. Cumpre que enxergue por igual à direita e à esquerda.” Bom final de semana.