Edição do dia 19/07/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Domingo tem Brique da Praça
GERAL
Unisc forma 16ª turma de Medicina
GERAL
Stock: Nelsinho Piquet corre pela primeira vez em Santa Cruz do Sul
ESPORTES - Piloto da equipe Texaco Full Time Sports terá experiência inédita neste fim de semana na pista gaúcha
Edição de inverno do curso Escola de formação de professores tem início na Unisc
EDUCAÇÃO
Audiência pública debate alterações no Plano Diretor
GERAL
Quatro cidades gaúchas
VARIEDADES - Quarta temporada de 'O professor pelado' tem reestreia repaginada
Domingo tem etapa da 5ª Olimpíada Rural
GERAL - Esse será o primeiro compromisso oficial das 14 candidatas a soberanas da 35ª Oktoberfest
Copa Seu Verardi
ESPORTES - Uma semana de treinos no Avenida
Rodada desta sexta vai apontar os semifinalistas
ESPORTES
Em jogo duas vagas no mata-mata da Copa CFC Celso
ESPORTES
Assaf joga nesta sexta-feira em Santa Maria
ESPORTES - Jogo foi alterado em virtude do Grenal neste sábado
Stock Car: Quinta etapa é neste final de semana
ESPORTES - Serão dois dias de atividades sem a companhia da Stock Light
Renomada professora do Serviço Social estará em Santa Cruz
GERAL
Novo Cabrais: Escola lança livro de receitas saudáveis
EDUCAÇÃO
Novo Cabrais: Pimenta visita obras e reafirma apoio ao município
GERAL - Deputado federal participou de almoço e conferiu de perto a pavimentação da Avenida Rodolfo Buss
Ascor e Prefeitura planejam nova exposição
GERAL
Colégio Mauá assume gestão da Escola Criança & Cia
EDUCAÇÃO
Prefeitura anuncia restauração do prédio
GERAL - Marcando a decisão, muda de árvore também foi plantada por alunos da rede de ensino municipal

O Homem e o Rio

Valério Garcia - 07/07/2017

Quem me conhece sabe da ligação que tenho com a natureza. Me criei para fora, como diz o gaúcho, e desde que nasci tenho contato com o campo. A interação entre os campos, matas, açudes, arroios e rios e seus componentes bióticos nos mostram uma harmonia fantástica, onde só existem problemas quando o homem começa a interferir.

A Natureza mostra para os seres humanos o caminho certo a ser seguido, onde todo o ser vivo tem sua importância e sua influência para a vida, respeitando outros componentesvitais como água, ar, temperatura, minerais entre outros. Essa interação que falamos é que garante a sustentabilidade do Planeta e a consequente manutenção da vida. Desrespeitar tudo isso é como promover nossa destruição. 

Neste final de semana tive a feliz oportunidade de passar a tarde inteira navegando no Rio Jacuí em Cachoeira do Sul, junto de meu pai com seus áureos 76 anos. Me criei pescando e acampando com ele, minha mãe e meus irmãos desde a infância. Fiquei tempo observando o rio e a vida ao seu redor. O rio é como nós, e seu curso como nossa vida.

O rio tem a sua nascente e o seu curso natural. Se bem cuidado e respeitado, terá uma trajetória de vida feliz e saudável, com toda magnitude de vidas ao seu redor: flora e fauna. O rio tem seus momentos de enchentes, assoreamentos, erosões, destruição da mata ciliar, pesca predatória enfim, seus problemas. São as turbulências de sua vida, assim como temos as nossas. Tem seus predadores e os depredadores (são os piores) que teimam em tentar destruí-lo. No nosso dia a dia, infelizmente temos pessoas que nos rodeiam com atitudes semelhantes; vemos isso todos os dias; é uma luta constante do rio e do homem para conseguirem sobreviver.

Mas o rio tem um grande diferencial: o fenômeno da Resiliência. O rio contorna seus obstáculos com maestria, superando-os em sua trajetória. Essa capacidade de adaptação e superação é que deve nos servir de ensinamento. Ser resiliente é ser forte e habilidoso na condução e superação daquilo que quer nos barrar, atrapalhar e impedir para que sigamos em frente. O rio é imponente e quando muito atacado, dá a resposta firme e forte de “querer seguir em frente”! As suas curvas, durante as cheias, abrigam aquilo que não serve para nada, geralmente lixo, mas que servirão de adubo quando ele voltar ao leito normal. Daí o ditado popular: “parece curva de rio: junta só o que não presta.” Outro ensinamento: deixemos para trás aquilo que não acrescenta algo de bom para nós; provavelmente alguém poderá aproveitar, mas que não nos atrapalhe. 

O Rio e o Homem têm muita coisa em comum, a grande diferença é que o primeiro respeita, em muito, o segundo...!

Bom final de semana.