Edição do dia 13/09/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Solidariedade declara apoio a Telmo
POLÍTICA
Saiba como ter desconto especial no IPTU do ano que vem
GERAL
A Hipnose pode auxiliar no autodesenvolvimento de forma eficaz
EMPRESARIAL - Especialista desmistificou tema e apontou benefícios da técnica no Café Empresarial
Reforma Tributária é tema da apresentação de Rigotto em Santa Cruz
GERAL
Dada a largada para a Semana Farroupilha
GERAL - Abertura aconteceu no Parque de Eventos na manhã desta sexta-feira
Fórum atrai dois secretários de Estado a Santa Cruz do Sul
GERAL - Representantes de todas as 28 regiões estiveram na Unisc nessa quinta-feira
Lino e Laila serão tema do Novo Cemai
GERAL
Aulas de autoescola com ou sem simulador de direção?
GERAL
Sessão especial para o ensino médio
VARIEDADES
Estudante de Santa Cruz conquista certificado de excelência internacional
EDUCAÇÃO
RGE instala aquecedores solares nas residências de 150 famílias
GERAL
Embarques devem superar os US$ 2 bilhões
GERAL
Depressão deve ser tratada no início, afirma especialista
ESPECIAIS - Mulheres sofrem de depressão duas vezes mais do que os homens
Tributo a Herb Alpert é hoje
VARIEDADES - Teatro do Mauá recebe apresentação às 20h
Sociedade Ginástica: Jantar Baile marca comemoração dos 126 anos
EMPRESARIAL
Farmácia Municipal reabre na segunda no novo prédio
SAÚDE
Grupo Tholl traz Casinha de Chocolate
VARIEDADES
18,2 mil exemplares foram vendidos
VARIEDADES - Além do sucesso em vendas, o público também compareceu e lotou a Praça Getúlio Vargas

Como tratamos o esporte no Brasil

Hélio Garcia - 04/07/2017

Com certeza já ouvimos a frase “se está praticando um esporte não está com a cabeça em outro lugar”, sendo esta afirmativa correta e na qual comungo integralmente, contudo, deveria ser apenas uma parte de todo um contexto na formação de um cidadão ou então de um atleta profissional e que então se tornará um exemplo aos demais meninos.

Antes de avançarmos na análise de como tratamos o esporte no Brasil, cumpre-nos analisarmos, por óbvio, as grandes potências esportivas no mundo, ou seja, aqueles países que estão sempre no topo do quadro de medalhas das olimpíadas e certames mundiais, portanto, indubitavelmente na certeza que estão fazendo um bom trabalho na formação de seus atletas e cidadãos.

Na China o governo criou uma estrutura para “garimpar” seus futuros talentos esportivos, portanto, as crianças a partir de 6 anos de idade são escolhidas em um primeiro momento, levando em consideração seu biotipo, desenvoltura, aptidão e interesse pelo esporte, sendo então convidadas a integrar uma instituição, lá denominada Colégio Esportivo, com tudo custeado pelo governo. Pela manhã o estudo disciplinar é rigoroso e à tarde são 3 horas de treinamento. 

Nos EUA a situação não muda muito, naquele país as crianças praticam todos os esportes que têm interesse, sendo tudo monitorado por professores ligados ao governo, na qual após analisarem cada possível atleta em potencial então ele é convidado a integrar as escolas esportivas. Exemplifico, se os professores identificam que um determinado aluno tem potencial para jogar basquete, sendo pela sua altura, capacidade técnica e escolar (lá praticamente todos os atletas possuem escolaridade superior), então ele é convidado a integrar as referidas escolas que também são faculdades, tudo também custeado pelo governo.

É assim, portanto, que no mundo as grandes potências criam seus atletas. No Brasil, caro leitor, entendo que não há necessidade de maiores detalhes de como são tratados os nossos futuros atletas, pois cada um pode muito bem visualizar tal situação. Estamos longe de chegar perto das potências mundiais esportivas, infelizmente, pois sequer estamos conseguindo organizar o país para necessidade básicas da população, imaginem investirmos no esporte o que não seria um devaneio, aliás, muito antes pelo contrário. 

Nossos ídolos esportivos geralmente são provenientes de uma superação pessoal ou por um dom muito grande concedido, sendo muito raras as exceções.

HÉLIO DA COSTA GARCIA JUNIOR
Advogado
helio@costacastroalves.com.br