Edição do dia 22/01/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Avenida empata pela segunda vez no Gauchão
ESPORTES - Periquito cedeu igualdade para o Brasil de Pelotas. Próximo jogo é domingo contra o Caxias, fora
Unisc divulga listão dos aprovados no curso de Medicina
GERAL
Secretaria de Esporte promove 1º Santa Cruz Kangoo Fest
ESPORTES
Seminário Internacional com inscrições abertas
EDUCAÇÃO
Centro de Cultura será revitalizado
VARIEDADES
Estão abertas as inscrições de produções audiovisuais de todo o RS para o 6º CineSerra
VARIEDADES
RS pede a suspensão de reajuste de juízes, promotores e defensores
POLÍTICA - Governador faz reunião de emergência e detalha crise financeira
Desenvolvimento Regional
GERAL - Unisc e Unitau promovem Doutorado Interinstitucional
Processos de cassação do direito de dirigir cresceram em 2018 no RS
GERAL
Denúncias aumentam entre dezembro e março
GERAL - Fiscalização já emitiu mais de 100 notificações sobre terrenos baldios em janeiro
As tensões na agenda
OPINIÃO
A educomunicação, o jornal e a sala de aula
OPINIÃO
Produção e difusão do conhecimento: estratégia propulsora para inovação
OPINIÃO
Dia do Aposentado: Passo a passo, a evolução da Previdência
ESPECIAIS
Apopesc investe para atrair novos associados
ESPECIAIS
Santa Cruz já pode ter cemitérios privados para animais
GERAL - A partir de agora cabe a empresas interessadas abraçar a causa
Gauchão 2019: Avenida recebe o Brasil de Pelotas
ESPORTES - Periquito, que vem de empate na primeira rodada em Veranópolis, enfrenta Xavante hoje à noite, nos Eucaliptos
Crítica à perpetuação no poder
EDITORIAL - O caso da Venezuela evidencia as consequências da ditadura

O que é viver? (1)

Osvino Toillier - 30/06/2017

Na palestra para alunos do Ensino Médio, na Escola Estadual Prof. Luiz Dourado, em Santa Cruz do Sul, na semana passada, uma aluna me fez esta pergunta inquietante: “O que é viver”?

Confesso que não esperava indagação com tamanha profundidade de uma jovem dessa idade, mas certamente era preocupação dela diante das circunstâncias da vida. Talvez em parte pela temática que me propus a refletir com eles, a partir das questões que tinham encaminhado previamente.

O prezado leitor certamente está na expectativa para saber o que respondi. Em parte, a resposta estava nas reflexões que tinha feito com eles: cada um de nós é o piloto da própria vida. Então viver é um desafio que a vida nos coloca, em que não dá para culpar os outros pelas circunstâncias da nossa vida. Nós somos os protagonistas, e não coadjuvantes. Dentro das circunstâncias de cada um, somos os únicos responsáveis pelas decisões de nossa vida e temos de assumir a responsabilidade por isso.

Eu disse para os jovens atentos e interessados em aprender os segredos da existência que a vida é luta constante, que nos apresenta oportunidades para opções, em que muitas vezes ficamos em dúvida se vamos pela estrada mais larga ou decidimos encarar um desafio mais complexo, que implica sair de casa e quem sabe mudar-se para outra cidade ou eventualmente outro país, sabendo que a saudade vai bater forte.

Contei-lhes um pouco da minha história pessoal, que implicou deixar para trás meus amados pais, minha família e ir para o internato que representou ruptura com meu pequeno mundo, repleto de paz e segurança, que era minha aldeia. Num certo momento, a ruptura foi ainda maior, quando decidi mudar de cidade.Foi necessário colocar a mudança sobre o caminhão e, com a família, deixar tudo para trás.