Edição do dia 12/11/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Mudanças são anunciadas nas secretarias
GERAL
Dia de visitações, experiências e expectativas no Viva Unisc 2019
GERAL
Solenidade marca aniversário do General Gomes Carneiro
GERAL - Na ocasião também foi comemorada a chegada do III Batalhão ao município
Pequenas atitudes
OPINIÃO
Verrugas Estelares
OPINIÃO
Em defesa da vida
OPINIÃO
CDL aponta 800 vagas temporárias
ECONOMIA - Expectativa é de boas oportunidades de emprego para o período
ACI: Eleição ocorre hoje
GERAL
Vigilância Colaborativa: Lançamento do Programa acontece hoje
GERAL
GREVE: Polícia Civil paralisa nesta quarta-feira
POLÍCIA
Campeonato Municipal inicia no próximo dia 22
ESPORTES
AMO/Unimed VTRP: Atletas brilham pelo estado
ESPORTES
Dois times largam com vitória na estreia da Copa Lisaruth
ESPORTES
Estadual sub 19: Santa Cruz vence fora e fica perto da final
ESPORTES
Regional: São José larga na frente nas semifinais
ESPORTES
Universidade aguarda mais de cinco mil estudantes
GERAL
Bate papo: Doações por incentivos fiscais
ECONOMIA
Comdica realiza 4ª Noite Cultural na Unisc
VARIEDADES - O evento que tem entrada franca visa enaltecer projetos sociais realizados por diversas entidades

Luz em meio à crise

Osvino Toillier - 09/06/2017

Em meio à crise que estamos vivendo no Brasil, surgem algumas luzes de profetas e pensadores, cujas palavras ajudam a compreender o entorno que nos levou a este momento tão sofrido e difícil. Sempre que a pátria atravessa uma fase como esta, toda a sociedade é atingida, sem se compreender a extensão e as implicações. A verdade é que as pessoas de bem estão assustadas com as imagens transmitidas para todo o mundo.

Tentamos compreender como chegamos ao quadro obscuro em que nos encontramos, parece que a sociedade como um todo perdeu referências que no passado asseguraram a travessia em momentos de turbulência e dificuldades. Se é que pode servir da algum conforto, há quase três mil anos atrás, o profeta Miqueias alertava para uma realidade semelhante: “Com as mãos prontas para fazer o mal, o governante exige presentes, o juiz aceita suborno, os poderosos impõem o que querem; todos tramam em conjunto”.

Enquanto isso, o senador romano, no ano 55 a. C, ou seja, há 2067 anos, sentenciou: “O orçamento deve ser equilibrado, o Tesouro Público deve ser reposto, a dívida pública deve ser reduzida, a arrogância dos funcionários públicos deve ser moderada e controlada, e a ajuda a outros países deve ser eliminada, para que Roma não vá à falência. As pessoas devem novamente aprender a trabalhar, em vez de viver às custas do Estado”.

Em meio ao caos e à confusão, talvez o legado de um longínquo passado nos ajude a redescobrir o caminho da verdade e da justiça, inspirados naquilo que nossos pais e professores ensinaram, e não na trilha daqueles que semearam desordem e implantaram a prática de tirar vantagem. É por causa disso, como dizia o saudoso Prof. Ernest Sarlet, que acabamos todos em desvantagem.