Edição do dia 19/07/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Domingo tem Brique da Praça
GERAL
Unisc forma 16ª turma de Medicina
GERAL
Stock: Nelsinho Piquet corre pela primeira vez em Santa Cruz do Sul
ESPORTES - Piloto da equipe Texaco Full Time Sports terá experiência inédita neste fim de semana na pista gaúcha
Edição de inverno do curso Escola de formação de professores tem início na Unisc
EDUCAÇÃO
Audiência pública debate alterações no Plano Diretor
GERAL
Quatro cidades gaúchas
VARIEDADES - Quarta temporada de 'O professor pelado' tem reestreia repaginada
Domingo tem etapa da 5ª Olimpíada Rural
GERAL - Esse será o primeiro compromisso oficial das 14 candidatas a soberanas da 35ª Oktoberfest
Copa Seu Verardi
ESPORTES - Uma semana de treinos no Avenida
Rodada desta sexta vai apontar os semifinalistas
ESPORTES
Em jogo duas vagas no mata-mata da Copa CFC Celso
ESPORTES
Assaf joga nesta sexta-feira em Santa Maria
ESPORTES - Jogo foi alterado em virtude do Grenal neste sábado
Stock Car: Quinta etapa é neste final de semana
ESPORTES - Serão dois dias de atividades sem a companhia da Stock Light
Renomada professora do Serviço Social estará em Santa Cruz
GERAL
Novo Cabrais: Escola lança livro de receitas saudáveis
EDUCAÇÃO
Novo Cabrais: Pimenta visita obras e reafirma apoio ao município
GERAL - Deputado federal participou de almoço e conferiu de perto a pavimentação da Avenida Rodolfo Buss
Ascor e Prefeitura planejam nova exposição
GERAL
Colégio Mauá assume gestão da Escola Criança & Cia
EDUCAÇÃO
Prefeitura anuncia restauração do prédio
GERAL - Marcando a decisão, muda de árvore também foi plantada por alunos da rede de ensino municipal

A maioria silenciosa - 2

Osvino Toillier - 02/06/2017

Por maior que seja a tragédia de um país, sempre sobrevivem testemunhas oculares da história. Da desgraça alemã, existem muitas publicações, depoimentos de pessoas que viveram o horror nazista. E foram muito poucos os que se opuseram efetivamente ao avanço do horror da ideologia da raça pura, e parece que todo mundo era engajado nos ideais da supremacia alemã.

A realidade, porém, não era assim, conforme o psiquiatra Dr. Emanuel Tanya, que nos dá conta de que poucas pessoas eram nazistas verdadeiros, “mas muitos apreciavam o retorno do orgulho alemão e muitos mais estavam ocupados demais para se importar. Eu era um daqueles que só pensava que os nazistas eram um bando de tolos. Assim, a maioria apenas se sentou e deixou que tudo acontecesse. Então, antes que soubéssemos, pertencíamos a eles, tínhamos perdido o controle, e o fim do mundo havia chegado!  A minha família perdeu tudo. Eu terminei num campo de concentração, e os aliados destruíram as minhas fábricas”.

Estamos sempre diante de perigo de nos tornarmos vítimas de fanáticos, que continuam fazendo suas vítimas em diferentes lugares do mundo, e parece que não aprendemos definitivamente a lição de horror que os conflitos nos mostram.

Como explicar que jovens de famílias bem estruturadas se alistem ao lado de extremistas em outros países, para lutar numa guerra suja, com princípios discutíveis, inspirados em ideologias radicais que não dialogam com nossas crenças.

Portanto, vigilância sobre a mais perigosa das armas: ideologia extremista para encantar nossos amados filhos. Temos o grande desafio cuidar da formação das nossas crianças e jovens, para que não sejam doutrinados por extremistas, disfarçados em nossas escolas por aí.