Edição do dia 12/11/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Mudanças são anunciadas nas secretarias
GERAL
Dia de visitações, experiências e expectativas no Viva Unisc 2019
GERAL
Solenidade marca aniversário do General Gomes Carneiro
GERAL - Na ocasião também foi comemorada a chegada do III Batalhão ao município
Pequenas atitudes
OPINIÃO
Verrugas Estelares
OPINIÃO
Em defesa da vida
OPINIÃO
CDL aponta 800 vagas temporárias
ECONOMIA - Expectativa é de boas oportunidades de emprego para o período
ACI: Eleição ocorre hoje
GERAL
Vigilância Colaborativa: Lançamento do Programa acontece hoje
GERAL
GREVE: Polícia Civil paralisa nesta quarta-feira
POLÍCIA
Campeonato Municipal inicia no próximo dia 22
ESPORTES
AMO/Unimed VTRP: Atletas brilham pelo estado
ESPORTES
Dois times largam com vitória na estreia da Copa Lisaruth
ESPORTES
Estadual sub 19: Santa Cruz vence fora e fica perto da final
ESPORTES
Regional: São José larga na frente nas semifinais
ESPORTES
Universidade aguarda mais de cinco mil estudantes
GERAL
Bate papo: Doações por incentivos fiscais
ECONOMIA
Comdica realiza 4ª Noite Cultural na Unisc
VARIEDADES - O evento que tem entrada franca visa enaltecer projetos sociais realizados por diversas entidades

Educação Urbana

Valério Garcia - 05/05/2017

Escrevemos sobre a educação rural e sua importância para nossas vidas. Evidentemente que tudo aquilo que o campo produz tem que ter um destino, uma finalidade. As grandes cidades e os grandes centros econômicos é que viabilizam toda a produção da zona rural. A importância da urbanização está materializada no progresso das cidades e na tecnologia com seus inegáveis avanços para a coletividade, em todas as áreas, especialmente saúde, educação, comércio e indústria.

A educação, como mola propulsora para a vida bem sucedida das pessoas, deve estar preocupada com as necessidades da população urbana, com suas diferenças da realidade rural. As crianças estão indo para a escola mais cedo, ou seja, a partir dos 4 anos. Essa obrigação tem seus benefícios e também suas controvérsias. 

A vida na cidade exige muito das famílias, principalmente no tocante ao trabalho com horários preestabelecidos. A atividade laboral não se restringe somente ao homem, e as mulheres estão, cada vez mais, construindo e conquistando seus espaços profissionais. Nesta roda viva da vida como ficam nossas crianças? Por força de trabalho e outras atividades, até educacionais por exemplo, ficam aos cuidados de nossas Escolas de Educação Infantil, carinhosamente chamadas de Creches. Muitas crianças, senão a maioria, ficam mais tempo com suas professoras e/ou atendentes, do que com seus próprios pais. É o preço do progresso e da urbanização. Vários estudos indicam que a criança desenvolve melhor e mais rápido suas potencialidades quando inclusa desde cedo em Creches, onde a socialização é aflorada mais cedo juntamente com hábitos e atitudes voltadas aos valores humanistas e sociais. Não tenhamos dúvidas disso, mas o tempo da família com seus filhos jamais pode ser legado a um segundo plano. O pai e a mãe sempre serão insubstituíveis. A mãe tem uma ligação indescritível e imensurável com seu filho, afinal de contas, o seu corpo foi sua primeira morada e fonte de seu primeiro alimento.

O acompanhamento constante de nossos filhos junto às Escolas é muito importante pois as adversidades da cidade são enormes, se comparadas ao campo. O convívio com outras crianças e famílias é maior, visto que a quantidade de alunos que compõe uma sala de aula urbana é bem superior ao campo. Os conteúdos também precisam ser avaliados pois sendo grande essa diversidade, é importante a contemplação de todos onde seja enfatizado a importância do campo para a cidade e vice-versa. 

A Escola mais importante da vida de nossos filhos e filhas ainda continua sendo e sempre será, o alicerce familiar. A presença ativa da família nas crianças faz uma grande diferença na aprendizagem e sucesso profissional futuro. Devemos estar próximos o mais tempo possível de nossos filhos, antes que alguém ou alguma pessoa do mal o faça. Vida longa à Família e às Escolas da cidade e do campo!

Bom final de semana.