Edição do dia 18/01/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Taça Kaiser: Bela Vista fez uma bonita apresentação
ESPORTES - Time amador de Santa Cruz do Sul jogou torneio nacional em Curitiba
Abertura da temporada: Atletas elogiam a estrutura do UniCo
ESPORTES - Trabalhos para 2019 do sub-20 iniciam oficialmente nesta terça-feira, dia 22
Lifasc: Pinheiral larga na frente
ESPORTES - Equipe venceu Juventude na rodada de ida da 2ª fase. São José e Rio Pardinho empatam
Avenida estreia com bom empate em Veranópolis
ESPORTES - Próxima partida alviverde no Gauchão será terça-feira, contra o Brasil de Pelotas
Inep divulga resultado do Enem
EDUCAÇÃO
Sicredi atinge marca de 4 milhões de associados
EMPRESARIAL - Com este marco, instituição financeira cooperativa pioneira no Brasil contribui para a expansão do cooperativismo de crédito no País
Prefeitura deve arrecadar mais de R$ 33 milhões
ECONOMIA - Até o momento já foram contabilizados R$ 19,879 milhões dos pagamentos em cota única e primeira parcela
Negociações do preço do tabaco são suspensas
ECONOMIA - Propostas apresentadas ficaram abaixo da variação do custo de produção
Uergs contará com Agroecologia em Santa Cruz
EDUCAÇÃO - Universidade recebe inscrições pelo Sisu de 22 a 25 de janeiro
Cuidados para não cair em uma fria
GERAL - Especialista dá dicas para planejar as férias e evitar aborrecimentos
Índice que mede atividade da economia no Brasil recua em dezembro
ECONOMIA
Confiança do Consumidor avança 12% em 2018
ECONOMIA - Levantamento mostra que 72% dos brasileiros avaliam a economia de forma negativa
Crianças devem acompanhar os pais na compra
GERAL - Consultor financeiro garante que a criança passa a ter noções básicas de educação financeira
Valor da passagem será definido até o fim do mês
GERAL - Sindicato dos Comerciários e UESC protocolaram junto ao MP ofício solicitando providências sobre o reajuste
Como cuidar dos pets no verão
ESPECIAIS - Saiba as principais precauções com os animais nos dias mais quentes
Operação captura membros da facção Os manos
POLÍCIA
Avenida estreia no 'Gauchão raiz'
ESPORTES - Periquito quer iniciar de forma positiva no Estadual, em Veranópolis
Democracia compreende as diferenças
EDITORIAL - A alternância no poder, entre esquerda e direita, é normal no sistema democrático

A primogenitura por um prato de lentilhas

Osvino Toillier - 29/04/2017

A luta pela preservação da filantropia foi vencida no primeiro round, com a exclusão das entidades beneficentes no relatório do Deputado Arthur Maia. A atuação direta na Câmara dos Deputados, com destacada liderança gaúcha junto aos Deputados e Senadores, com presença diária nas audiências e debates, fornecimento de informações sobre o quadro educação, assistência social e educação, produziu efeito.

A primeira percepção junto aos parlamentes foi de que pouco sabiam sobre a relevância da atuação das entidades beneficentes, abastecidos por dados pelos nossos adversários, com afirmações equivocadas e distorcidas.

Com gigantesca mobilização, produção de documentos e dados efetivos da atuação das entidades filantrópicas – com pesquisa por empresa altamente conceituada no setor, à luz de dados colhidos nos ministérios – passamos a ser ouvidos com mais respeito, gerando pronunciamentos favoráveis de deputados e senadores, com estratégias de mobilização cada vez mais robustas. Assistimos à apresentação do relatório na quarta-feira da semana passada, sem referência à filantropia, o que foi o máximo com que poderíamos ter sonhado.

Para que se tenha ideia da importância desta vitória, é preciso dizer que, apesar de a causa ser considerada perdida por muita gente até do nosso setor, a reversão aconteceu. O relator havia nos prometido que pouparia as entidades beneficentes, mas, na noite anterior à apresentação do relatório, descobriu-se que o texto do relatório penalizaria a filantropia, quando então entraram em campo os guardas palacianos, e o cenário mudou...

A figura bíblica da troca da primogenitura pelo prato de lentilhas – referência a Esaú e Jacó – é perfeita para o caso, por tentar-se confundir imunidade constitucional por isenção, definida em legislação ordinária e, portanto, alterável a qualquer momento.

Convém não desmobilizar a vigilância das entidades e dos guardas palacianos, porque ganhamos apenas a primeira batalha!