Edição do dia 18/01/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Taça Kaiser: Bela Vista fez uma bonita apresentação
ESPORTES - Time amador de Santa Cruz do Sul jogou torneio nacional em Curitiba
Abertura da temporada: Atletas elogiam a estrutura do UniCo
ESPORTES - Trabalhos para 2019 do sub-20 iniciam oficialmente nesta terça-feira, dia 22
Lifasc: Pinheiral larga na frente
ESPORTES - Equipe venceu Juventude na rodada de ida da 2ª fase. São José e Rio Pardinho empatam
Avenida estreia com bom empate em Veranópolis
ESPORTES - Próxima partida alviverde no Gauchão será terça-feira, contra o Brasil de Pelotas
Inep divulga resultado do Enem
EDUCAÇÃO
Sicredi atinge marca de 4 milhões de associados
EMPRESARIAL - Com este marco, instituição financeira cooperativa pioneira no Brasil contribui para a expansão do cooperativismo de crédito no País
Prefeitura deve arrecadar mais de R$ 33 milhões
ECONOMIA - Até o momento já foram contabilizados R$ 19,879 milhões dos pagamentos em cota única e primeira parcela
Negociações do preço do tabaco são suspensas
ECONOMIA - Propostas apresentadas ficaram abaixo da variação do custo de produção
Uergs contará com Agroecologia em Santa Cruz
EDUCAÇÃO - Universidade recebe inscrições pelo Sisu de 22 a 25 de janeiro
Cuidados para não cair em uma fria
GERAL - Especialista dá dicas para planejar as férias e evitar aborrecimentos
Índice que mede atividade da economia no Brasil recua em dezembro
ECONOMIA
Confiança do Consumidor avança 12% em 2018
ECONOMIA - Levantamento mostra que 72% dos brasileiros avaliam a economia de forma negativa
Crianças devem acompanhar os pais na compra
GERAL - Consultor financeiro garante que a criança passa a ter noções básicas de educação financeira
Valor da passagem será definido até o fim do mês
GERAL - Sindicato dos Comerciários e UESC protocolaram junto ao MP ofício solicitando providências sobre o reajuste
Como cuidar dos pets no verão
ESPECIAIS - Saiba as principais precauções com os animais nos dias mais quentes
Operação captura membros da facção Os manos
POLÍCIA
Avenida estreia no 'Gauchão raiz'
ESPORTES - Periquito quer iniciar de forma positiva no Estadual, em Veranópolis
Democracia compreende as diferenças
EDITORIAL - A alternância no poder, entre esquerda e direita, é normal no sistema democrático

A vida por um ideal

Osvino Toillier - 21/04/2017

Por que ideal vale a pena viver, eis o desafio de todos nós. Ouço tanta gente falar em ser um vencedor, ter sucesso, quando penso que a vida precisa ser vivida por um ideal, ajudar pessoas a construírem sentido de vida e não apenas colherem os louros do seu trabalho, mas abrirem trilhas por onde também outros possam caminhar.

Creio que um dos problemas da pós-modernidade é a falta de humildade e excesso de egoísmo, que mobiliza tanta gente, em busca dos holofotes, brilho e reconhecimento.

Os desdobramentos na defesa da filantropia têm ensejado conhecer pessoas e instituições que, com humildade e amor ao próximo, não tem medido esforços para auxiliar as pessoas a resgatar autoestima e amor à humanidade.

Talvez isto esteja contribuindo para fortalecer as instituições beneficentes a recuperarem a crença nos seus propósitos sublimes de amor à humanidade e prestação de serviços a crianças e jovens, não só afastando-nos dos perigos da delinquência juvenil, mas educando-os na frequência do respeito ao ser humano.

A crise ajuda a redimensionar os propósitos de vida, porque nos confronta com a finitude da vida e a fragilidade das nossas organizações. Quantas pessoas vivem uma vida vazia, sem perspectivas e ideais. Será que não está aí a vertente dos maiores problemas da vida, quando não há um mínimo de claridade na noite escura? As decisões são tomadas a todo momento, diante de crises ou calmarias, e o insucesso não pode ser debitado a outrem.  A vida é uma obra que se escreve no original, e poucas vezes temos chance de fazer rascunho ou palco para ensaios.

O poeta Carlos Drummond de Andrade nos ensina que “só resta ao homem a difícil e ‘dangerosíssima’ viagem de si a si mesmo: pôr no chão do seu coração, experimentar, colonizar, civilizar, humanizar o homem, descobrindo nas suas próprias inexploradas entranhas, a perene, insuspeitada alegria de conviver”.

O que acalma o coração é a sensação de que nos despojamos da arrogância e calçamos as sandálias da humildade.