Edição do dia 17/09/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Conselho lança o Polo dos Vales
GERAL
ENTRE QUATRO: Encenação acontece hoje e amanhã
VARIEDADES
RECEITA FEDERAL: Nova sede atenderá a partir de 8 de outubro
GERAL - Além da Delegacia da Receita Federal, a Procuradoria Geral da Fazenda também deve ocupar o espaço
Fentifumo inicia pauta de negociação
GERAL - Primeira reunião com a Federação e os Sindicatos ocorre na próxima quinta-feira
Otelio Drebes realiza palestra a professores
EDUCAÇÃO
Semana do Ministério Público começa hoje
GERAL - Promotores do caso Bernardo Boldrini estarão presentes
Reunião sobre Plantas Biotivas inicia hoje
GERAL
Prefeitura lança Alvará Digital
GERAL - A partir de agora, o documento pode ser feito em poucas horas, sem precisar sair de casa
Educar-se e Centro de Línguas promovem imersão bilíngue
EDUCAÇÃO
Sincotec-Varp realiza capacitação nesta quarta
GERAL
Projeto vai apresentar Santa Cruz e a 35ª Oktoberfest
VARIEDADES - Nos dois sábados da Festa da Alegria, ônibus sairão de Porto Alegre, Caxias do Sul e Santa Maria
Presidente dos Festejos Farroupilhas destaca a importância da cultura gaúcha
VARIEDADES
Tchê Bistrô e Arte: enaltecendo a tradição gaúcha
VARIEDADES
A força buscada nos versos
VARIEDADES
Cavalos passarão por inspeção antes do desfile
VARIEDADES - Além da Guia de Transporte Animal (GTA), será exigida apresentação de comprovantes para verificar as condições de saúde do animal
CTG de Paredão entregará 500kg em doações
VARIEDADES
Segurança Pública será reforçada em 36 municípios
POLÍCIA - Municípios da região receberão um total de aproximadamente R$ 2 milhões
Assaf vai encarar a Assoeva nas quartas de final
ESPORTES

A vida por um ideal

Osvino Toillier - 21/04/2017

Por que ideal vale a pena viver, eis o desafio de todos nós. Ouço tanta gente falar em ser um vencedor, ter sucesso, quando penso que a vida precisa ser vivida por um ideal, ajudar pessoas a construírem sentido de vida e não apenas colherem os louros do seu trabalho, mas abrirem trilhas por onde também outros possam caminhar.

Creio que um dos problemas da pós-modernidade é a falta de humildade e excesso de egoísmo, que mobiliza tanta gente, em busca dos holofotes, brilho e reconhecimento.

Os desdobramentos na defesa da filantropia têm ensejado conhecer pessoas e instituições que, com humildade e amor ao próximo, não tem medido esforços para auxiliar as pessoas a resgatar autoestima e amor à humanidade.

Talvez isto esteja contribuindo para fortalecer as instituições beneficentes a recuperarem a crença nos seus propósitos sublimes de amor à humanidade e prestação de serviços a crianças e jovens, não só afastando-nos dos perigos da delinquência juvenil, mas educando-os na frequência do respeito ao ser humano.

A crise ajuda a redimensionar os propósitos de vida, porque nos confronta com a finitude da vida e a fragilidade das nossas organizações. Quantas pessoas vivem uma vida vazia, sem perspectivas e ideais. Será que não está aí a vertente dos maiores problemas da vida, quando não há um mínimo de claridade na noite escura? As decisões são tomadas a todo momento, diante de crises ou calmarias, e o insucesso não pode ser debitado a outrem.  A vida é uma obra que se escreve no original, e poucas vezes temos chance de fazer rascunho ou palco para ensaios.

O poeta Carlos Drummond de Andrade nos ensina que “só resta ao homem a difícil e ‘dangerosíssima’ viagem de si a si mesmo: pôr no chão do seu coração, experimentar, colonizar, civilizar, humanizar o homem, descobrindo nas suas próprias inexploradas entranhas, a perene, insuspeitada alegria de conviver”.

O que acalma o coração é a sensação de que nos despojamos da arrogância e calçamos as sandálias da humildade.