Edição do dia 18/10/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Os últimos dias da 35ª Oktoberfest
VARIEDADES - Confira o que aconteceu nesta semana e o que vai movimentar o fechamento da festa
1ª Semana Lixo Zero: Tudo pronto na programação
GERAL - Objetivo é incluir o município na lista de cidades com o título Lixo Zero, concedida pelo ILZ
Menos barulho nas comemorações de fim de ano
GERAL - Assembleia Legislativa aprovou dois projetos referentes ao uso de fogos de artifício
Evento apresenta o que há de melhor em arquitetura
GERAL - Os ambientes foram decorados por profissionais renomados
Equipe do Colégio Mauá se destaca no Nacional
GERAL
Novo Cabrais: Novas soberanas serão conhecidas nesta sexta
VARIEDADES
Novo Cabrais: Uma história que se constrói a cada dia
GERAL - Município comemora 23 anos de emancipação político-administrativa com desenvolvimento e progresso
Novo Cabrais: Saúde realiza atividade de prevenção
SAÚDE
Novo Cabrais: Feira de Saúde terá palestras sobre depressão e suicídio
SAÚDE - Evento tratará tema que vem em crescente demanda no município e na região e também oferecerá serviços gratuitos
Empregar RS disponibilizará 50 vagas
GERAL
Marcel Knak é o novo coordenador
GERAL - Ele será responsável por atender 23 municípios da região
Fios de Esperança: um ato de amor
GERAL - Projeto voluntário promove a autoestima e melhora a qualidade de vida de pacientes com câncer
Dia do médico: Celebre o profissional que cuida da sua saúde
ESPECIAIS
Dia do pintor: Eles dão mais cor ao nosso mundo
ESPECIAIS
Farsul em Campo: Seminário teve um dia repleto de atividades
GERAL - Evento contou com a participação de aproximadamente 150 pessoas
Pompéia de cara nova
EMPRESARIAL - A loja ampliou o espaço e o mix de produtos
Influencers Live Show: Gravações iniciam na próxima semana
GERAL - O programa vai ao ar a partir do dia 2 de novembro
Entrega de recursos ocorre na próxima terça-feira
GERAL

Como pode?

Osvino Toillier - 14/04/2017

Como pode a gente ter-se perdido tanto, que já não encontra o caminho de volta? Sociedades ordeiras, organizadas, com educação primorosa, valores sólidos, princípios indiscutíveis e assumidos por todos, estão à mercê de brutalidades em seu território, como se estivéssemos realmente em guerra!

O mundo está se armando até os dentes, como forma de se proteger minimamente, com câmeras espalhadas em todos os cantos, a fim de capturar a imagens dos criminosos. E mesmo assim, os bandidos invadem, principalmente as pequenas e desguarnecidas cidades do interior, explodem caixas eletrônicas, metralham os carros das forças de segurança, e não poucas vezes os transformam em reféns e como escudos humanos.

Isto é vida? Com certeza não é! Perdemos a guerra contra os bandidos como nas favelas do Rio de Janeiro, apenas para citar um exemplo. Já não há policiamento nem forças de segurança capazes de conter o contingente de bandidos que são comandados de dentro das cadeias para praticarem toda sorte de atos criminosos.

Acreditávamos na utopia de sermos capazes de criar uma sociedade sem vandalismos, com garantia de educação, respeito às pessoas e à propriedade, ao espaço de brinquedo das crianças e diversão dos jovens, enfim, ao ir e vir sem risco.

Já vivemos esse tempo em nosso país, em que se podia sentar na frente de casa, visitar os vizinhos à noite para fortalecer vínculos de amizade. Não poucas vezes, saíamos de casa, esquecendo a chave na porta. Se é que havia chave!

Também no interior, trancamo-nos dentro de casa, a fim de não nos expormos a riscos e ficamos confinados, em contato apenas com nossas conexões virtuais, única forma de “conversar” com alguém, cercado de cercas eletrônicas e alarmes.

O que vamos responder às crianças quando perguntarem por que não podem brincar na praça, andar na calçada? Ou procurar os ovinhos de Páscoa como fazíamos? Felizmente em outros países não é assim. Felizes das crianças que podem crescer neste cenário!