Edição do dia 21/06/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Série Ouro de Futsal: Assaf perde primeira como mandante
ESPORTES - Tricolor jogou em Vale Verde e foi derrotado por 5x3
Copa Cidade Miller define os playoffs
ESPORTES - Competição encerrou a fase classificatória
Aliança goleia São José e cresce na Copa CFC Celso
ESPORTES - Mobilização é pela realização da primeira etapa da Olimpíada Rural, no próximo domingo
Troca de mensagens: Sergio Moro adia ida à Câmara
POLÍTICA - Ministro viajou para os Estados Unidos no último fim de semana e não comparecerá à audiência pública
Seleção feminina cai na prorrogação diante da França
ESPORTES - Brasil foi eliminado nas oitavas de final da Copa do Mundo
Avenida perde nos pênaltis e está fora da Série D
ESPORTES - Caxias classificou-se dentro dos Eucaliptos com vitória nas penalidades por 6 a 5
Brasil goleia Peru e jogará quartas de final na Arena do Grêmio
ESPORTES - Time brasileiro ficou com o primeiro lugar do Grupo A da Copa América
Copa Cidade tem três jogos no final de semana
ESPORTES - Rodada conta com os últimos confrontos da fase classificatória
Patinação: Copa XLise e Festival 25 anos movimentam Poliesportivo
ESPORTES - Evento ocorre neste sábado e movimenta patinadores de todo o Estado
Mais de 10 mil peças para aquecer os cabraisenses
GERAL - Distribuição das roupas arrecadadas ocorreu nesta terça-feira (18) para centenas de famílias moradoras de Novo Cabrais
Lixo eletrônico será recolhido na terça
GERAL - Mutirão da prefeitura vai passar por todas as localidades para coletar os materiais e dar o destino correto aos mesmos
Ipiranga leva a livre e Associação conquista o veterano
ESPORTES - Novo Cabrais conheceu os campeões do municipal de futebol sete, na última sexta-feira, no Centro Desportivo Municipal
Bela Vista e Flamengo jogam nesta sexta
ESPORTES
Copa Feminina: Brasil pega a França
ESPORTES
Série Ouro: Assaf faz parceria e vai jogar em Vale Verde
ESPORTES
Copa América: Diante do Peru, tentativa de reação
ESPORTES - Seleção Brasileira passa por fase de incertezas. Em 1989, time superou dificuldades
São Martinho é campeão em Monte Alverne
ESPORTES
Série D do Brasileiro: Avenida precisa de vitória simples
ESPORTES - Torcida deverá lotar o Estádio dos Eucaliptos, domingo, às 16h, contra o Caxias, valendo classificação

A República sub judice

Olhar Parcial - Edison Rabuske - 31/03/2017

Nunca antes no Brasil houve um empoderamento tamanho do Poder Judiciário sobre os destinos da Pátria, como o que ocorre em nossos dias. O Judiciário é provocado por todos os setores da sociedade para decidir temas que as instituições públicas e privadas não conseguiram solver, ou melhor, que a sociedade civil ‘organizada ou não’ falhou, sendo que o recurso que resta é levar quase todos os temas para a instância judicial.

Frente a tal contexto, vários debates importantes, como financiamento de campanhas políticas, coligações partidárias, aborto, uso de drogas ilícitas, medicamentos de alto custo para doenças raras são temas que passam à margem do Legislativo e estão sendo discutidos no STF e não no Congresso Nacional, instância competente constitucionalmente para legislar.

Efeito colateral natural desta judicialização de quase todas as instâncias da vida social, que agentes do Judiciário acabem sendo afetados pelo poder que lhes está sendo conferido, sendo talvez o ministro Gilmar Mendes talvez o representante mais expressivo. O referido ministro de forma frequente vem a público constrangendo colegas do próprio Poder, como já no passado havia ocorrido com o ex-ministro Joaquim Barbosa, e agora a vítima da vez foi o procurador geral da República, Rodrigo Janot.

O mais estranho é que o ministro Gilmar Mendes, agora reclama dos vazamentos ilegais de inquéritos que em tese estariam protegidos por sigilo. Chega a ser risível tal preocupação, pois o instituto do sigilo infelizmente já naufragou no sistema judicial brasileiro. Somente por enquanto é respeitado o sigilo da fonte dos jornalistas, apesar do juiz Sérgio Moro também considerar que tal entendimento também não é pacífico, pois determinou a condução de um blogueiro, para tentar saber de suas fontes.

Os apontamentos acima dão indicativo muito claro de que não há solução simples para uma sociedade com múltiplos interesses, sendo que a confusão em que estamos envolvidos não será resolvida exclusivamente pela judicialização das relações.