Edição do dia 18/01/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Taça Kaiser: Bela Vista fez uma bonita apresentação
ESPORTES - Time amador de Santa Cruz do Sul jogou torneio nacional em Curitiba
Abertura da temporada: Atletas elogiam a estrutura do UniCo
ESPORTES - Trabalhos para 2019 do sub-20 iniciam oficialmente nesta terça-feira, dia 22
Lifasc: Pinheiral larga na frente
ESPORTES - Equipe venceu Juventude na rodada de ida da 2ª fase. São José e Rio Pardinho empatam
Avenida estreia com bom empate em Veranópolis
ESPORTES - Próxima partida alviverde no Gauchão será terça-feira, contra o Brasil de Pelotas
Inep divulga resultado do Enem
EDUCAÇÃO
Sicredi atinge marca de 4 milhões de associados
EMPRESARIAL - Com este marco, instituição financeira cooperativa pioneira no Brasil contribui para a expansão do cooperativismo de crédito no País
Prefeitura deve arrecadar mais de R$ 33 milhões
ECONOMIA - Até o momento já foram contabilizados R$ 19,879 milhões dos pagamentos em cota única e primeira parcela
Negociações do preço do tabaco são suspensas
ECONOMIA - Propostas apresentadas ficaram abaixo da variação do custo de produção
Uergs contará com Agroecologia em Santa Cruz
EDUCAÇÃO - Universidade recebe inscrições pelo Sisu de 22 a 25 de janeiro
Cuidados para não cair em uma fria
GERAL - Especialista dá dicas para planejar as férias e evitar aborrecimentos
Índice que mede atividade da economia no Brasil recua em dezembro
ECONOMIA
Confiança do Consumidor avança 12% em 2018
ECONOMIA - Levantamento mostra que 72% dos brasileiros avaliam a economia de forma negativa
Crianças devem acompanhar os pais na compra
GERAL - Consultor financeiro garante que a criança passa a ter noções básicas de educação financeira
Valor da passagem será definido até o fim do mês
GERAL - Sindicato dos Comerciários e UESC protocolaram junto ao MP ofício solicitando providências sobre o reajuste
Como cuidar dos pets no verão
ESPECIAIS - Saiba as principais precauções com os animais nos dias mais quentes
Operação captura membros da facção Os manos
POLÍCIA
Avenida estreia no 'Gauchão raiz'
ESPORTES - Periquito quer iniciar de forma positiva no Estadual, em Veranópolis
Democracia compreende as diferenças
EDITORIAL - A alternância no poder, entre esquerda e direita, é normal no sistema democrático

Reformas na Educação

(Reedição completa)

Valério Garcia - 17/03/2017

Certamente o amigo leitor já passou por algum tipo de reforma em sua vida. Deve ter acompanhado reformas na previdência, em planos de seguros, em estatutos de agremiações esportivas, enfim, até por grandes obras em sua residência ou de algum familiar. Não é uma tarefa simples e exige, sobretudo, a presença de profissionais ou pessoas que entendam do assunto. Acredito que jamais deverei reformar uma casa, por exemplo, sem a consulta e o aconselhamento de um engenheiro. Sem a presença de uma equipe com experientes e competentes pedreiros, a chance da perda de tempo e dinheiro é iminente. 

Estou falando acima de fatores e bens materiais. Se não der certo, derrubo e procuro fazer de novo. Tijolos, cimento, areia, não têm vida, não têm emoções, não pensam e não fazem pensar. Não devem ficar fora do prumo, mas mudar o rumo de algum município, estado ou país, certamente não mudarão. 

Já com a Educação, que lida diretamente com gente, as coisas são bem diferentes. Através dela é que haverá a formação acadêmica daqueles que serão e farão o futuro, de futuras gerações. Concordo que devemos procurar alternativas de mudanças para sua consequente melhoria. Agora propor essas mudanças sem consultar os protagonistas da Educação que são os profissionais que nela atuam, é tentar a cura de uma doença, sem a presença de um médico. Professores, pedagogos, funcionários, alunos e a comunidade escolar são protagonistas, não podem ser coadjuvantes ou meros espectadores. A Escola é uma instituição em movimento e de permanente reconstrução de ideias, onde o conhecimento é aperfeiçoado com a discussão constante dos diferentes saberes. Não existe disciplina ou área mais ou menos importante. Todas devem estar em sintonia para facilitar o processo de aprendizagem dos alunos, que é o foco principal da educação.

Se já comentamos, em outras oportunidades, que estamos carentes de humanização nas escolas e famílias, como retroceder nas disciplinas de Filosofia e Sociologia que tratam, entre tantos assuntos, sobre a história presente e passada da humanidade? Se a interdisciplinaridade e transdisciplinaridade tornam a sala de aula mais eclética e atraente, como diminuir Educação Artística que é uma excelente ferramenta neste processo? Nossa longevidade aumenta e o sedentarismo é nosso grande inimigo. A Educação Física que deveria estar presente desde a educação infantil com profissionais especializados, até a educação superior, para uma melhor qualidade de vida do nosso corpo e consequentemente, do nosso dia a dia, parece estar sendo legada a um segundo plano. Citei apenas alguns exemplos mas, tenho certeza, que os profissionais de outras áreas enumerariam centenas, com muito mais propriedade e fundamentação.

Vivemos “tempos bicudos” como escrevia Mário Quintana. O importante é que os Profissionais da Educação e seus órgãos representativos estejam atentos a essas pretensas mudanças que podem trazer resultados dúbios na formação de nossos filhos. Não desanimemos colegas pois: “Antes a dor de não ter vencido, do que a vergonha de não ter lutado.” 

Bom final de semana.