Edição do dia 17/09/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Conselho lança o Polo dos Vales
GERAL
ENTRE QUATRO: Encenação acontece hoje e amanhã
VARIEDADES
RECEITA FEDERAL: Nova sede atenderá a partir de 8 de outubro
GERAL - Além da Delegacia da Receita Federal, a Procuradoria Geral da Fazenda também deve ocupar o espaço
Fentifumo inicia pauta de negociação
GERAL - Primeira reunião com a Federação e os Sindicatos ocorre na próxima quinta-feira
Otelio Drebes realiza palestra a professores
EDUCAÇÃO
Semana do Ministério Público começa hoje
GERAL - Promotores do caso Bernardo Boldrini estarão presentes
Reunião sobre Plantas Biotivas inicia hoje
GERAL
Prefeitura lança Alvará Digital
GERAL - A partir de agora, o documento pode ser feito em poucas horas, sem precisar sair de casa
Educar-se e Centro de Línguas promovem imersão bilíngue
EDUCAÇÃO
Sincotec-Varp realiza capacitação nesta quarta
GERAL
Projeto vai apresentar Santa Cruz e a 35ª Oktoberfest
VARIEDADES - Nos dois sábados da Festa da Alegria, ônibus sairão de Porto Alegre, Caxias do Sul e Santa Maria
Presidente dos Festejos Farroupilhas destaca a importância da cultura gaúcha
VARIEDADES
Tchê Bistrô e Arte: enaltecendo a tradição gaúcha
VARIEDADES
A força buscada nos versos
VARIEDADES
Cavalos passarão por inspeção antes do desfile
VARIEDADES - Além da Guia de Transporte Animal (GTA), será exigida apresentação de comprovantes para verificar as condições de saúde do animal
CTG de Paredão entregará 500kg em doações
VARIEDADES
Segurança Pública será reforçada em 36 municípios
POLÍCIA - Municípios da região receberão um total de aproximadamente R$ 2 milhões
Assaf vai encarar a Assoeva nas quartas de final
ESPORTES

Muros ou Pontes?

Valério Garcia - 03/02/2017

Um dos grandes desafios dos professores é a socialização de seus alunos. Começa desde a pequena idade, onde nossas crianças começam a frequentar as Creches, já que, agora por lei, é obrigatório a presença da meninada a partir dos 4 anos na Escola. É um tempo de adaptação para uma nova vida, novas experiências e novas convivências. E assim nossa vida segue em frente pois somos seres sociais e, por isso, precisamos da presença de outras pessoas em nossos caminhos. O homem é um ser social, como tanto, jamais conseguirá viver isolado. A Escola é o início da socialização ampliada do ser humano.

Outro grande desafio é o respeito às individualidades, sejam elas de cunho religioso, étnico, social, de gênero ou de qualquer natureza. Temos diversos estados, países, e cada povo que os habita tem seu peculiar modo de vida. Mas todos nós somos Homo sapiens, ou seja, seres da mesma espécie; seres ditos humanos. Como conseguir uma integração pacífica entre esse ser, que é tido como o mais inteligente de todos aqueles que habitam o planeta Terra?

A sensibilização das pessoas para um convívio pacífico, depende diretamente de uma convivência mais próxima, de uma troca de conhecimentos, de uma maior interação entre as partes. Quanto mais eu conhecer uma pessoa, mais condições de ajuda poderei lhe oferecer. Quanto mais distantes os povos ficarem, mais difícil será a adaptação aos seus costumes. 

É inevitável deixar de comentar sobre a atitude do presidente de uma grande potência mundial, onde defende a criação de muros para segurança de seu país. Muro se constrói para que animais irracionais não entrem ou saiam de um determinado espaço, não homens e mulheres livres. Muros afastam, impedem a convivência e o entendimento de tudo aquilo que se refere ao social. O Muro é frio, relutante e limitador, para não dizer... covarde. 

Se existem problemas sérios a serem resolvidos, não é com distanciamento e isolamento que eles serão solucionados. Muito pelo contrário, é através do diálogo e da aproximação que tudo fica mais fácil. Todos aqueles que se acham distanciados devem ceder um pouco para facilitar a aproximação. Neste ponto a Humildade e Sinceridade, são fundamentais para o sucesso do entendimento. 

Sempre digo que a nossa vida é como se fosse uma avenida de mão dupla: uma hora estamos indo, noutra estaremos voltando. Ninguém é tão perfeito que não tenha alguma necessidade, e nem tão imperfeito que não possa oferecer algum tipo de ajuda. 

Ao invés de muros, sejamos construtores de Pontes, assim o caminho de encontros e reencontros para uma convivência harmoniosa será facilitado; quem ganha somos todos nós, racionais e inteligentes. 

Bom final de semana.