Edição do dia 17/01/2020

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Costuras e Reformas Suzana Ramos: ateliê comemora quatro anos
GERAL
Resultado financeiro da 35ª Oktoberfest supera R$ 1,6 milhão
GERAL
Contatos feitos via redes sociais são falsos
GERAL - Instituto Consulpam alerta sobre suposta contratação de equipe para trabalhar no concurso da Prefeitura
Atividades na rede municipal são oferecidas no período das férias
GERAL
Distribuição de fraldas em novo endereço
GERAL
Salário mínimo sobe para R$ 1.045
ECONOMIA - Reajuste decorre da inflação mais alta em 2019
Doces que empoderam mulheres e combatem o trabalho infantil
VARIEDADES
Banco de Móveis já contabiliza mais de duas mil doações
GERAL
Pedido de aposentadoria
GERAL - Passados seis meses de espera, segurado pode exigir agilidade na Justiça
Portas Abertas já realizou 11.064 atendimentos
SAÚDE
Saiba como retirar medicamentos na farmácia de Monte Alverne
SAÚDE
Iniciam as obras do posto de saúde sustentável
SAÚDE - Primeira unidade do Brasil começou a tomar forma na última terça-feira
Tarifa adicional de cheque especial não será cobrada
ECONOMIA
Saúde estuda redistribuição de incentivos estaduais para hospitais
SAÚDE
IPE Saúde amplia pagamentos assistenciais para 2020
SAÚDE
Vacina pentavalente já está disponível em Santa Cruz
SAÚDE
Porto Verão Alegre 2020 passa em Santa Cruz do Sul
VARIEDADES
The Wailers volta ao Rio Grande do Sul
VARIEDADES - Após quatro anos desde o último espetáculo, banda jamaicana retorna tocando os maiores sucessos

Que este Ano seja Realmente Novo

Valério Garcia - 06/01/2017

No Natal, a primeira coisa que nos vem à cabeça são os presentes que vamos compartilhar com nossos familiares e amigos. Presente é sinônimo de hoje, agora, e isto já basta para ser motivo de comemoração. É um sinal que estamos vivendo, convivendo e, de uma forma ou de outra, buscando incessantemente a felicidade. 

Quando o Ano Novo se aproxima, deixamos um pouco de lado o presente e passamos a dar lugar para o sentimento de Esperança. Vislumbramos um ano melhor em todos os aspectos para nossa vida. É próprio do ser humano sempre querer mais e o melhor; geralmente para si, esquecendo um pouco dos outros. Muitas vezes lembramos apenas de pedir, esquecendo de agradecer. Como o homem é um ser eternamente insatisfeito, tem a mania de olhar somente para a frente, esquecendo-se de olhar para os lados e, quiçá, para trás. 

Não precisaríamos nem assistir os meios de comunicação, que deleitam-se em anunciar e mostrar fatos ruins e tragédias, para constatar quão difícil está o mundo ao nosso redor. É só pegar o nosso carro e dar uma volta nos bairros de nossa cidade em situação de vulnerabilidade social. Vamos ver com nossos próprios olhos, pessoas com problemas que nem acreditamos que possam existir! Parece mentira mas temos homens e mulheres que passam fome, que não têm onde dormir, que não têm onde morar, mas nem por isso, deixam de ter Esperança..!! E o que eu acho mais importante: são aqueles que mais repartem entre si o pouco que têm. 

Inúmeras vezes participamos de várias campanhas em favor dos nossos irmãos! O que damos? Repartimos? Não. Fornecemos aquilo que não precisamos mais; aquilo que não nos serve, que está sobrando. Isto não é Caridade meus caros amigos. Caridade é compartilhar o que não está sobrando e está acima de “coisas” materiais; pode ser uma palavra, um sorriso, um conselho, enfim, algo que aflore o sentimento do Amor. Estamos carentes de muitos valores dentro da nossa casa. Precisamos olhar um pouco mais para trás. Muito se tem perdido no tempo, devido a correria do presente, devido ao empoderamento do capitalismo em favor da tecnologia. Estamos conversando e convivendo mais com as máquinas do que com nossos semelhantes! Pedimos conselhos aos computadores e celulares, ao invés dos familiares e amigos. Podemos perder tudo, menos nossa esperança e capacidade de sonhar!

Quando estivermos cabisbaixos ou tristes, lembremo-nos do mestre Mário Quintana: “Que eu nunca deixe minha esperança ser abalada por palavras pessimistas”. Saúde, paz e felicidades no Ano que se inicia!