Edição do dia 20/08/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Lançamento da 32ª edição acontece hoje à noite
VARIEDADES - Com o tema Literatura em Rede, a Feira do Livro ocorre entre os dias 4 a 10 de setembro na Praça Getúlio Vargas
Aula inaugural marca início da primeira turma da Escola de Gestão
GERAL
Missão em Israel é tema de aula inaugural na Unisc
ECONOMIA
1º Seminário Desafios do Empreendedor ocorre em Santa Cruz do Sul
GERAL - O evento será realizado dia 29 de agosto, no Hotel Charrua
Santa Cruz receberá desafio de carros superesportivos
GERAL - Encontro ocorre no feriado, de 7 de setembro, no Aeroporto Luiz Beck da Silva, em Linha Santa Cruz. Provas reunião carros superesportivos de alto desempenho
Professor da Unisc lança documentário sobre cicloviagem na Carretera Austral
GERAL
Entenda a guerra contra o cigarro no Brasil
GERAL - Tentativas frustradas de favorecer o setor e impasses judiciais têm causado preocupação
Hidroginástica: Sesc oferece aulas em parceria com a Raia 7 Centro Aquático
GERAL
Copa HB20: Sena Jr. vence e Roncen chega em 7º
ESPORTES
MB Challenge: Correndo em casa, Fernando Jr. conquista pódio
ESPORTES
Lifasc: Semifinalistas definidos
ESPORTES
Assaf sofre derrota em Venâncio Aires
ESPORTES
Avenida chega na semana de estreia na Copinha
ESPORTES
Cras Integrar do Bairro Bom Jesus realizou formatura de inglês
EDUCAÇÃO
Abertas inscrições para Reunião sobre Plantas Bioativas
GERAL
Palavra puxa Palavra é tema de evento
GERAL
Mais de 900 mil reais serão investidos
GERAL - Valor será aplicado em livros e praça de brinquedos
Rodada aborda a Lei de Proteção de Dados
GERAL

Muros e cercas - 2

Osvino Toillier - 17/02/2017

Pois é, julgávamos um absurdo manter o povo confinados em seu território, rigidamente policiado, sem poder atravessar a fronteira para outros países. 

Foi a experiência mais marcante da minha vida em 1989, quando ingressei no território da então República Democrática Alemã, e o trem, vindo de Frankfurt, foi parado na fronteira e a tripulação, substituída pelos guardas da Stasi – polícia comunista – que nos conduziria até Berlim, com rigorosa vigilância no decorrer de todo o percurso, inclusive com cães e revista a bordo, sendo necessário visto de trânsito.

Fui alertado a não tirar fotos na viagem, sob pena de ter o equipamento apreendido. Em nosso compartimento, viajava uma moça que começou a chorar quando o trem se aproximava da estação: ela voltava para casa, de onde não poderia mais sair.

Estas lembranças voltam à memória depois da lamentável decisão do Presidente Donald Trump de decretar a construção de um muro para separar os Estados Unidos do México, a fim de evitar a entrada de cidadãos no território americano. 

A perplexidade dos próprios americanos e a reação mundo afora demonstram o sentimento de rejeição e revolta contra esta estapafúrdia decisão, que está na contramão dos tempos atuais, em que dirigentes se unem e dialogam sobre aproximação dos povos, para superar antigas dissensões e sepultar a memória de conflitos que custaram a vida de milhões de pessoas, especialmente nas duas guerras mundiais. 

Ensinam-nos os historiadores que quem não conhece a história está condenado a repeti-la. Parece que o passado traumático, com milhões de vítimas, está sendo esquecido, por conta da estupidez do líder da maior potência mundial, apenas para defender os alegados interesses e proteger o povo americano. 

Quem já viajou para os Estados Unidos sabe do rigor das autoridades de imigração; imaginem agora! Mesmo com visto, não há nenhuma garantia de que o ingresso no país esteja garantido. Ressuscita-se antiga tensão, semelhante à da travessia do Muro de Berlim, quando as autoridades podiam simplesmente negar, na hora, o acesso ao país, humilhando indefesos visitantes. 

Espero sinceramente que não seja o ponto final na política externa americana e volte a reinar o bom senso.