Edição do dia 20/08/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Lançamento da 32ª edição acontece hoje à noite
VARIEDADES - Com o tema Literatura em Rede, a Feira do Livro ocorre entre os dias 4 a 10 de setembro na Praça Getúlio Vargas
Aula inaugural marca início da primeira turma da Escola de Gestão
GERAL
Missão em Israel é tema de aula inaugural na Unisc
ECONOMIA
1º Seminário Desafios do Empreendedor ocorre em Santa Cruz do Sul
GERAL - O evento será realizado dia 29 de agosto, no Hotel Charrua
Santa Cruz receberá desafio de carros superesportivos
GERAL - Encontro ocorre no feriado, de 7 de setembro, no Aeroporto Luiz Beck da Silva, em Linha Santa Cruz. Provas reunião carros superesportivos de alto desempenho
Professor da Unisc lança documentário sobre cicloviagem na Carretera Austral
GERAL
Entenda a guerra contra o cigarro no Brasil
GERAL - Tentativas frustradas de favorecer o setor e impasses judiciais têm causado preocupação
Hidroginástica: Sesc oferece aulas em parceria com a Raia 7 Centro Aquático
GERAL
Copa HB20: Sena Jr. vence e Roncen chega em 7º
ESPORTES
MB Challenge: Correndo em casa, Fernando Jr. conquista pódio
ESPORTES
Lifasc: Semifinalistas definidos
ESPORTES
Assaf sofre derrota em Venâncio Aires
ESPORTES
Avenida chega na semana de estreia na Copinha
ESPORTES
Cras Integrar do Bairro Bom Jesus realizou formatura de inglês
EDUCAÇÃO
Abertas inscrições para Reunião sobre Plantas Bioativas
GERAL
Palavra puxa Palavra é tema de evento
GERAL
Mais de 900 mil reais serão investidos
GERAL - Valor será aplicado em livros e praça de brinquedos
Rodada aborda a Lei de Proteção de Dados
GERAL

Parlamentarismo agora é golpe

Um Passo a Mais - João Pedro Schmidt - 11/08/2017

Não se sabe ainda qual o próximo passo do golpe contra a democracia instaurado em 2016, mas a última alternativa, levantada por esses dias pelo ilegítimo presidente Temer, é o tal do parlamentarismo.

 Em poucas palavras, a mudança do presidencialismo para o parlamentarismo é que o poder real passa a ser centralizado no parlamento (Congresso Nacional), que define o primeiro ministro, o principal gestor do governo nacional, enquanto o presidente tem pouco poder nas decisões sobre as políticas que fazem diferença na vida do povo. Há nuances nos modelos parlamentaristas, mas no principal é isso.

Não é preciso ser visionário para notar que se trata de mais uma artimanha para evitar o retorno de Lula ou de um candidato da esquerda à Presidência. A manobra está à vista de todos. Basta ver que além de Temer, que não se elegerá sequer para síndico, quem defende a via parlamentarista é o PSDB, que não ganhou nenhuma eleição presidencial neste século, mas abocanhou fatias do poder no governo Temer e agora está buscando uma forma de se manter. Como os próceres do PSDB sabem que as chances de se garantir pelo voto são muito poucas, o parlamentarismo é a saída para assegurar seu naco no governo.

O parlamentarismo vem se mostrando um sistema viável em países com partidos políticos sólidos e regras eleitorais que asseguram uma sintonia razoável entre governantes e governados. Requisitos que não temos aqui. O Congresso Nacional é o poder mais rejeitado pelos cidadãos, com desconfiança em torno de 95% dos eleitores.

O parlamentarismo vem sendo rejeitado nas consultas feitas aos brasileiros e a razão principal parece ser a de que os eleitores esperam muito pouco dos parlamentares em termos de mudança nos rumos do país. Espera-se mais dos presidentes. Isso ficou claro em 1993, quando o plebiscito evidenciou a preferência da maioria dos cidadãos pelo presidencialismo.

Estivéssemos numa situação de normalidade democrática, a tese parlamentarista sequer seria levada a sério. Mas, desde o golpe vivemos num estado de exceção democrática. Do atual governo, do atual Congresso e do atual Supremo Tribunal Federal pode-se esperar qualquer coisa, até mesmo um parlamentarismo arranjado para burlar a vontade popular a ser expressa pelo voto em 2018.