Edição do dia 20/10/2017

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Empregar RS acontece no próximo dia 27
GERAL
Unisc TV passa a exibir programação pela internet
GERAL
Educar-se realiza Noite Cultural
VARIEDADES
Abre edital para cadastramento de peritos médicos
GERAL
Serviço de odontologia no município completa 30 anos
GERAL - Em comemoração, programação especial será realizada na próxima quarta-feira
Souza Cruz abre processos de seleção para 30 vagas de estágio
GERAL - Candidatos devem ter previsão de formatura entre janeiro de 2020 e janeiro de 2021
Agentes da vigilância visitarão residências para avaliar focos de Aedes Aegypti
GERAL - As larvas coletadas no Levantamento de Índice Rápido (Lira) serão analisadas no laboratório da 13ª Coordenadoria Regional de Saúde
Heitor Petry assume a vice-presidência do Fórum dos Coredes RS
GERAL
Unisc figura entre as 150 melhores empresas para se trabalhar
GERAL - Essa é a 10ª vez consecutiva que a universidade aparece na lista divulgada pela revista Você S/A e pela Fundação Instituto de Administração (FIA)
Agentes visitarão residências para avaliar focos de Aedes Aegypti
SAÚDE - Todos os 38 bairros da cidade serão avaliados simultaneamente
FC SANTA CRUZ: Jantar em apoio à base é neste sábado
ESPORTES - Festa ocorre no mesmo dia em que equipe Juvenil decide vaga nas quartas do Gauchão
SRFis Unisc e Acadef fazem entrega de órteses e próteses
GERAL - Encontro ocorreu nas dependências da Unisc a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), vindos de vários municípios
Hospital Santa Cruz participa de encontro da Rede Cegonha
GERAL
Unimed VTRP é uma das melhores empresas para trabalhar
GERAL - Levantamento do ranking da Revista Você S/A foi divulgado na noite dessa terça-feira
Lifasc: Copa MD Pneus tem oito partidas pelas quartas-de-final
ESPORTES - Bola rola em uma fase decisiva da Copa Valdino Brutscher
Dois jogos abrem as quartas do Regional neste sábado
ESPORTES - Campeonato dá início a sua fase quente e decisiva
Evento mundial sobre tabaco acontece na próxima semana
GERAL - Delegações de 22 países participam em Santa Cruz do Sul do evento que não é aberto à comunidade
Daniel Zimpel é campeão estadual do Circuito Sesc
ESPORTES - Atleta da AMO/Unimed VTRP conquistou título da temporada

As aparências não enganam mesmo

Olhar Parcial - Edison Rabuske - 28/09/2017

Em maio do ano passado escrito um texto intitulado “ As aparências não enganam”, onde fiz as seguintes avaliações:
“A impressão que temos da vida política nacional, é que estamos diante de uma crise eterna sem data para acabar. Desde a reeleição da Presidente Dilma, ela não conseguiu governar, onde a cada dia seu governo era instado a responder temas imediatos, não havendo qualquer espaço para planejamento de médio ou longo prazo, desde os ajustes com os inúmeros partidos, a pauta indigesta da corrupção e a crise econômica levou a mesma ao processo de Impeachment, resultado que todos conhecemos.”
Passado mais de um ano, a situação somente agravou, o Presidente Temer governa apagando incêndios, e mais interessante, dá a impressão da total despreocupação com todas as acusações que lhe são imputadas. Viaja para Rússia, Alemanha, China e EUA, como se nada estive acontecendo. E o mais interessante, que não há consenso no mundo política sobre o que fazer, e qual o futuro, e se há futuro. Se depender do Presidente e seus comparsas, os danos que causarão a nação e a democracia serão irreparáveis.
 Também há um ano atrás referi o jornalista Jeferson Severino que em 15.12.2015, assim escreveu sobre o Presidente Temer “ que quem melhor definiu sua personalidade obtusa foi o outrora todo-poderoso Antônio Carlos Magalhães, com quem teve alguns entreveros na guerra por posições no reinado tucano: ACM cravou-lhe o apodo de MORDOMO DE VELÓRIO. Referia-se a uma frieza posuda que, a princípio, era usada como uma máscara no tiroteio do dia a dia conflituoso do Congresso.
Agora que saiu dos bastidores, o que fez sua vida toda, TEMER da provas que no poder não há espaço para esconder-se, ao contrário, o poder mais cedo ou mais tarde desnuda a todos, e no caso do Michel Temer estamos tendo a pior amostra do que a política dos coronéis nos legou. O resultado da política de Temer e seus comparsas informam que as diferenças sociais novamente voltaram a crescer, onde políticas públicas de acesso a Educação como Fies e Prouni praticamente deixaram de existir, por alegada falta de recursos, Universidades Públicas sucatadas, escolas técnicas com ameaça de fechamento, enquanto que valores da ordem de 3 bilhões foram destinados para base aliada no Congresso para salvar o Presidente de processo criminal. 
Estava com razão há mais de um anos atrás, as aparências não enganam mesmo.