Edição do dia 17/09/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Conselho lança o Polo dos Vales
GERAL
ENTRE QUATRO: Encenação acontece hoje e amanhã
VARIEDADES
RECEITA FEDERAL: Nova sede atenderá a partir de 8 de outubro
GERAL - Além da Delegacia da Receita Federal, a Procuradoria Geral da Fazenda também deve ocupar o espaço
Fentifumo inicia pauta de negociação
GERAL - Primeira reunião com a Federação e os Sindicatos ocorre na próxima quinta-feira
Otelio Drebes realiza palestra a professores
EDUCAÇÃO
Semana do Ministério Público começa hoje
GERAL - Promotores do caso Bernardo Boldrini estarão presentes
Reunião sobre Plantas Biotivas inicia hoje
GERAL
Prefeitura lança Alvará Digital
GERAL - A partir de agora, o documento pode ser feito em poucas horas, sem precisar sair de casa
Educar-se e Centro de Línguas promovem imersão bilíngue
EDUCAÇÃO
Sincotec-Varp realiza capacitação nesta quarta
GERAL
Projeto vai apresentar Santa Cruz e a 35ª Oktoberfest
VARIEDADES - Nos dois sábados da Festa da Alegria, ônibus sairão de Porto Alegre, Caxias do Sul e Santa Maria
Presidente dos Festejos Farroupilhas destaca a importância da cultura gaúcha
VARIEDADES
Tchê Bistrô e Arte: enaltecendo a tradição gaúcha
VARIEDADES
A força buscada nos versos
VARIEDADES
Cavalos passarão por inspeção antes do desfile
VARIEDADES - Além da Guia de Transporte Animal (GTA), será exigida apresentação de comprovantes para verificar as condições de saúde do animal
CTG de Paredão entregará 500kg em doações
VARIEDADES
Segurança Pública será reforçada em 36 municípios
POLÍCIA - Municípios da região receberão um total de aproximadamente R$ 2 milhões
Assaf vai encarar a Assoeva nas quartas de final
ESPORTES

ÁGUA: Quanto Custa?

Valério Garcia - 06/10/2017

 

A vida no planeta Terra, começou na água. Segundo várias teorias sobre a origem da vida no planeta, as primeiras células, micro-organismos e seres vivos, vieram da água. Foram nos sistemas marinhos ou dulcícolas que iniciou-se a vida. Se olharmos uma foto, tirada pelos satélites que circundam nosso planeta, veremos que a nossa Terra é infinitamente composta por uma grande maioria de água. O corpo da maioria dos seres bióticos é composto de 70% de água e, em muitos casos, essa porcentagem é ainda maior. 
O que tem assustado nossos cientistas é que essa quantidade de água disponível para o consumo humano, está diminuindo cada vez mais. De toda quantidade de água que existe no planeta, a grande maioria é marinha (cerca de 97%), portanto, imprópria para o consumo. Em torno de 2% está solidificada nas calotas polares, especialmente nos círculos polares. Sobram apenas 1% (se já não diminuiu), prezados amigos, para o nosso consumo. E a contaminação de nossos lençóis freáticos? E a poluição de nossos arroios e rios? Tem um ditado antigo que nos ensina: “o pior cego é aquele que não quer ver.”
Por outro lado, em nosso Estado, tem ocorrido muitas enchentes, com prejuízos incalculáveis para as cidades e seus munícipes. Essa quantidade toda de água que serviria para melhorar nossa qualidade de vida, ao contrário, está destruindo vidas. Como entender isso? A resposta está nas ações antrópicas que dia a dia desenvolvemos em nossas comunidades. Pensamos sempre no progresso e nas vantagens que poderemos lograr com ele. Vários crimes ambientais estão se propagando, bem perto do nosso nariz, e não fazemos nada para contê-los. Aumentamos o desmatamento, especialmente na mata ciliar de nossos rios, propagamos queimadas, não destinamos corretamente o lixo de nossas residências enfim, somos “desnaturados” com a natureza. A água que poderia ser melhor aproveitada, acaba não tendo para onde ir, pois os rios estão assoreados, os bueiros e bocas de lobo estão entupidos e o dito progresso tirou até o nosso sonho de voltar a tomar um banho na sanga. Esquecemos que nossa primeira morada foi dentro d’água, no corpo de nossa mãe. Até isso não notamos, não damos a devida importância! A água que consumimos em nossa casa é responsabilidade nossa! Temos uma grande obrigação cidadã para que ela não venha sumir, num futuro breve. Investimentos são necessários para sua manutenção e conservação; sem eles a seca só aumentará. Nossos gestores municipais correm contra o tempo.
Como sempre acreditarei na Educação, tenho fé e convicção que, através dela, nossos pequenos ajudarão na solução desse problema. Melhorar o pensamento de uma criança é bem mais fácil que tentar, o mesmo procedimento, porém com adultos. E que essa solução não tarde. E ela não é simples não; para os seres vivos do planeta Terra, a água é uma questão de sobrevivência. 
Bom final de semana!