Edição do dia 17/11/2017

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Marechal Deodoro estará fechada hoje
GERAL - Via recebe a segunda camada de asfalto nessa segunda-feira
32º Enart recebe 51 mil pessoas
GERAL - Evento encerrou na noite desse domingo com a premiação do CPF Piá do Sul na Força A
CPF Piá do Sul é o grande vencedor do Enart
GERAL - Grupo conquistou o quarto prêmio homenageando Paixão Côrtes e Barbosa Lessa
Lanceiros de Santa Cruz dançou no último bloco
GERAL - Havaneira Marcada, Anú e Roseira foram as danças
CTG Lanceiros de Santa Cruz é o terceiro grupo do Bloco 5
VARIEDADES - Grupo traz a história nos trilhos de Santa Cruz
CTG Lanceiros de Santa Cruz é o terceiro grupo do Bloco 5
VARIEDADES - Grupo traz a história nos trilhos de Santa Cruz
Rincão da Alegria se apresenta no Enart 2017
GERAL - Grupo foi o segundo a se apresentar na manhã desse sábado, 18 de novembro
Enart: dia de classificatórias para o domingo
VARIEDADES - Competições iniciam as 9h deste sábado, no Parque da Oktoberfest
CTG Rincão da Alegria é o segundo grupo deste sábado
VARIEDADES - Entidade leva a modernidade para o campo em sua temática
Enart 2017 tem início em Santa Cruz do Sul
GERAL - O maior encontro de arte amadora da América Latina segue até o domingo no Parque da Oktoberfest
Policiais seguem buscas aos foragidos do Presídio Regional
POLÍCIA
Rombo na previdência é real, diz especialista
POLÍTICA - Situação poderia comprometer investimento em outras áreas importantes
Mais de 1,5 milhão de pessoas farão o Encceja
EDUCAÇÃO - Exame será aplicado neste domingo em todo o país
Portal da campanha antibullying da prefeitura é lançado
GERAL - O objetivo do portal é servir como uma fonte de informações sobre o Bullying e também como espaço para denúncia
No Brasil, falta trabalho adequado para 26,8 milhões de pessoas
GERAL - Informação foi divulgada nesta sexta-feira pelo IBGE
TSE pede que governo mude início do horário de verão de 2018
GERAL - Motivo é a realização das eleições do próximo ano. Ideia é que o horário de verão comece após o segundo turno da votação
I Mostra de Empreendedorismo Feminino acontece neste domingo
GERAL
Lifasc: Julgamento do recurso do Linha Nova ocorre no dia 21
ESPORTES - Reunião do Conselho de Clubes ocorre na sede do Linha Santa Cruz, a partir das 20h

A Santa Cruz de outros tempos

Uma janela para o passado - Moina Mary Fairon Rech

A Leitura que Habito - Luana Ciecelski - 11/10/2017

Pensando nesse clima de Oktoberfest, de cultuar tradições e de relembrar a história da cidade, a resenha de hoje – e sugestão de leitura, claro – é sobre o livro de memórias (ensaio) escrito pela santa-cruzense Moina Mary Fairon Rech. Ele não conta a história dos colonizadores germânicos, mas fala de uma história que, apesar de ser mais recente, é bem menos registrada. No livro “Uma janela para o passado”, ela nos apresenta uma Santa Cruz do Sul das décadas de 30 e 40. Uma Santa Cruz bem diferente da que conhecemos hoje.

Dentro das 366 páginas do livro, Moina conta episódios de sua infância e juventude. Relembra acontecimentos que marcaram sua vida. São histórias simples, como aquelas que uma avó costuma contar para os netos. Porém, dentro dessas histórias é possível captar registros de uma cidade que estava se desenvolvendo, de ruas que estavam sendo construídas, de um estilo de educação diferente, de hábitos da sociedade santa-cruzense de gerações anteriores. 

Crédito: Luana Ciecelski

Durante sua juventude, Moina acompanhou, por exemplo, a construção da Rua Gaspar Silveira Martins, porque a família de Moina teve parte de suas terras desapropriadas para que a via pudesse existir. Ela também viu o tempo em que andar à cavalo pela cidade era algo natural – ela mesma participou de uns episódios de corridas de cavalo, inclusive -, e também conheceu uma Santa Cruz do Sul onde a Rua São José já existia, mas era considerada praticamente interior, porque era “muito longe” de tudo. 

O livro também é cheio de curiosidades e de surpresas, especialmente para as gerações mais novas. Descobre-se, por exemplo, que Santa Cruz do Sul viveu intensamente a Segunda Guerra Mundial, e que algumas mulheres daqui passaram por treinamento para trabalhar como enfermeiras no front se necessário fosse. Elas nunca chegaram a ir, de fato, mas as histórias ficaram. E Moina as conta muito bem. Com uma linguagem simples, envolvente e em muitas situações engraçada. 

O livro, que teve sua segunda edição lançada em 2015 e editada pela Edunisc é dividido em diversos capítulos curtinhos e temáticos, e não segue necessariamente uma ordem cronológica. Ele pode ser lido do início ao fim, ou pode ser aberto em um trecho e lido parcialmente. É um passatempo maravilhoso para pessoas mais novas e uma forma muito gostosa de lembrar coisas do passado, se o leitor for de uma geração mais antiga. 

Dessa forma, “Uma janela para o passado”, que pode ser encontrado na Livraria e Cafeteria Iluminura é um dos livros mais bacanas sobre a história de Santa Cruz que eu já tive nas mãos. Ele fez com que eu sentisse saudade de uma época que nem conheci. E fez com que eu conhecesse um pouco mais sobre a cidade onde eu também nasci. É uma leitura muito rica. Garanto. 

Título: Uma janela para o passado
Autor: Moina Mary Fairon Rech
Editora: Edunisc
Páginas: 366