Edição do dia 13/09/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Solidariedade declara apoio a Telmo
POLÍTICA
Saiba como ter desconto especial no IPTU do ano que vem
GERAL
A Hipnose pode auxiliar no autodesenvolvimento de forma eficaz
EMPRESARIAL - Especialista desmistificou tema e apontou benefícios da técnica no Café Empresarial
Reforma Tributária é tema da apresentação de Rigotto em Santa Cruz
GERAL
Dada a largada para a Semana Farroupilha
GERAL - Abertura aconteceu no Parque de Eventos na manhã desta sexta-feira
Fórum atrai dois secretários de Estado a Santa Cruz do Sul
GERAL - Representantes de todas as 28 regiões estiveram na Unisc nessa quinta-feira
Lino e Laila serão tema do Novo Cemai
GERAL
Aulas de autoescola com ou sem simulador de direção?
GERAL
Sessão especial para o ensino médio
VARIEDADES
Estudante de Santa Cruz conquista certificado de excelência internacional
EDUCAÇÃO
RGE instala aquecedores solares nas residências de 150 famílias
GERAL
Embarques devem superar os US$ 2 bilhões
GERAL
Depressão deve ser tratada no início, afirma especialista
ESPECIAIS - Mulheres sofrem de depressão duas vezes mais do que os homens
Tributo a Herb Alpert é hoje
VARIEDADES - Teatro do Mauá recebe apresentação às 20h
Sociedade Ginástica: Jantar Baile marca comemoração dos 126 anos
EMPRESARIAL
Farmácia Municipal reabre na segunda no novo prédio
SAÚDE
Grupo Tholl traz Casinha de Chocolate
VARIEDADES
18,2 mil exemplares foram vendidos
VARIEDADES - Além do sucesso em vendas, o público também compareceu e lotou a Praça Getúlio Vargas

A Santa Cruz de outros tempos

Uma janela para o passado - Moina Mary Fairon Rech

A Leitura que Habito - Luana Ciecelski - 11/10/2017

Pensando nesse clima de Oktoberfest, de cultuar tradições e de relembrar a história da cidade, a resenha de hoje – e sugestão de leitura, claro – é sobre o livro de memórias (ensaio) escrito pela santa-cruzense Moina Mary Fairon Rech. Ele não conta a história dos colonizadores germânicos, mas fala de uma história que, apesar de ser mais recente, é bem menos registrada. No livro “Uma janela para o passado”, ela nos apresenta uma Santa Cruz do Sul das décadas de 30 e 40. Uma Santa Cruz bem diferente da que conhecemos hoje.

Dentro das 366 páginas do livro, Moina conta episódios de sua infância e juventude. Relembra acontecimentos que marcaram sua vida. São histórias simples, como aquelas que uma avó costuma contar para os netos. Porém, dentro dessas histórias é possível captar registros de uma cidade que estava se desenvolvendo, de ruas que estavam sendo construídas, de um estilo de educação diferente, de hábitos da sociedade santa-cruzense de gerações anteriores. 

Crédito: Luana Ciecelski

Durante sua juventude, Moina acompanhou, por exemplo, a construção da Rua Gaspar Silveira Martins, porque a família de Moina teve parte de suas terras desapropriadas para que a via pudesse existir. Ela também viu o tempo em que andar à cavalo pela cidade era algo natural – ela mesma participou de uns episódios de corridas de cavalo, inclusive -, e também conheceu uma Santa Cruz do Sul onde a Rua São José já existia, mas era considerada praticamente interior, porque era “muito longe” de tudo. 

O livro também é cheio de curiosidades e de surpresas, especialmente para as gerações mais novas. Descobre-se, por exemplo, que Santa Cruz do Sul viveu intensamente a Segunda Guerra Mundial, e que algumas mulheres daqui passaram por treinamento para trabalhar como enfermeiras no front se necessário fosse. Elas nunca chegaram a ir, de fato, mas as histórias ficaram. E Moina as conta muito bem. Com uma linguagem simples, envolvente e em muitas situações engraçada. 

O livro, que teve sua segunda edição lançada em 2015 e editada pela Edunisc é dividido em diversos capítulos curtinhos e temáticos, e não segue necessariamente uma ordem cronológica. Ele pode ser lido do início ao fim, ou pode ser aberto em um trecho e lido parcialmente. É um passatempo maravilhoso para pessoas mais novas e uma forma muito gostosa de lembrar coisas do passado, se o leitor for de uma geração mais antiga. 

Dessa forma, “Uma janela para o passado”, que pode ser encontrado na Livraria e Cafeteria Iluminura é um dos livros mais bacanas sobre a história de Santa Cruz que eu já tive nas mãos. Ele fez com que eu sentisse saudade de uma época que nem conheci. E fez com que eu conhecesse um pouco mais sobre a cidade onde eu também nasci. É uma leitura muito rica. Garanto. 

Título: Uma janela para o passado
Autor: Moina Mary Fairon Rech
Editora: Edunisc
Páginas: 366