Edição do dia 11/10/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Nota sobre as medidas de Leite - CPERS/Sindicato
GERAL - CPERS AVALIA MEDIDAS DE LEITE COMO PREJUDICIAIS
Exposição de Quadros das Soberanas fica aberta até dia 20 na Casa das Artes
VARIEDADES
Seguro? Só com corretor registrado
ESPECIAIS
Rotaract sedia olimpíada germânica
ECONOMIA - Competição visa promover integração entre os clubes do distrito rotário
Eduardo Leite discute pacote de reformas do funcionalismo
POLÍTICA
TecnoUnisc oferece oportunidades de inovação às empresas
EMPRESARIAL
Evento reúne grandes profissionais da arquitetura
VARIEDADES - 3ª Mostra de Arquitetura de Interiores acontece desde o dia 08 para convidados
Assembleia aprova a proibição de taxa em boletos
POLÍTICA - Maioria dos deputados estaduais votaram pelo fim da tarifa de emissão de boletos
Acordo define votação da Reforma da Previdência para dia 22
POLÍTICA
Programe-se para o feriado
GERAL
Dicas de presente especiais
ESPECIAIS - Neste Dia das Crianças proporcione aos pequenos cultura e educação
A realização do sonho
VARIEDADES - Samanta Heinen conquistou também vaga para concurso nacional
CremoLatto abre mais uma sorveteria
GERAL
Fim de semana tem o início da segunda fase
ESPORTES
Avenida empata em casa e se complica na Copinha
ESPORTES - Time fez uma grande partida, mas não matou o jogo
Torneio Internacional vai movimentar Oktober
ESPORTES - Competições iniciam nesta sexta e seguem até domingo, 13, no Centro Cultural 25 de Julho
Santa Cruz goleia dentro de casa e assume liderança
ESPORTES
1º Fórum acontece neste sábado
SAÚDE - Evento vai esclarecer fatores relativos à doença, tratamentos, bem-estar e direito dos pacientes

Batata à portuguesa gratinada

Colher de Pau - Alayde Guimarães Motta - 31/10/2017

Esta receita serve como acompanhamento ou entrada de qualquer refeição.

 

INGREDIENTES
30 g de manteiga
3 colheres (sopa) de farinha de trigo
500 ml de leite
1 pitada de noz moscada
Sal
Pimenta-do-reino
1 colher (sopa) de azeite de oliva
2 cebolas médias em rodelas
3 batatas médias cozidas em rodelas
1 xícara de presunto em tiras
1½ xícara de mozarela ralado
3 ovos cozidos em fatias
½ xícara de queijo parmesão ralado
¼ xícara de azeitonas pretas sem caroço
1 colher (sopa) de salsa picada

MODO DE PREPARO
Em uma panela, derreta a manteiga, junte a farinha e em seguida o leite, sempre mexendo até ficar consistente. Tempere com uma pitada de noz moscada, sal e pimenta e reserve. Aqueça uma frigideira, regue com azeite e doure a cebola. Reserve. Disponha as batatas em um refratário, cubra com o molho e com as rodelas de cebola. Adicione o presunto, a mozarela, os ovos, o parmesão e as azeitonas. Leve ao forno preaquecido, a 180°C, por, aproximadamente, 30 minutos ou até que o queijo esteja gratinado.
FONTE: https://www.tastemade.com.br

DICA DA SEMANA

Muita gente se pergunta se azeitona verde e azeitona preta são a mesma coisa ou se há, de fato, diferenças entre elas. É apenas a cor, ou o sabor também muda? Elas são a mesma fruta ou não? Essas são dúvidas frequentes que as pessoas têm na hora de escolher a oliva, e saber a resposta delas é fundamental para acertar na cozinha. As azeitonas verdes e as azeitonas pretas são frutos da mesma árvore, a oliveira. A principal diferença entre elas é a época da colheita. Enquanto as verdes são colhidas imaturas, as pretas passam por todo o processo de maturação. É esse o fato que acarretará nas características particulares de cada uma, mas uma coisa é válida para qualquer variação de azeitona: elas só ficam boas para consumo depois de curtir, então caso você esbarre em uma oliveira por aí, nada de apanhar as olivas e comê-las in natura.
Isso ocorre porque azeitonas ao natural são muito amargas, e para serem apreciadas à mesa, elas passam por um processo de tratamento que reduz seu amargor. As verdes são cozidas e depois fermentam em salmoura entre 6 e 12 meses. Quanto mais tempo elas passam pela fermentação, menos amarga e mais saborosa fica. Já a azeitona preta, por ser um fruto maduro, precisa de menos tempo de salmoura, sendo curada por, no máximo, dois meses. A textura também muda. Mas há um fator mais importante para as variedades de sabor, cada espécie tem características próprias, que variam de acordo com a região do plantio e com o processo de maturação. Por isso é comum que azeitonas da mesma cor tenham sabores distintos. Você pode comprar dois potes verdes e um ser manzanilla e outro hojiblanca, por exemplo. Apesar da mesma cor, cada um terá suas particularidades quanto à textura e gosto. No entanto, algumas características são comuns a todas as azeitonas verdes e todas as pretas. Independente da variação, as elas possuem um teor maior de óleo e tendem a ser mais amargas e consistentes. Isso ocorre porque o fruto não atinge seu grau máximo de maturação, e como passam mais tempo em salmoura, também ficam mais salgadas. Já as pretas, por serem colhidas maduras, possuem mais água, o que lhes conferem maior maciez. Apesar de seu sabor marcante, são mais adocicadas –característica adquirida por ficar mais tempo no pé.