Edição do dia 20/08/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Professor Nestor Raschen recebe o título de Cidadão Honorário
GERAL
Lançamento da 32ª edição acontece hoje à noite
VARIEDADES - Com o tema Literatura em Rede, a Feira do Livro ocorre entre os dias 4 a 10 de setembro na Praça Getúlio Vargas
Aula inaugural marca início da primeira turma da Escola de Gestão
GERAL
Missão em Israel é tema de aula inaugural na Unisc
ECONOMIA
1º Seminário Desafios do Empreendedor ocorre em Santa Cruz do Sul
GERAL - O evento será realizado dia 29 de agosto, no Hotel Charrua
Santa Cruz receberá desafio de carros superesportivos
GERAL - Encontro ocorre no feriado, de 7 de setembro, no Aeroporto Luiz Beck da Silva, em Linha Santa Cruz. Provas reunião carros superesportivos de alto desempenho
Professor da Unisc lança documentário sobre cicloviagem na Carretera Austral
GERAL
Entenda a guerra contra o cigarro no Brasil
GERAL - Tentativas frustradas de favorecer o setor e impasses judiciais têm causado preocupação
Hidroginástica: Sesc oferece aulas em parceria com a Raia 7 Centro Aquático
GERAL
Copa HB20: Sena Jr. vence e Roncen chega em 7º
ESPORTES
MB Challenge: Correndo em casa, Fernando Jr. conquista pódio
ESPORTES
Lifasc: Semifinalistas definidos
ESPORTES
Assaf sofre derrota em Venâncio Aires
ESPORTES
Avenida chega na semana de estreia na Copinha
ESPORTES
Cras Integrar do Bairro Bom Jesus realizou formatura de inglês
EDUCAÇÃO
Abertas inscrições para Reunião sobre Plantas Bioativas
GERAL
Palavra puxa Palavra é tema de evento
GERAL
Mais de 900 mil reais serão investidos
GERAL - Valor será aplicado em livros e praça de brinquedos

Batata à portuguesa gratinada

Colher de Pau - Alayde Guimarães Motta - 31/10/2017

Esta receita serve como acompanhamento ou entrada de qualquer refeição.

 

INGREDIENTES
30 g de manteiga
3 colheres (sopa) de farinha de trigo
500 ml de leite
1 pitada de noz moscada
Sal
Pimenta-do-reino
1 colher (sopa) de azeite de oliva
2 cebolas médias em rodelas
3 batatas médias cozidas em rodelas
1 xícara de presunto em tiras
1½ xícara de mozarela ralado
3 ovos cozidos em fatias
½ xícara de queijo parmesão ralado
¼ xícara de azeitonas pretas sem caroço
1 colher (sopa) de salsa picada

MODO DE PREPARO
Em uma panela, derreta a manteiga, junte a farinha e em seguida o leite, sempre mexendo até ficar consistente. Tempere com uma pitada de noz moscada, sal e pimenta e reserve. Aqueça uma frigideira, regue com azeite e doure a cebola. Reserve. Disponha as batatas em um refratário, cubra com o molho e com as rodelas de cebola. Adicione o presunto, a mozarela, os ovos, o parmesão e as azeitonas. Leve ao forno preaquecido, a 180°C, por, aproximadamente, 30 minutos ou até que o queijo esteja gratinado.
FONTE: https://www.tastemade.com.br

DICA DA SEMANA

Muita gente se pergunta se azeitona verde e azeitona preta são a mesma coisa ou se há, de fato, diferenças entre elas. É apenas a cor, ou o sabor também muda? Elas são a mesma fruta ou não? Essas são dúvidas frequentes que as pessoas têm na hora de escolher a oliva, e saber a resposta delas é fundamental para acertar na cozinha. As azeitonas verdes e as azeitonas pretas são frutos da mesma árvore, a oliveira. A principal diferença entre elas é a época da colheita. Enquanto as verdes são colhidas imaturas, as pretas passam por todo o processo de maturação. É esse o fato que acarretará nas características particulares de cada uma, mas uma coisa é válida para qualquer variação de azeitona: elas só ficam boas para consumo depois de curtir, então caso você esbarre em uma oliveira por aí, nada de apanhar as olivas e comê-las in natura.
Isso ocorre porque azeitonas ao natural são muito amargas, e para serem apreciadas à mesa, elas passam por um processo de tratamento que reduz seu amargor. As verdes são cozidas e depois fermentam em salmoura entre 6 e 12 meses. Quanto mais tempo elas passam pela fermentação, menos amarga e mais saborosa fica. Já a azeitona preta, por ser um fruto maduro, precisa de menos tempo de salmoura, sendo curada por, no máximo, dois meses. A textura também muda. Mas há um fator mais importante para as variedades de sabor, cada espécie tem características próprias, que variam de acordo com a região do plantio e com o processo de maturação. Por isso é comum que azeitonas da mesma cor tenham sabores distintos. Você pode comprar dois potes verdes e um ser manzanilla e outro hojiblanca, por exemplo. Apesar da mesma cor, cada um terá suas particularidades quanto à textura e gosto. No entanto, algumas características são comuns a todas as azeitonas verdes e todas as pretas. Independente da variação, as elas possuem um teor maior de óleo e tendem a ser mais amargas e consistentes. Isso ocorre porque o fruto não atinge seu grau máximo de maturação, e como passam mais tempo em salmoura, também ficam mais salgadas. Já as pretas, por serem colhidas maduras, possuem mais água, o que lhes conferem maior maciez. Apesar de seu sabor marcante, são mais adocicadas –característica adquirida por ficar mais tempo no pé.