Edição do dia 12/11/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Mudanças são anunciadas nas secretarias
GERAL
Dia de visitações, experiências e expectativas no Viva Unisc 2019
GERAL
Solenidade marca aniversário do General Gomes Carneiro
GERAL - Na ocasião também foi comemorada a chegada do III Batalhão ao município
Pequenas atitudes
OPINIÃO
Verrugas Estelares
OPINIÃO
Em defesa da vida
OPINIÃO
CDL aponta 800 vagas temporárias
ECONOMIA - Expectativa é de boas oportunidades de emprego para o período
ACI: Eleição ocorre hoje
GERAL
Vigilância Colaborativa: Lançamento do Programa acontece hoje
GERAL
GREVE: Polícia Civil paralisa nesta quarta-feira
POLÍCIA
Campeonato Municipal inicia no próximo dia 22
ESPORTES
AMO/Unimed VTRP: Atletas brilham pelo estado
ESPORTES
Dois times largam com vitória na estreia da Copa Lisaruth
ESPORTES
Estadual sub 19: Santa Cruz vence fora e fica perto da final
ESPORTES
Regional: São José larga na frente nas semifinais
ESPORTES
Universidade aguarda mais de cinco mil estudantes
GERAL
Bate papo: Doações por incentivos fiscais
ECONOMIA
Comdica realiza 4ª Noite Cultural na Unisc
VARIEDADES - O evento que tem entrada franca visa enaltecer projetos sociais realizados por diversas entidades

Saudades Eternas

Valério Garcia - 03/11/2017

O dia 02 de novembro é destinado à lembrança das pessoas que nos foram queridas e estão em outra dimensão que as várias religiões explicam, ou tentam explicar. É um dia onde reflexões nos afloram na memória. Quantas pessoas que amávamos já não estão mais entre nós!

Aqueles que tem 50 anos ou mais, assim que nem eu, cumpriam um ritual com seus pais ou familiares neste dia: visitar os entes queridos que estavam sepultados nos cemitérios da cidade ou região. Dia de orações, nostálgico e de tristeza. Ficava-se ouvindo as histórias de nossos antepassados e os motivos de sua morte e seus sofrimentos na vida terrena. Mas era nossa obrigação esta visita e fomos educados para que este dia fosse de reverência aos mortos. Hoje, vejo poucos jovens nesta missão. Até posso estar enganado...

É importante que resgatemos este costume, esta devoção por aqueles que nos foram queridos e importantes. Procuro lembrar somente das coisas boas que vivemos no período em que estivemos juntos na vida terrena. Lembranças boas, só nos fazem bem, e acredito que à eles, também. A vida passa muito rápido e a gente vai observando a idade que muitos tinham quando “partiram” e, constata que, talvez, nosso tempo já tenha cruzado a linha divisória da metade de nossas vidas, aqui neste chão, neste plano. Fomos educados somente para a vida, enquanto que a única certeza de nossas vidas, é a morte. 

Devemos procurar explicações em nossas religiões, sejam elas quais forem, desde que sempre procurem fazer o bem, sem ostentações ou cobranças materiais, afinal de contas a alma das pessoas não precisa de dinheiro ou qualquer outro bem, apenas de orações e bons pensamentos. 

Nos dias de hoje, procuremos conviver intensamente com as pessoas, fundamentados no amor durante todos os momentos; deixemos de lado o orgulho, as mesquinharias, pois não sabemos quando chegará o nosso dia. E quando ele chegar, que sejamos lembrados por tudo aquilo de bom que fizemos nesta breve estada por aqui.
Bom final de semana.