Edição do dia 15/02/2020

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Inscrições para processo seletivo encerram na quarta
GERAL
Sicredi Vale do Rio Pardo investirá em usina fotovoltaica própria
EMPRESARIAL
Educadores e estudantes debatem sobre ensino
EDUCAÇÃO
Unisc recebe prêmio Conciliar é Legal
GERAL
Valentine's Day celebra o amor
GERAL
Seminário marca o início do ano letivo no Colégio Mauá
EDUCAÇÃO
Regional de secretários de educação tem nova coordenação
EDUCAÇÃO
Solled recebe mais uma premiação
EMPRESARIAL
Stifa e Souza Cruz realizam assembleia
GERAL
Não é Não! Santa Cruz do Sul abraça campanha contra o assédio
GERAL
Cemas distribuirá preservativos para foliões
SAÚDE
O drama financeiro do setor público
EDITORIAL
O Imposto do pecado (parte 1)
OPINIÃO
Escolas retomam atividades na segunda-feira
EDUCAÇÃO - Serão 11,1 mil crianças que voltam às aulas no próximo dia, 17
Professores e funcionários recebem capacitação
EDUCAÇÃO - Evento aconteceu no Auditório Central da Unisc e Câmara dos Vereadores
Escola Moranguinho: um lugar acolhedor
EDUCAÇÃO
Ano letivo inicia com mudanças
EDUCAÇÃO - Após aprovado o novo pacote de medidas do Governo Estadual, Cpers não descarta novas greves
Decisão de Desbessell desagrada políticos
POLÍTICA - Vereadores dizem que não foram ouvidos sobre CPP contra Crestani e Schneiders

Tomada de Decisão

Valério Garcia - 08/12/2017

Uma prática comum do ser humano é estar olhando sempre para o seu bem estar, seu umbigo, esquecendo-se da coletividade, do mundo à sua volta. O egoísmo tem tomado conta das pessoas, onde o mais importante é o “eu” e não o “nós”. A questão monetária está na frente da questão humana e, por isso, estamos pagando um preço muito alto para tentarmos ser felizes.
 
As pessoas estão perdendo o escrúpulo para conquistarem seus objetivos, não importando se têm que passar por cima de seus semelhantes.  É só observarmos as questões que envolvem a classe política e administrativa de nosso país, alguns estados e municípios. Muito se tem falado que a culpa de tudo que é ruim que está acontecendo é dos políticos, mas na verdade é nossa também. Nós que os colocamos lá. Eles são nossos representantes e tomam importantes decisões em nosso nome. 
 
Tenho a honra em trabalhar em um pequeno município (Novo Cabrais-RS) onde os servidores municipais recebem rigorosamente em dia, os fornecedores igualmente e a transparência é uma bandeira diária. Muitos elogios temos recebido e a consciência do dever cumprido nos acompanha, tendo a tranquilidade e a sabedoria adquirida ao longo dos tempos a alertar que estamos fazendo, nada mais nada menos, do que a nossa obrigação. Isso não é difícil de se conseguir quando se tem pessoas comprometidas trabalhando em Equipe. O sucesso não é de um ou dois, mas de todos, assim como o contraditório também. Estamos precisando de tomadas de decisões que envolvam o bem comum, de toda sociedade, não apenas de um ou alguns. A oitiva das comunidades e de seus líderes é importante para a construção de um mandato sério e transparente. Não devemos ter medo da política nem dos políticos, devemos ter medo é das nossas omissões ou decisões equivocadas, pois nos levarão a problemas futuros oriundos das nossas escolhas erradas.
 
É imprescindível que os gestores não fiquem reféns dos recursos vinculados à União ou ao Estado, pois estes, não estão cumprindo totalmente suas obrigações. Atrasos e inadimplência surgem todos os meses e os municípios esforçam-se para manterem-se de pé; muitos não estão conseguindo. Por esse motivo temos que ser criativos para conseguir aumentar a arrecadação e diminuição de despesas, muitas vezes tendo que tomar atitudes que não agradam algumas pessoas. Mas administrar com responsabilidade requer tomada de decisões. 
 
Decidir pensando no todo e não apenas em pedaços, requer coragem, competência e visão administrativa, imprescindíveis ao sucesso do nosso mandato. Bom final de semana.