Edição do dia 16/08/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Candidatas a soberanas da 35ª Oktoberfest participam de uma caminhada no centro
VARIEDADES
Gérson Vargas, Mauri Frantz e Jeferson Redondo aderem ao PSD
POLÍTICA
CDL Santa Cruz divulga vencedores do Dia dos Pais
GERAL - Promoção CDL Presente com Você fez o sorteio no final da tarde desta sexta-feira, dia 16, na Praça Getúlio Vargas
Mais uma edição do Brique da Praça acontece neste domingo
GERAL
Inscrições para o desfile cívico-militar encerram no dia 24
GERAL
Fogo simbólico chega nesta segunda-feira
GERAL
Santa Cruz agora tem uma Escola de Gestão
ESPORTES
Avenida perde jogo-treino, antes da Copinha
ESPORTES
Finalistas serão conhecidos no sábado
ESPORTES
Semifinalistas serão definidos em Rio Pardinho
ESPORTES
Tênis Clube Santa Cruz ganha reconhecimento
ESPORTES
Clássico do Vale do Rio Pardo é neste sábado
ESPORTES
Copa Truck: Santa Cruz do Sul abre terceira fase
ESPORTES
Fernando Jr. defenderá liderança correndo em casa
ESPORTES - Também haverá a Copa Truck e a Hyundai Copa HB20 movimentando o Autódromo
Dia do Escritor na Escola: um incentivo à educação
EDUCAÇÃO - Instituição realizou mais uma edição do projeto anual com escritoras santa-cruzenses
Semana da Pátria é tema de concurso nas escolas
EDUCAÇÃO
PPPs: O futuro dos serviços públicos?
GERAL - Workshop realizado na Unisc falou sobre a tendência das parcerias público-privadas
CDL Santa Cruz: Sorteio será nesta sexta
GERAL - Atividade ocorre às 17h, na Casa da CDL, na Praça da Getúlio Vargas

Frango Ensopado com Mandioquinha (Batata Baroa)

Colher de Pau - Alayde Guimarães Motta - 09/01/2018

Hummm, pratos que nos remetem a algum lugar, ou nos lembram de alguém! Este prato é proveniente do interior da Bahia, mais precisamente em Senhor do Bonfim. Usa a mandioquinha (batata baroa) e o frango que está presente em todas as regiões do nosso país!

INGREDIENTES
1 frango cortado em pedaços
Sal e pimenta a gosto
½ xícara (chá) de vinho branco
3 colheres (sopa) de azeite
1 cebola cortada em cubos
2 dentes de alho picados
2 tomates sem pele e sementes cortados em cubos
500 g de mandioquinha cortada em pedaços
2 xícaras (chá) de caldo de legumes
1 garrafa de leite de coco
Coentro a gosto

MODO DE PREPARO
Tempere o frango com o sal, a pimenta e o vinho.  Tampe e leve à geladeira, por 30 minutos. Em uma panela, aqueça o azeite, doure a cebola e o alho. Junte o frango com o tempero e frite até dourar. Coloque o tomate, a mandioquinha e o caldo de legumes. Cozinhe até o frango e a mandioquinha ficarem macios. Junte o leite de coco e cozinhe por mais 3 minutos. Desligue o fogo e salpique o coentro. Sirva em seguida com arroz.
FONTE: https://pt.petitchef.com

DICA DA SEMANA
A batata baroa (Arracacia xanthorrhiza), também conhecida como cenoura amarela, mandioquinha ou batata salsa, é um hortaliça bastante comum na mesa dos brasileiros. Seu aspecto externo lembra realmente a cenoura, só que com uma cor bege amarelada. Depois de cozida, ela lembra mais a mandioca, mas tem um sabor mais marcante e a massa bem amarela. Assim como a batata, a baroa é um tubérculo. Como outros alimentos com coloração amarela, a baroa é rica em betacaroteno, um pigmento antioxidante que favorece a absorção de vitamina A. Por causa dessa substância, a mandioquinha é muito boa para melhorar a visão, além de fortalecer os cabelos e unhas. Ela também contém vitamina C, conhecida por melhorar a imunidade, e vitaminas do complexo B, fundamentais para os tecidos.
Os minerais também são encontrados em boas quantidades na baroa, sobretudo ferro, magnésio, zinco, manganês fósforo e cálcio. Ela ainda possui boa quantidade de fibras alimentares e garante energia graça à presença dos carboidratos. Em 100 g do alimento temos, em média, 125kcal, o que não é muito, se pensarmos nos bons nutrientes que ele oferece. A ingestão diária é de 100 g de baroa, no entanto, como outros alimentos também possuem nutrientes essenciais, o ideal é variar na alimentação, incluindo a baroa frequentemente. A única contraindicação é para os diabéticos, por causa do amido do tubérculo. Para quem tem a glicose alta, é importante conversar com o nutricionista sobre o consumo da baroa. A baroa cozida é um pouco menos nutritiva que o alimento cru, porém quase todas as substâncias são razoavelmente preservadas com o cozimento. Ela pode ser consumida como ensopado, aproveitando o caldo rico em nutriente em que foi cozida. Outra boa opção é cozinhar no vapor para garantir que os benefícios não se percam.