Edição do dia 21/01/2020

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Salve, salve a lembrança do herói de Santa Cruz do Sul: Arno Frantz
OPINIÃO
Inovação e transparência devem andar de mãos dadas
OPINIÃO
Benditas são as mentes criadoras que combinam sons e silêncio e os transformam em música
OPINIÃO
Dengue: Santa Cruz registra sete casos de suspeita
SAÚDE - Município está entre 99 do Estado com infestação do mosquito
Projeto sugere isenção de IPTU para estacionamentos
GERAL - Vereador também propôs um aplicativo para registro de gastos e receitas do município
Uma agroindústria que empodera
EMPRESARIAL - Programa Arise possibilitou a abertura de uma empresa no interior
Atleta santa-cruzense busca apoio para disputa de competição na França
ESPORTES
União Corinthians empossa departamento de Judô
ESPORTES
Lifasc: Definidos os confrontos da segunda fase
ESPORTES - Última rodada teve 41 gols em oito jogos disputados pelos aspirantes e titulares
Copinha: Gaúchos estão na semifinal
ESPORTES
Gauchão inicia com seis partidas
ESPORTES
Gauchão inicia com seis partidas
ESPORTES
Recopa Gaúcha: Pelotas conquista o bi nos pênaltis
ESPORTES
Toto retorna ao Avenida
ESPORTES - Volante de 33 anos chegou nesta segunda, 20, no Estádio dos Eucaliptos
Desfile de Carnaval pode ser retomado em 2020
GERAL - Reunião entre Prefeitura e Associação das Entidades Carnavalescas define detalhes sobre apoio para a realização do evento
Vazamentos de água são registrados em Santa Cruz
GERAL - Rompimentos de rede ocorreram na sexta, 17, em dois pontos do Centro
Trilegal: Santa Cruz tem quatro novos ganhadores
GERAL
PRE combate a embriaguez no trânsito
POLÍCIA

Frango Ensopado com Mandioquinha (Batata Baroa)

Colher de Pau - Alayde Guimarães Motta - 09/01/2018

Hummm, pratos que nos remetem a algum lugar, ou nos lembram de alguém! Este prato é proveniente do interior da Bahia, mais precisamente em Senhor do Bonfim. Usa a mandioquinha (batata baroa) e o frango que está presente em todas as regiões do nosso país!

INGREDIENTES
1 frango cortado em pedaços
Sal e pimenta a gosto
½ xícara (chá) de vinho branco
3 colheres (sopa) de azeite
1 cebola cortada em cubos
2 dentes de alho picados
2 tomates sem pele e sementes cortados em cubos
500 g de mandioquinha cortada em pedaços
2 xícaras (chá) de caldo de legumes
1 garrafa de leite de coco
Coentro a gosto

MODO DE PREPARO
Tempere o frango com o sal, a pimenta e o vinho.  Tampe e leve à geladeira, por 30 minutos. Em uma panela, aqueça o azeite, doure a cebola e o alho. Junte o frango com o tempero e frite até dourar. Coloque o tomate, a mandioquinha e o caldo de legumes. Cozinhe até o frango e a mandioquinha ficarem macios. Junte o leite de coco e cozinhe por mais 3 minutos. Desligue o fogo e salpique o coentro. Sirva em seguida com arroz.
FONTE: https://pt.petitchef.com

DICA DA SEMANA
A batata baroa (Arracacia xanthorrhiza), também conhecida como cenoura amarela, mandioquinha ou batata salsa, é um hortaliça bastante comum na mesa dos brasileiros. Seu aspecto externo lembra realmente a cenoura, só que com uma cor bege amarelada. Depois de cozida, ela lembra mais a mandioca, mas tem um sabor mais marcante e a massa bem amarela. Assim como a batata, a baroa é um tubérculo. Como outros alimentos com coloração amarela, a baroa é rica em betacaroteno, um pigmento antioxidante que favorece a absorção de vitamina A. Por causa dessa substância, a mandioquinha é muito boa para melhorar a visão, além de fortalecer os cabelos e unhas. Ela também contém vitamina C, conhecida por melhorar a imunidade, e vitaminas do complexo B, fundamentais para os tecidos.
Os minerais também são encontrados em boas quantidades na baroa, sobretudo ferro, magnésio, zinco, manganês fósforo e cálcio. Ela ainda possui boa quantidade de fibras alimentares e garante energia graça à presença dos carboidratos. Em 100 g do alimento temos, em média, 125kcal, o que não é muito, se pensarmos nos bons nutrientes que ele oferece. A ingestão diária é de 100 g de baroa, no entanto, como outros alimentos também possuem nutrientes essenciais, o ideal é variar na alimentação, incluindo a baroa frequentemente. A única contraindicação é para os diabéticos, por causa do amido do tubérculo. Para quem tem a glicose alta, é importante conversar com o nutricionista sobre o consumo da baroa. A baroa cozida é um pouco menos nutritiva que o alimento cru, porém quase todas as substâncias são razoavelmente preservadas com o cozimento. Ela pode ser consumida como ensopado, aproveitando o caldo rico em nutriente em que foi cozida. Outra boa opção é cozinhar no vapor para garantir que os benefícios não se percam.