Edição do dia 13/09/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Solidariedade declara apoio a Telmo
POLÍTICA
Saiba como ter desconto especial no IPTU do ano que vem
GERAL
A Hipnose pode auxiliar no autodesenvolvimento de forma eficaz
EMPRESARIAL - Especialista desmistificou tema e apontou benefícios da técnica no Café Empresarial
Reforma Tributária é tema da apresentação de Rigotto em Santa Cruz
GERAL
Dada a largada para a Semana Farroupilha
GERAL - Abertura aconteceu no Parque de Eventos na manhã desta sexta-feira
Fórum atrai dois secretários de Estado a Santa Cruz do Sul
GERAL - Representantes de todas as 28 regiões estiveram na Unisc nessa quinta-feira
Lino e Laila serão tema do Novo Cemai
GERAL
Aulas de autoescola com ou sem simulador de direção?
GERAL
Sessão especial para o ensino médio
VARIEDADES
Estudante de Santa Cruz conquista certificado de excelência internacional
EDUCAÇÃO
RGE instala aquecedores solares nas residências de 150 famílias
GERAL
Embarques devem superar os US$ 2 bilhões
GERAL
Depressão deve ser tratada no início, afirma especialista
ESPECIAIS - Mulheres sofrem de depressão duas vezes mais do que os homens
Tributo a Herb Alpert é hoje
VARIEDADES - Teatro do Mauá recebe apresentação às 20h
Sociedade Ginástica: Jantar Baile marca comemoração dos 126 anos
EMPRESARIAL
Farmácia Municipal reabre na segunda no novo prédio
SAÚDE
Grupo Tholl traz Casinha de Chocolate
VARIEDADES
18,2 mil exemplares foram vendidos
VARIEDADES - Além do sucesso em vendas, o público também compareceu e lotou a Praça Getúlio Vargas

A lei do menor esforço

Olhar Parcial - Edison Rabuske - 04/05/2018

Somos conduzidos e estimulados diariamente a aderir a “lei de menor esforço”, que em resumo significa todas as facilidades que a tecnologia nos oferece para nossa comodidade, para não dizer acomodação, desde o inocente controle remoto da tv, ao mais ultra, hiper modelo de smartphone. 
Dizem todos os especialistas que o mundo tecnológico veio para ficar, o que parece inexorável, e seus efeitos sobre todos não tardaram a chegar, já estão entre nós seja para bem como para o mal.
É inegável admitir que o mundo tecnológico trouxe avanços fantásticos para a vida humana nas últimas décadas, e como diz o historiador  Leandro Karnal, a tecnologia não é problema, mas seu uso inadequado, este sim, tem sido um problema cada vez mais presente, seja com a futilização e a idealização das relações virtuais, a volatilidade dos ídolos virtuais, a necessidade imperativa de estar nas redes sociais, o acesso indiscriminado de um volume gigantesco de informações sem qualquer critério, dão a impressão que estamos sendo criados e alimentados em uma bolha artificial, que é retroalimentada pela nossa ansiedade insaciável e quase irracional.
Neste contexto, especulo que a “lei do menor esforço”, aproveita a nossa embriaguez tecnológica e se impõe, pois estamos deixando de estudar música, pois tudo está ao alcance das mãos e ouvidos, deixamos de ler, pois ler é entediante, frente ao volume de imagens que são ofertadas, cultivar amizades não é mais prioridade, pois tenho mais de mil amigos nas redes sociais.   
Acho que também, no fundo sabemos que a facilidade vendida é artificial, mas não estamos tendo capacidade de renunciá-la ou então, fazer seu uso racional, o que ao mesmo tempo frustra, nos torna menos capazes de enfrentar este novo mundo descortinado pela tecnologia. Vamos ter com certeza, logo ai adiante manuais que deverão ser adotados nas salas de aula para tentar regular este uso inadvertido do mundo do tecnológico. 
Não podemos perder habilidades que levamos milhares de anos para desenvolver com muita precisão, como por exemplo escrever com as mãos, compreender equações complexadas das ciências exatas, desenhar, tocar instrumentos musicais, ter amizades sinceras e duradouras, e isto tudo exige muito esforço e dedicação, sendo que tal esforço é eminentemente humano, fora do alcance de qualquer tecnologia.