Edição do dia 14/06/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Jaqueline na maior liga do atletismo mundial
ESPORTES - Atleta da AMO participou da Diamond League em Rabat, Marrocos
Maurício Scota conquista 4 ouros nos JUGS
ESPORTES - Nadador está classificado para os Jogos Universitários Brasileiros
Mauá traz três primeiros lugares da primeira etapa do Estadual de Ginástica Rítmica
ESPORTES - Alice Silva, Júlia Furtado e Rafaela Cavalheiro conquistaram títulos nas suas categorias
Câmara aprova criação de comissão processante e escolhe membros
GERAL
Computação na Educação lança material didático nesta terça-feira na Unisc
EDUCAÇÃO
OAB promove palestra: Vamos conversar sobre o racismo?
GERAL
Unidos da Villa e Esmeralda fazem o jogo dos líderes do grupo B
ESPORTES - No domingo, Copa Cidade Miller Supermercados teve vitórias do San Lorenzo e Margarida
Lifasc Sub-18: João Alves se isola ainda mais na liderança
ESPORTES - Equipe derrotou o Aliança por 2x0 neste domingo e mantém-se invicto
DESENVOLVIMENTO REGIONAL: Corede/VRP faz renovação da Assembleia
GERAL - Encontro para a definição dos novos integrantes ocorre no dia 25 de junho, na sala 101 da Unisc
Cursos de Gastronomia e Nutrição da Unisc promovem prática culinária com alunos do Uniama
GERAL
APAE promove Feijoada
GERAL
Educar-se promove novo encontro para famílias
EDUCAÇÃO
Mais de 1,1 mil candidatos realizam o Vestibular de Inverno da Unisc
GERAL
Com dois jogadores a menos, Avenida arranca empate em Caxias
ESPORTES - Periquito decidirá mata-mata dentro dos Eucaliptos
Santa Cruz empata e está fora da Segundona
ESPORTES - Galo ficou no 0 a 0 com o Guarany, em Bagé
Endurance Brasil: Xandy e Xandinho Negrão continuam líderes
ESPORTES - Pai e filho fecham a terceira etapa de Santa Cruz do Sul com pódio e mantêm a liderança na geral e na categoria GT3
Pinheiral leva o bicampeonato no Futebol Sete Master da Lifasc
ESPORTES - Equipe derrotou o Linha Santa Cruz na decisão, por 4x3 de virada, em partida eletrizante
De camisa branca, o Brasil vence na estreia
ESPORTES - Seleção fez 3 a 0 sobre a Bolívia pela Copa América

A democracia como um valor

Olhar Parcial - Edison Rabuske - 01/06/2018

Em momentos conturbados da história das Nações,  sempre surgem alternativas autoritárias para supostamente colocar a ordem nas coisas. Até a segunda metade do século XX,  os regimes ditatoriais eram regra no mundo, a exceção dos EUA,  que em seu território aceita a regras do jogo, como ensinou Norberto Bobbio,  mas em territórios estrangeiros estimulou e patrocinou golpes militares de toda ordem.
O povo brasileiro, por incrível que pareça, dá indicativos que ainda não consolidou a democracia como um valor, pois os sinais que estão sendo dados por setores da sociedade, no sentido de que um retorno a um passado autoritário cada dia são mais frequentes. Desde a manifestação de um General sobre a possível intervenção no País, até a pré-candidatura de um militar da reserva, que segundo as recentes pesquisas está com importante aprovação do eleitorado, por mais absurdos e autoritários que sejam seu modo de agir e pensar.
Se verdade que a corrupção endêmica corroeu os tecidos frágeis da Democracia, também é verdade dizer que somente o regime democrático permitiu que sociedade e suas instituições pudessem avançar tanto na investigação dos fatos e na apuração, processamento e condenação de muitos corruptos que em outros tempos certamente receberiam homenagens. Basta dizer que nosso País, diferentemente de outros,  após a ditadura não conseguiu responsabilizar ninguém por crimes de tortura, desaparecimento de pessoas  e dentre outras atrocidades de regime militar. Muito menos dá para falar em controle das contas públicas, pois há época não havia Lei de  Licitação, Tribunais de Contas, Polícia Federal, Ministério Público independente e imprensa livre, portanto, resta evidente não sabermos de quase nada do nosso passado público, e o que sabemos é menos que meia verdade.
Assim, o curto período democrático que vivemos desde a CF/88, nós legou uma enormidade de conquistas que não podem em momento algum ser desconsideradas, e muito menos correrem o risco do retrocesso do autoritarismo. A democracia brasileira é um valor consignado na Carta Magna de 1988, princípio que norteia o Estado Democrático de Direito, que dá sustento a todo aparato jurídico criado a partir da norma Fundamental, não havendo mais espaço para arroubos autoritários.
A crise que enfrentamos somente é possível de ser enfrentada com os mecanismos que o regime democrático oferece, pois os temas que a sociedade está discutindo são frutos exatamente da maturação de um espaço público que pertence a todos, e não de apenas alguns iluminados, que de tempos em tempos querem voltar ao poder pela força.