Edição do dia 21/06/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Série Ouro de Futsal: Assaf perde primeira como mandante
ESPORTES - Tricolor jogou em Vale Verde e foi derrotado por 5x3
Copa Cidade Miller define os playoffs
ESPORTES - Competição encerrou a fase classificatória
Aliança goleia São José e cresce na Copa CFC Celso
ESPORTES - Mobilização é pela realização da primeira etapa da Olimpíada Rural, no próximo domingo
Troca de mensagens: Sergio Moro adia ida à Câmara
POLÍTICA - Ministro viajou para os Estados Unidos no último fim de semana e não comparecerá à audiência pública
Seleção feminina cai na prorrogação diante da França
ESPORTES - Brasil foi eliminado nas oitavas de final da Copa do Mundo
Avenida perde nos pênaltis e está fora da Série D
ESPORTES - Caxias classificou-se dentro dos Eucaliptos com vitória nas penalidades por 6 a 5
Brasil goleia Peru e jogará quartas de final na Arena do Grêmio
ESPORTES - Time brasileiro ficou com o primeiro lugar do Grupo A da Copa América
Copa Cidade tem três jogos no final de semana
ESPORTES - Rodada conta com os últimos confrontos da fase classificatória
Patinação: Copa XLise e Festival 25 anos movimentam Poliesportivo
ESPORTES - Evento ocorre neste sábado e movimenta patinadores de todo o Estado
Mais de 10 mil peças para aquecer os cabraisenses
GERAL - Distribuição das roupas arrecadadas ocorreu nesta terça-feira (18) para centenas de famílias moradoras de Novo Cabrais
Lixo eletrônico será recolhido na terça
GERAL - Mutirão da prefeitura vai passar por todas as localidades para coletar os materiais e dar o destino correto aos mesmos
Ipiranga leva a livre e Associação conquista o veterano
ESPORTES - Novo Cabrais conheceu os campeões do municipal de futebol sete, na última sexta-feira, no Centro Desportivo Municipal
Bela Vista e Flamengo jogam nesta sexta
ESPORTES
Copa Feminina: Brasil pega a França
ESPORTES
Série Ouro: Assaf faz parceria e vai jogar em Vale Verde
ESPORTES
Copa América: Diante do Peru, tentativa de reação
ESPORTES - Seleção Brasileira passa por fase de incertezas. Em 1989, time superou dificuldades
São Martinho é campeão em Monte Alverne
ESPORTES
Série D do Brasileiro: Avenida precisa de vitória simples
ESPORTES - Torcida deverá lotar o Estádio dos Eucaliptos, domingo, às 16h, contra o Caxias, valendo classificação

Faces de uma Greve

Valério Garcia - 01/06/2018

A greve sempre começa por uma categoria ou grupo de trabalhadores que se sentem prejudicados em suas condições de trabalho, sejam financeiras ou estruturais. Em contraste, do outro lado está a categoria que proporciona tais situações alegadas. Ou seja, é um imbróglio entre “peões e patrões”. Todos tem suas razões e seus argumentos e ela termina com a chegada a um acordo que beneficiem ambos. Falando assim parece ser fácil o desfecho, mas não é tão simples. 
Lembro das greves dos professores das quais, em muitas, fiz parte. Pedíamos melhores salários, tempo para planejamentos, melhorias nas escolas e repartições públicas, plano de carreira, plano de saúde, entre tantas outras reivindicações. Lembro também, das greves de operários, principalmente nos grandes centros como São Paulo, mais especificamente no ABC paulista. A presença dos Sindicatos e seus líderes sempre foi muito importante na condução das negociações entre empregados e empregadores. 
Agora estamos vivendo um momento bem distinto nas greves de nosso país. É uma greve que atingiu todos os segmentos da sociedade, não apenas de algumas pessoas, grupos ou categorias. O mal estar é geral e começam a faltar todos os tipos de produtos em nossas prateleiras. O movimento ganha adeptos de todos os segmentos da sociedade, até daqueles que nunca fizeram greve, ou sempre criticaram quem o fazia. Nada como um dia após o outro! A greve é o limite da paciência; é quando não suportamos mais uma determinada situação. Nela existem várias batalhas, com vitórias e derrotas, às vezes num mesmo dia.
Deixo claro que sou totalmente a favor da greve dos caminhoneiros. O que não aceito são pessoas ou partidos políticos querendo tirar proveito da situação. Não aceito e não acredito que uma classe trabalhadora venha clamar por intervenção militar, pois sabemos o que ela fez com nosso povo, e outros que passaram por isso. Não aceito a desculpa que intervenção e ditadura militar são distintas; não são, uma leva à outra. Em 1964 foi assim: a intervenção era para durar alguns dias ou meses e ficou instalada por 21 anos. Não me digam que não houve atrocidades ou sufrágios, pois foi comprovado que houveram, só não tínhamos a divulgação dos mesmos, até porque a imprensa não tinha nenhum tipo de liberdade e era controlada pelos interventores. Leiam sobre o que foi o AI5!! (A maioria dos brasileiros nem sabe o que era isso)!
Como bom brasileiro que não perde a esperança, espero que cheguemos a uma construção coletiva do entendimento, e que ao final, todos parem de perder! Bom final de semana.