Edição do dia 14/06/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Unisc divulga listão dos aprovados no Vestibular de Inverno
GERAL
Classificada: Seleção vence a Itália
ESPORTES - Time brasileiro feminino avançou para as oitavas de final
Prefeito Telmo Kirst anuncia saída do PP
POLÍTICA
Jaqueline na maior liga do atletismo mundial
ESPORTES - Atleta da AMO participou da Diamond League em Rabat, Marrocos
Maurício Scota conquista 4 ouros nos JUGS
ESPORTES - Nadador está classificado para os Jogos Universitários Brasileiros
Mauá traz três primeiros lugares da primeira etapa do Estadual de Ginástica Rítmica
ESPORTES - Alice Silva, Júlia Furtado e Rafaela Cavalheiro conquistaram títulos nas suas categorias
Câmara aprova criação de comissão processante e escolhe membros
GERAL
Computação na Educação lança material didático nesta terça-feira na Unisc
EDUCAÇÃO
OAB promove palestra: Vamos conversar sobre o racismo?
GERAL
Unidos da Villa e Esmeralda fazem o jogo dos líderes do grupo B
ESPORTES - No domingo, Copa Cidade Miller Supermercados teve vitórias do San Lorenzo e Margarida
Lifasc Sub-18: João Alves se isola ainda mais na liderança
ESPORTES - Equipe derrotou o Aliança por 2x0 neste domingo e mantém-se invicto
DESENVOLVIMENTO REGIONAL: Corede/VRP faz renovação da Assembleia
GERAL - Encontro para a definição dos novos integrantes ocorre no dia 25 de junho, na sala 101 da Unisc
Cursos de Gastronomia e Nutrição da Unisc promovem prática culinária com alunos do Uniama
GERAL
APAE promove Feijoada
GERAL
Educar-se promove novo encontro para famílias
EDUCAÇÃO
Mais de 1,1 mil candidatos realizam o Vestibular de Inverno da Unisc
GERAL
Com dois jogadores a menos, Avenida arranca empate em Caxias
ESPORTES - Periquito decidirá mata-mata dentro dos Eucaliptos
Santa Cruz empata e está fora da Segundona
ESPORTES - Galo ficou no 0 a 0 com o Guarany, em Bagé

Impressões da África do Sul

Osvino Toillier - 01/06/2018

O Parque Nacional do Kruger é a maior área protegida de fauna bravia da África do Sul, cobrindo cerca de 2.2 milhões de quilômetros. Está localizado no nordeste do país, nas províncias de Mpumalanga e Limpopo e fazendo fronteira com os distritos moçambicanos de Moamba e Magude, na província de Maputo e Massingir e Chicualacuala. O acesso pode ser por via terrestre (cerca de 5 horas de carro, por excelentes estradas) e via aérea, numa aeronave menor.
Ao chegar na entrada do Parque, todos os veículos passam por inspeção e recebem orientações de segurança, quando se paga também a taxa de 350 Rands para não residentes por pessoa, o que equivale a cerca de R$ 90,00 por pessoa. Para residentes, é a metade do valor. A partir daí acaba o asfalto, e é estrada de chão, por cerca de uma hora até chegar ao hotel Hotel Lukimbi Safari Lodge, com toda infra-estrutura e com as refeições.
As saídas dos roteiros acontecem duas vezes ao dia: uma no amanhecer, por cerca de três horas, voltando para o café; outro sai no final da tarde, voltando para o jantar, com parte final totalmente no escuro, sendo os hóspedes acompanhados por funcionário do hotel armado com fuzil, para assegurar segurança, já que na área do hotel circulam livremente os grandes animais.
Os participantes estão em veículos com dois funcionários do hotel, especialistas nesta função: o motorista (com fuzil) e o guia, que fica sentado em cadeira especial armada em cima do capô, com olhos e ouvidos atentos a qualquer sinal ou movimentação. O veículo está equipado com rádio e permanentemente em contato com os demais grupos, para informar eventual localização de animais que estão procurados para esse momento.
Em determinado instante, a partir de algum sinal evidente, o veículo abandona a trilha e se lança em meio à vegetação para localizar um animal ou um grupo de leões, por exemplo, descansando em meio a uma clareira ou repartindo um caça. O veículo é equipado com potente lanterna para localizar os animais. 
Predominam impalas, cuja população é de cerca de 200.000 no parque, seguindo-se de macacos, leopardos (caçadores solidários), zebras, guinus, guepardos, elefantes, rinocerontes, hipopótamos, leões (que caçam coletivamente), girafas, javalis, crocodilos, hienas, pássaros como abutres, cobras, cujo veneno pode matar em menos de uma hora.