Edição do dia 17/09/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Conselho lança o Polo dos Vales
GERAL
ENTRE QUATRO: Encenação acontece hoje e amanhã
VARIEDADES
RECEITA FEDERAL: Nova sede atenderá a partir de 8 de outubro
GERAL - Além da Delegacia da Receita Federal, a Procuradoria Geral da Fazenda também deve ocupar o espaço
Fentifumo inicia pauta de negociação
GERAL - Primeira reunião com a Federação e os Sindicatos ocorre na próxima quinta-feira
Otelio Drebes realiza palestra a professores
EDUCAÇÃO
Semana do Ministério Público começa hoje
GERAL - Promotores do caso Bernardo Boldrini estarão presentes
Reunião sobre Plantas Biotivas inicia hoje
GERAL
Prefeitura lança Alvará Digital
GERAL - A partir de agora, o documento pode ser feito em poucas horas, sem precisar sair de casa
Educar-se e Centro de Línguas promovem imersão bilíngue
EDUCAÇÃO
Sincotec-Varp realiza capacitação nesta quarta
GERAL
Projeto vai apresentar Santa Cruz e a 35ª Oktoberfest
VARIEDADES - Nos dois sábados da Festa da Alegria, ônibus sairão de Porto Alegre, Caxias do Sul e Santa Maria
Presidente dos Festejos Farroupilhas destaca a importância da cultura gaúcha
VARIEDADES
Tchê Bistrô e Arte: enaltecendo a tradição gaúcha
VARIEDADES
A força buscada nos versos
VARIEDADES
Cavalos passarão por inspeção antes do desfile
VARIEDADES - Além da Guia de Transporte Animal (GTA), será exigida apresentação de comprovantes para verificar as condições de saúde do animal
CTG de Paredão entregará 500kg em doações
VARIEDADES
Segurança Pública será reforçada em 36 municípios
POLÍCIA - Municípios da região receberão um total de aproximadamente R$ 2 milhões
Assaf vai encarar a Assoeva nas quartas de final
ESPORTES

Só soltei o burro

Osvino Toillier - 01/08/2018

Estórias tem um poder de comunicação incrível. Através de textos simples, tem-se a condição de desenvolver reflexões profundas, que ajudam os leitores a compreender melhor a realidade, através de metáforas, que até crianças compreendem.
Conta uma estória que havia um burro amarrado a uma árvore. O demônio veio e o soltou. Em consequência, o burro entrou na horta dos camponeses vizinhos e começou a comer tudo.
A mulher do camponês, dono da horta, quando viu aquilo, pegou o rifle e disparou. O dono do burro ouviu o disparo, saiu, viu o burro morto, ficou enraivecido, também pegou seu rifle e atirou contra a mulher do camponês.
Ao voltar para casa, o camponês encontrou a mulher morta e matou o dono do burro. Os filhos do dono do burro, ao verem o pai morto, queimaram a fazenda do camponês. O camponês, em represália, os matou.
Aí perguntaram ao demônio o que ele havia feito e ele respondeu:
- Não fiz nada, só soltei o burro!
Toda boa estória, termina com uma lição de moral. E a conclusão é a seguinte: “Se você quiser destruir um país, basta não prender o burro!”
Estamos vivendo momento difícil em nosso país, por conta da perda de valores, do descompromisso com o ensino e limites, que faz com que os idosos sejam humilhados e desconsiderados, a ponto de as pessoas adultas não terem mais coragem e disposição de manifestarem sua contrariedade com a prática de transgressões que ferem a dignidade e o respeito à vida.
Parece que perdemos as referências sagradas daquilo que nos ensinaram nossos ancestrais, que delimitaram o que podia e não podia fazer. Na Bíblia, há uma passagem que diz: “Não removam os marcos antigos”.