Edição do dia 12/11/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Mudanças são anunciadas nas secretarias
GERAL
Dia de visitações, experiências e expectativas no Viva Unisc 2019
GERAL
Solenidade marca aniversário do General Gomes Carneiro
GERAL - Na ocasião também foi comemorada a chegada do III Batalhão ao município
Pequenas atitudes
OPINIÃO
Verrugas Estelares
OPINIÃO
Em defesa da vida
OPINIÃO
CDL aponta 800 vagas temporárias
ECONOMIA - Expectativa é de boas oportunidades de emprego para o período
ACI: Eleição ocorre hoje
GERAL
Vigilância Colaborativa: Lançamento do Programa acontece hoje
GERAL
GREVE: Polícia Civil paralisa nesta quarta-feira
POLÍCIA
Campeonato Municipal inicia no próximo dia 22
ESPORTES
AMO/Unimed VTRP: Atletas brilham pelo estado
ESPORTES
Dois times largam com vitória na estreia da Copa Lisaruth
ESPORTES
Estadual sub 19: Santa Cruz vence fora e fica perto da final
ESPORTES
Regional: São José larga na frente nas semifinais
ESPORTES
Universidade aguarda mais de cinco mil estudantes
GERAL
Bate papo: Doações por incentivos fiscais
ECONOMIA
Comdica realiza 4ª Noite Cultural na Unisc
VARIEDADES - O evento que tem entrada franca visa enaltecer projetos sociais realizados por diversas entidades

Poema do amigo aprendiz

Osvino Toillier - 24/08/2018

Os mais belos sentimentos são sempre melhor expressos pela poesia. Com refinada sensibilidade, o poeta consegue captar a beleza sutil das coisas, se vale de metáforas para capturar a pureza dos sentimentos, a originalidade das emoções, enfim, a beleza intrínseca e periférica de uma pedra bruta e tosca.
Como nossa temática é amizade, vamos convocar o poeta Fernando Pessoa para nos ajudar nesta pretensão de discorrer sobre este belo sentimento. Ele nos brinda com esta pérola: “Quero ser o teu amigo. Nem demais e nem de menos. Nem tão longe e nem tão perto. Na medida mais precisa que eu puder. Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida. Da maneira mais discreta que eu souber. Sem tirar-te a liberdade, sem jamais te sufocar. Sem forçar tua vontade. Sem falar, quando for hora de calar. E sem calar, quando for hora de falar. Nem ausente, nem presente por demais. Simplesmente, calmamente, ser-te paz. É bonito ser amigo, mas confesso é tão difícil aprender! E por isso eu te suplico paciência. Vou encher este teu rosto de lembranças. Dá-me tempo de acertar nossas distâncias”.
Como é bom poder curtir os amigos. Sem eles, a gente não poderia viver. Eles são essenciais à vida. Suportaria perder tudo, menos os meus amigos, mesmo que a gente fique longo período sem se ver.
As prolongadas ausências podem gerar sentimentos estranhos, e não poucas vezes o tão desejado encontro gera impressões nem sempre agradáveis. 
Amizade é, portanto, um sentimento precioso, e os amigos são muito importantes e preciosos em nossa vida, mas exigem que continuemos regando este sentimento como uma frágil plantinha, que precisa de água e amparo para fortalecer-se sempre.