Edição do dia 16/11/2018

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Assembleia reuniu cerca de 200 pessoas
RELIGIÃO - Evento aconteceu nesta quinta na Diocese em Santa Cruz do Sul
Dívidas do Estado e do IPE-Saúde prejudicam os hospitais gaúchos
SAÚDE
Painel marca 10 anos de publicações sobre racismo na região
VARIEDADES - No dia 19, ocorre o 2º Fórum Consciência Negra: Relações Raciais e Educação
Idosos de Santa Cruz participam da 15ª Convenção da Maturidade Ativa Sesc
VARIEDADES
Milhares de alunos participam do Viva Unisc
GERAL - O evento teve o objetivo de apresentar os cursos oferecidos, a infraestrutura e serviços da universidade
Semana de solenidades no Batalhão
VARIEDADES
Tá na Hora debate os rumos da economia do País
ECONOMIA
Encontro de Formação da Juventude acontece na Efasc
GERAL
Respeita as Minas é a nova música das Predominas
VARIEDADES - A letra aborda a importância da leitura e do conhecimento e presta uma homenagem à Francine Ribeiro
Vovó conta histórias
VARIEDADES
HSC promove evento de Humanização e de Segurança do Paciente
SAÚDE - Organização é do Grupo de Trabalho de Humanização e pelo Núcleo Interno de Gerenciamento de Risco do Paciente
Governo cubano deixará o Programa Mais Médicos
SAÚDE - A medida foi tomada após exigências do presidente eleito Jair Bolsonaro
Artes e Tradição se encontram em Santa Cruz
ESPECIAIS
CTG Lanceiros é Santa Cruz na Força A
VARIEDADES
Chegou a hora de conhecer o campeão dos aspirantes
ESPORTES - Decisão do Vale do Castelhano é neste sábado, em Alto Paredão
Genoma joga partidas decisivas neste fim de semana
ESPORTES - Entidade participa das semifinais do Regional e do Gaúcho, nas categorias de base
Lifasc: Empate marca super clássico na Copa CenterTech Informática
ESPORTES - Linha Santa Cruz e Pinheiral ficaram no 1x1. Também houve empate entre São José e Rio Pardinho
Regional 2018
ESPORTES - Trombudo e Saraiva fazem jogo de ida

Educação Urbana

Valério Garcia - 24/08/2018

Escrevemos sobre a educação rural e sua importância para nossas vidas. Evidentemente que tudo aquilo que o campo produz tem que ter um destino, uma finalidade. As grandes cidades e os grandes centros econômicos é que viabilizam toda a produção da zona rural. A importância da urbanização está materializada no progresso das cidades e na tecnologia com seus inegáveis avanços para a coletividade, em todas as áreas, especialmente saúde, educação, comércio e indústria. 
A educação, como mola propulsora para a vida bem sucedida das pessoas, deve estar preocupada com as necessidades da população urbana, com suas diferenças da realidade rural. As crianças estão indo para a escola mais cedo, ou seja, a partir dos 4 anos. Essa obrigação tem seus benefícios e também suas controvérsias. 
A vida na cidade exige muito das famílias, principalmente no tocante ao trabalho com horários preestabelecidos. A atividade laboral não se restringe somente ao homem, e as mulheres estão, cada vez mais, construindo e conquistando seus espaços profissionais. Nesta roda viva da vida como ficam nossas crianças? Por força de trabalho e outras atividades, até educacionais por exemplo, ficam aos cuidados de nossas Escolas de Educação Infantil, carinhosamente chamadas de Creches. Muitas crianças, senão a maioria, ficam mais tempo com suas professoras e/ou atendentes, do que com seus próprios pais. É o preço do progresso e da urbanização. Vários estudos indicam que a criança desenvolve melhor e mais rápido suas potencialidades quando inclusa desde cedo em Creches, onde a socialização é aflorada mais cedo juntamente com hábitos e atitudes voltadas aos valores humanistas e sociais. Não tenhamos dúvidas disso, mas o tempo da família com seus filhos jamais pode ser legado a um segundo plano. O pai e a mãe sempre serão insubstituíveis. A mãe tem uma ligação indescritível e imensurável com seu filho, afinal de contas, o seu corpo foi sua primeira morada e fonte de seu primeiro alimento.
O acompanhamento constante de nossos filhos junto às Escolas é muito importante pois as adversidades da cidade são enormes, se comparadas ao campo. O convívio com outras crianças e famílias é maior, visto que a quantidade de alunos que compõe uma sala de aula urbana é bem superior ao campo. Os conteúdos também precisam ser avaliados pois sendo grande essa diversidade, é importante a contemplação de todos onde seja enfatizado a importância do campo para a cidade e vice-versa. 
A Escola mais importante da vida de nossos filhos e filhas ainda continua sendo e sempre será, o alicerce familiar. A presença ativa da família nas crianças faz uma grande diferença na aprendizagem e sucesso profissional futuro. Devemos estar próximos o mais tempo possível de nossos filhos, antes que alguém ou alguma pessoa do mal o faça. Vida longa à Família e as Escolas da cidade e do campo!
Bom final de semana.