Edição do dia 15/10/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Shows tradicionalistas são atração desta quarta-feira na 35ª Oktoberfest
GERAL - Festa da Alegria terá apresentações do Grupo Fandangaço, às 20h, e Os Serranos, às 22h30, no Lonão
Dia do Professor: educação para a erradicação do trabalho infantil
GERAL - Conheça a história de dois profissionais que estão na linha de frente do programa ARISE, iniciativa que muda a realidade de crianças e adolescentes
Praça da Cultura levará o nome de José Paulo Rauber Filho
GERAL - Inauguração do local ocorreu no sábado, 12 e contou com a presença da família do homenageado
Terça-feira será de ponto facultativo nas escolas
GERAL - Além das escolas municipais e estaduais, algumas particulares também não terão aula neste dia
Dia do Eletricista é nesta quinta-feira
GERAL - Data marca a importância do profissional habilitado
Inscrições abertas para a Escola de Educação Infantil
GERAL - Há vagas gratuitas e pagas para crianças de 4 e 5 anos
Rodrigo Solda é o novo presidente
GERAL - Além dele, outros prefeitos foram empossados para a diretoria e conselho fiscal do biênio 2020/2021
Evento discute problemas do contrabando e a pirataria
GERAL - Palestra apresentou dados sobre as ameaças do mercado ilegal para a economia
Sicredi Vale do Rio Pardo enaltece o cooperativismo durante o desfile da 35ª Oktoberfest
GERAL
Quase 17 milhões já foram emprestados pelo município
GERAL
Primeiros dias de Oktoberfest superam 54,6 mil pessoas pagantes
GERAL - Semana segue repleta de atrações
Fala, professor!
EDUCAÇÃO - Especial Dia do Professor
Histórico da data
EDUCAÇÃO - Especial Dia do Professor
O profissional que dedica a sua vida a ensinar
EDUCAÇÃO - Especial Dia do Professor
O big bang é o Operacional Divino
OPINIÃO
Permitir não é obrigar
OPINIÃO
Caspary conta a sua história (parte II)
OPINIÃO
Terminou a primeira rodada da segunda fase
ESPORTES - Bom Jesus, São José e Formosa saíram na frente

Feira do Livro: dicas e reflexões

A Leitura que Habito - Luana Ciecelski - 04/09/2018

A Feira do Livro está rolando em Santa Cruz e como não podia deixar de ser, a coluna de hoje vai falar sobre ela. Abaixo, trago algumas dicas de livros que eu vi por lá e um pouco mais abaixo ainda, duas breves reflexões. 

- Diário de Anne Frank: entra ano e sai ano e esse livro nunca sai de moda. Um dos grandes clássicos da literatura, a história de Anne Frank é para todas as gerações e emociona a todos. E nessa feira, o livro pode ser encontrado nas mais diversas edições, desde as mais simples e baratas, até as mais trabalhadas, que podem ser um bom presente (não tem erro!). 

- O Conto da Aia (Margareth Atwood): foi o livro que inspirou a criação da série “The Handmaid’s Tale” que tem dado o que falar (no melhor sentido disso). Lançado em 1985, o romance distópico é outro dos volumes “não tem erro”. Leitura valiosa! 

- A sutil arte de ligar o foda-se (Mark Manson): não li esse livro, mas estou colocando-o nessa lista porque esse foi, até agora, o livro mais vendido da Feira do Livro. Aliás, dentro dessa linha de publicações (de autoconhecimento e autoajuda), muitos livros estão sendo vendidos.

- Autores locais: tá passando pela Feira do Livro? Então vai até o estande da Zum Editora e dá uma conferida na prateleira dos autores locais. Sério! Tem livros para todos os gostos ali, desde os infantis, até os romances policiais, passando, é claro, pela poesia. Escolhe aquele que tu mais gostar e leva pra casa. Garanto que será uma leitura bacana e de quebra tu estarás prestigiando alguém da cidade, né?!

Crédito: Luana Ciecelski

Em relação ao livro “A sutil arte de ligar o foda-se” do autor Mark Manson, o mais vendido até agora, vocês não acham que ele é bastante sugestivo em relação ao estilo de vida que estamos levando? Quer dizer, se as pessoas estão procurando tanto por um livro que as ensine a desacelerar, talvez seja porque elas estão precisando disso, não? Talvez seja porque estão acelerados demais! Fica ai uma questão pra todos (inclusive eu, claro) pensarem.

Outra coisa que eu gostaria de apontar tem relação com os números da feira. Nessa segunda-feira eu soube que no primeiro fim de semana, cerca de 8.500 circularam pela praça e que foram vendidos 5774 livros. Fiquei surpresa. Positivamente surpresa. Porque além desse ser um bom número de livros adquiridos, esse dado também mostra que a maior parte das pessoas que foram até a feira compraram algum volume. Santa Cruz tá de parabéns!