Edição do dia 15/02/2020

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Inscrições para processo seletivo encerram na quarta
GERAL
Sicredi Vale do Rio Pardo investirá em usina fotovoltaica própria
EMPRESARIAL
Educadores e estudantes debatem sobre ensino
EDUCAÇÃO
Unisc recebe prêmio Conciliar é Legal
GERAL
Valentine's Day celebra o amor
GERAL
Seminário marca o início do ano letivo no Colégio Mauá
EDUCAÇÃO
Regional de secretários de educação tem nova coordenação
EDUCAÇÃO
Solled recebe mais uma premiação
EMPRESARIAL
Stifa e Souza Cruz realizam assembleia
GERAL
Não é Não! Santa Cruz do Sul abraça campanha contra o assédio
GERAL
Cemas distribuirá preservativos para foliões
SAÚDE
O drama financeiro do setor público
EDITORIAL
O Imposto do pecado (parte 1)
OPINIÃO
Escolas retomam atividades na segunda-feira
EDUCAÇÃO - Serão 11,1 mil crianças que voltam às aulas no próximo dia, 17
Professores e funcionários recebem capacitação
EDUCAÇÃO - Evento aconteceu no Auditório Central da Unisc e Câmara dos Vereadores
Escola Moranguinho: um lugar acolhedor
EDUCAÇÃO
Ano letivo inicia com mudanças
EDUCAÇÃO - Após aprovado o novo pacote de medidas do Governo Estadual, Cpers não descarta novas greves
Decisão de Desbessell desagrada políticos
POLÍTICA - Vereadores dizem que não foram ouvidos sobre CPP contra Crestani e Schneiders

Uma poesia por dia

A Leitura que Habito - Luana Ciecelski - 18/09/2018

Crédito: Luana Ciecelski

Há alguns dias, enquanto eu acompanhava o Sarau Poético de abertura da 31ª Feira do Livro, uma das escritoras presentes citou uma frase de algum escritor alemão famoso (infelizmente não me recordo o nome), que dizia algo como "todos nós deveríamos ler ao menos uma boa poesia por dia". Havia algo mais nessa frase, mas esse foi o trecho que me chamou a atenção. E nos dias que se seguiram, me peguei refletindo sobre isso.
Até que eu tomei uma decisão. "Por que não ler uma poesia por dia?", pensei eu. Eu já vinha achando que eu deveria mesmo ler mais poesias, e para contribuir com isso, eu venho tendo um grande contato com autores de poesias daqui de Santa Cruz, de forma que tenho vários bons livros em casa. Esse seria, portanto, um bom desafio.
E então, aqui estamos. Eu tenho colocado em prática esse desafio e por enquanto vem dando certo. Sempre antes de sair de casa de manhã eu pego o livro escolhido e leio uma poesia (dependendo do tamanho, duas) e depois vou trabalhar. Pelo trajeto, muitas vezes vou pensando na poesia que li. Algumas vezes, durante o dia, eu lembro de algum trecho também. Esses momentos são sempre leves e felizes.
E o que eu quero dizer pra vocês é que, se vocês puderem, façam isso também. As poesias, sejam quais forem suas temáticas ou assuntos, trazem uma leveza para nossa alma. Então busquem um bom horário, aquele em tu possa te sentar uns minutinhos pra ler, e degustem, apreciem, ouçam o som das palavras, deixem-se deleitar por um tempinho. Aposto que será uma experiência interessante.
E pra quem tá interessado em começar, vou sugerir quatro livros de autores locais para auxiliá-los:

- Um quarto de lua - Edison Botelho
- O ladrão de visitas - Roni Ferreira Nunes
- A felicidade de estar vivo - Romar Behling
- Livro das sombras, jazz e outros poemas - Demétrio de Azeredo Soster

Todos eles você encontra à venda na Livraria e Cafeteria Iluminura ou diretamente com os autores. Não tem desculpa, né? Bora começar, gente.