Edição do dia 17/01/2020

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Costuras e Reformas Suzana Ramos: ateliê comemora quatro anos
GERAL
Resultado financeiro da 35ª Oktoberfest supera R$ 1,6 milhão
GERAL
Contatos feitos via redes sociais são falsos
GERAL - Instituto Consulpam alerta sobre suposta contratação de equipe para trabalhar no concurso da Prefeitura
Atividades na rede municipal são oferecidas no período das férias
GERAL
Distribuição de fraldas em novo endereço
GERAL
Salário mínimo sobe para R$ 1.045
ECONOMIA - Reajuste decorre da inflação mais alta em 2019
Doces que empoderam mulheres e combatem o trabalho infantil
VARIEDADES
Banco de Móveis já contabiliza mais de duas mil doações
GERAL
Pedido de aposentadoria
GERAL - Passados seis meses de espera, segurado pode exigir agilidade na Justiça
Portas Abertas já realizou 11.064 atendimentos
SAÚDE
Saiba como retirar medicamentos na farmácia de Monte Alverne
SAÚDE
Iniciam as obras do posto de saúde sustentável
SAÚDE - Primeira unidade do Brasil começou a tomar forma na última terça-feira
Tarifa adicional de cheque especial não será cobrada
ECONOMIA
Saúde estuda redistribuição de incentivos estaduais para hospitais
SAÚDE
IPE Saúde amplia pagamentos assistenciais para 2020
SAÚDE
Vacina pentavalente já está disponível em Santa Cruz
SAÚDE
Porto Verão Alegre 2020 passa em Santa Cruz do Sul
VARIEDADES
The Wailers volta ao Rio Grande do Sul
VARIEDADES - Após quatro anos desde o último espetáculo, banda jamaicana retorna tocando os maiores sucessos

Felicidade: Estado de Espírito

Valério Garcia - 16/11/2018

Um dos significados da palavra felicidade nos diz que é um momento durável de satisfação, onde o indivíduo se sente plenamente feliz e realizado, um momento onde não há nenhum tipo de sofrimento. Mas qual o valor, o tamanho ou o preço deste sentimento? Como alcançá-lo e onde procurá-lo?
Quando falamos em felicidade o que vem primeiro em nossa cabeça são conquistas materiais que ambicionamos adquirir. Pode ser um carro de luxo, casas, apartamentos, terras enfim, bens materiais que envolvam o tão procurado dinheiro. Muita gente é contra o ditado popular que afirma: “dinheiro não traz felicidade...”; e alguns acrescentam: “...mas compra...”.
Acho que o mais importante é olharmos para o nosso interior e perguntarmos para nós mesmos: o que me trouxe felicidade até agora? Posso mentir para outras pessoas durante algum tempo, mas nunca para mim mesmo! Nossa consciência é o nosso grande juiz e nunca irá nos enganar. Se pararmos para pensar, fomos felizes muitas vezes com poucas coisas. A felicidades anda de mãos dadas com a simplicidade. Sabe o porquê disto? A felicidade é mensurada pela intensidade com que vivemos tal coisa ou fatos que nos tornam felizes, não pela sua quantidade ou materialidade. 
Posso ser muito feliz em um acampamento à beira de um açude rodeado de amigos, rodeado de mosquitos, comendo um peixinho frito, passando até um pouco de frio... e posso ser infeliz sozinho num hotel cinco estrelas, com os melhores pratos e o melhor atendimento que me for oferecido. A felicidade não tem dimensões definidas porque é um estado de espírito; não pode ser quantificada apenas sentida. Outro aspecto importante é que ela deve ser compartilhada com outras pessoas, deve contagiar, pois quanto mais pessoas felizes, melhor para a coletividade. A alegria com a felicidade dos outros, também é um tipo diferenciado de felicidade.
Procuremos incessantemente por esse sentimento pois nossa vida passa muito rápido e não podemos perder tempo com coisas ruins. Viva com responsabilidade, mas não leve sua vida tão à sério, afinal de contas, você não irá sair vivo dela.
Bom fim de semana.