Edição do dia 17/01/2020

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Atividades na rede municipal são oferecidas no período das férias
GERAL
Distribuição de fraldas em novo endereço
GERAL
Salário mínimo sobe para R$ 1.045
ECONOMIA - Reajuste decorre da inflação mais alta em 2019
Doces que empoderam mulheres e combatem o trabalho infantil
VARIEDADES
Banco de Móveis já contabiliza mais de duas mil doações
GERAL
Pedido de aposentadoria
GERAL - Passados seis meses de espera, segurado pode exigir agilidade na Justiça
Portas Abertas já realizou 11.064 atendimentos
SAÚDE
Saiba como retirar medicamentos na farmácia de Monte Alverne
SAÚDE
Iniciam as obras do posto de saúde sustentável
SAÚDE - Primeira unidade do Brasil começou a tomar forma na última terça-feira
Tarifa adicional de cheque especial não será cobrada
ECONOMIA
Saúde estuda redistribuição de incentivos estaduais para hospitais
SAÚDE
IPE Saúde amplia pagamentos assistenciais para 2020
SAÚDE
Vacina pentavalente já está disponível em Santa Cruz
SAÚDE
Porto Verão Alegre 2020 passa em Santa Cruz do Sul
VARIEDADES
The Wailers volta ao Rio Grande do Sul
VARIEDADES - Após quatro anos desde o último espetáculo, banda jamaicana retorna tocando os maiores sucessos
Veja onde será a próxima feira de adoção
GERAL
Principais solicitações pelo WhatsApp da Prefeitura
GERAL
Prefeitura nos Bairros
GERAL

A Luta do Orgulho contra a Humildade

Valério Garcia - 07/12/2018

Muito se tem falado nos dias de hoje sobre a importância de conquistarmos nossa independência pessoal e profissional, para não dizer material, financeira. Nossas crianças já nascem olhando à sua volta e interagindo com tudo e todos. A canção de ninar está sendo substituída pelas músicas e desenhos animados dos celulares, tablets e seus assemelhados.
Canção de ninar?! Será que uma mãe nos dias de hoje sabe a letra de alguma destas canções? Estamos vivendo a era do “Ter” e não do “Ser”. O capitalismo voraz está rotulando pessoas e situações, colocando preço nos homens e mulheres em suas diferentes áreas. Será que estou exagerando? A resposta está bem perto de nós; é só olharmos as pessoas que estão à nossa volta: nossos vizinhos, amigos e familiares. 
O orgulho e a humildade fazem parte do caráter e da personalidade de cada um. São extremamente importantes pois ajudam-nos na condução de nossas vidas para um lado ou para outro. Como todo excesso é prejudicial, devem ser trabalhados em nossa mente cautelosamente. Uma pessoa muito orgulhosa pode querer passar por cima dos outros para conseguir seus sórdidos objetivos. Pensa sempre em si e não na coletividade; enxerga sempre primeiro o seu umbigo. Já a falta desse, faz com que o ser humano seja inerte e sem projeções para sua vida, família ou coletividade. Na medida certa ajuda para o progresso pessoal, em nossa autoestima, mas na medida certa! 
A humildade nos torna pessoas diferenciadas no trato para com nossos semelhantes. Ela vem acompanhada de inúmeras outras virtudes que sempre agregam em favor do bem comum. Pensa no todo e a pessoa humilde sempre fala na primeira pessoa do plural e não na primeira pessoa do singular. É antagônica ao orgulho mas, também em excesso, pode levar à submissão. Jamais devemos julgar um humilde como submisso para tentar pisoteá-lo. Nesta situação é o orgulho tentando suplantar a humildade. 
Como sou leitor de Rubem Alves pelas suas metáforas, costumo dizer que orgulho e humildade são como os temperos na nossa “comida da vida”: em falta deixam sem gosto, mas em excesso, ninguém consegue engolir. Em nossas vidas, devem ser “colocados” na medida certa.
Bom fim de semana.