Edição do dia 15/01/2019

EDIÇÕES ANTERIORES FOTOS VIDEOS FALE CONOSCO HISTÓRICO - Primeira Edição SANTA CRUZ EM NÚMEROS TELEFONE ÚTEIS

Últimas Notícias

Bolsonaro assina decreto que flexibiliza a posse de armas
GERAL - Com decreto, pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo
Multas podem ter prazo prorrogado
GERAL - Conforme Fiscalização de Trânsito do município ainda não há regulamentação para abordagem
Ajude as famílias afetadas com a chuva
GERAL
No dia 25 de janeiro mais 146 vagas remanescentes serão disponibilizadas
EDUCAÇÃO - O edital com a faixa etária e a escola será divulgado pela Secretaria Municipal de Educação
Secretário Faisal Karam reúne-se com Federação das Apaes
EDUCAÇÃO
Gilberto Petry é o novo presidente do Conselho Deliberativo
GERAL
Frente fria volta a intensificar chuvas no estado nos próximos dias
GERAL
Censo 2018 da Educação Básica
EDUCAÇÃO - Inep divulga dados da rede estadual de ensino
Novos agentes reforçam os quadros da Susepe em abril
POLÍCIA - Antes eles fazem curso sobre as normas de política penitenciária do Estado
Primeira edição do Sisu 2019 deve abrir mais de 235 mil vagas
EDUCAÇÃO
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
ECONOMIA
Hemovida está com estoque acima da média
SAÚDE - Desde setembro do ano passado, o número de captação sanguínea tem sido maior do que o de transfusões
Nova praça de lazer será construída no centro
GERAL - Local escolhido foi o coração da cidade, ao lado da futura Biblioteca Municipal
Inflação para idosos fecha 2018 em 4,75%, informa FGV
ECONOMIA
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
ECONOMIA
Receita abre consulta a restituição
GERAL - Serão contempladas as restituições residuais referentes aos exercícios de 2008 a 2018
Atividade do Varejo fecha 2018 com crescimento de 2,8%
ECONOMIA
STF vai julgar casos polêmicos a partir do próximo mês
GERAL

Ano Novo: Novas Esperanças

Valério Garcia - 29/12/2018

No Natal, a primeira coisa que nos vem à cabeça são os presentes que vamos compartilhar com nossos familiares e amigos. Presente é sinônimo de hoje, agora, e isto já basta para ser motivo de comemoração. É um sinal que estamos vivendo, convivendo e, de uma forma ou de outra, buscando incessantemente a felicidade. 
Quando o Ano Novo se aproxima, deixamos um pouco de lado o presente e passamos a dar lugar para o sentimento de Esperança. Vislumbramos um ano melhor em todos os aspectos para nossa vida. É próprio do ser humano sempre querer mais e o melhor; geralmente para si, esquecendo um pouco dos outros. Muitas vezes lembramos apenas de pedir, esquecendo-se de agradecer. Como o homem é um ser eternamente insatisfeito, tem a mania de olhar somente para frente, esquecendo-se de olhar para os lados e, quiçá, para trás. 
Não precisaríamos nem assistir os meios de comunicação, que deleitam-se em anunciar e mostrar fatos ruins e tragédias, para constatar quão difícil está o mundo ao nosso redor. É só pegar o nosso carro e dar uma volta nos bairros de nossa cidade em situação de vulnerabilidade social. Vamos ver com nossos próprios olhos, pessoas com problemas que nem acreditamos que possam existir! Parece mentira, mas temos homens e mulheres que passam fome, que não têm onde dormir, que não têm onde morar, mas nem por isso, deixam de ter Esperança..!! E o que eu acho mais importante: são aqueles que mais repartem entre si o pouco que têm. 
Inúmeras vezes participamos de várias campanhas em favor dos nossos irmãos! O que damos? Repartimos? Não. Fornecemos aquilo que não precisamos mais; aquilo que não nos serve, que está sobrando. Isto não é Caridade meus caros amigos. Caridade é compartilhar o que não está sobrando e está acima de “coisas” materiais; pode ser uma palavra, um sorriso, um conselho, enfim, algo que aflore o sentimento do Amor. Estamos carentes de muitos valores dentro da nossa casa. Precisamos olhar um pouco mais para trás. Muito se tem perdido no tempo, devido a correria do presente, devido ao empoderamento do capitalismo em favor da tecnologia. Estamos conversando e convivendo mais com as máquinas do que com nossos semelhantes! Pedimos conselhos aos computadores e celulares, ao invés dos familiares e amigos. Podemos perder tudo, menos nossa esperança e capacidade de sonhar!
Quando estivermos cabisbaixos ou tristes, lembremo-nos do mestre Mário Quintana: “Que eu nunca deixe minha esperança ser abalada por palavras pessimistas”. Saúde, paz e felicidades no Ano que se inicia!